Fechar
Publicidade

Sábado, 22 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Sem-terra bloqueiam estrada em Pernambuco


Da Agência Brasil

07/06/2004 | 14:56


Integrantes do MTL (Movimento Terra Trabalho e Liberdade) bloquearam nesta segunda-feira, por uma hora e meia, a BR-101, na altura do quilômetro 114, entre os municípios de Cabo de Santo Agostinho e Escada, em Pernambuco.

Os sem-terra fecharam a estrada com paus, pedras e pneus em chamas, provocando um engarrafamento de mais de cinco quilômetros. O trecho só foi liberado após a chegada da Polícia Rodoviária Federal e da Polícia Militar.

A ação teve como finalidade pressionar o Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária) a agilizar o processo de vistorias em sete áreas destinadas à reforma agrária, na Zona da Mata.

O superintendente do Instituto, João Farias, está em Brasília. Ele afirmou por telefone que os trabalhos de vistoria só poderão ser retomados quando acabar a greve dos funcionários do Incra, que já dura quase um mês.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Sem-terra bloqueiam estrada em Pernambuco

Da Agência Brasil

07/06/2004 | 14:56


Integrantes do MTL (Movimento Terra Trabalho e Liberdade) bloquearam nesta segunda-feira, por uma hora e meia, a BR-101, na altura do quilômetro 114, entre os municípios de Cabo de Santo Agostinho e Escada, em Pernambuco.

Os sem-terra fecharam a estrada com paus, pedras e pneus em chamas, provocando um engarrafamento de mais de cinco quilômetros. O trecho só foi liberado após a chegada da Polícia Rodoviária Federal e da Polícia Militar.

A ação teve como finalidade pressionar o Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária) a agilizar o processo de vistorias em sete áreas destinadas à reforma agrária, na Zona da Mata.

O superintendente do Instituto, João Farias, está em Brasília. Ele afirmou por telefone que os trabalhos de vistoria só poderão ser retomados quando acabar a greve dos funcionários do Incra, que já dura quase um mês.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;