Fechar
Publicidade

Domingo, 25 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Prefeitura apara plantas
do estádio Bruno Daniel

Funcionários cortaram a vegetação que estava aparente, mas
situação do gramado do time do Santo André ainda é precária


Anderson Fattori
Do Diário do Grande ABC

09/11/2012 | 07:00


Após a caótica situação do Estádio Bruno Daniel ser mostrada pelo Diário, a Prefeitura de Santo André se mexeu e cortou as plantas que cresciam no meio do gramado.

Tem, nas primeiras horas da manhã, funcionários apararam a vegetação que era visível, mas ficaram longe de resolver o problema.

"Foram aparadas as plantas que estavam grandes, só isso. O gramado ainda está um pasto, pior do que os campos da várzea. Impossível usar aquilo no Campeonato Paulista", comentou o diretor de futebol do Ramalhão, Sérgio do Prado.

Pela programação da diretoria, os jogadores e o técnico Itamar Schulle se reapresentam dia 19, mas desde já o clube procura alternativas para os treinamentos. "Lamentável a situação. A solução, mesmo que seja paliativa, está fácil, mas a administração municipal parece que faz questão de não resolver. Podiam fazer mutirão de dois ou três dias e os funcionários arrumariam a grama, tirariam as pragas. Não fazem porque não querem. Esta é a verdade", criticou Sérgio do Prado.

O gramado do Bruno Daniel mede 105 metros de cumprimento por 66 de largura, e a Prefeitura disponibiliza apenas quatro funcionários, sem especialização, para cuidar da grama. No total, cada um fica responsável por área de aproximadamente 1.732 metros quadrados, humanamente impossível de dar conta.

"Percebemos que os rapazes que trabalham aqui, apesar de não serem jardineiros, têm boa vontade. Mas eles não conseguem suprir a necessidade. Estão trabalhando em uma das áreas, avançando para o meio do campo, mas como são poucos, até eles chegaram na linha central já vão ter nascidas outras plantas na área que havia sido cuidada. Tem que fazer o trabalho com mais gente", ressalta o dirigente.

 

 

 

 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;