Fechar
Publicidade

Sábado, 4 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

São Paulo sonha com Guiñazu para a disputa da Libertadores

Tricolor pode definir a contratação do argentino
na terça-feira, após reunião envolvendo as partes


Carlos Tadeu
Especial para o Diário

20/12/2009 | 07:00


O argentino Guiñazu deve reforçar o São Paulo no ano que vem. A oficialização pode acontecer na terça-feira, depois de reunião envolvendo as partes. O volante, que tem contrato com o Internacional até junho de 2010, chegaria como um dos principais nomes para deixar o time do Morumbi mais forte visando a conquista da Copa Libertadores da América, principal objetivo do clube na temporada.

Já são cinco os nomes que farão parte do elenco no próximo ano: os zagueiros André Luís e Xandão, os meio-campistas Léo Lima e Marcelinho Paraíba, além do atacante Fernandinho. Carlinhos Paraíba, do Coritiba, também deve acertar nos próximos dias.

Os próximos alvos, porém, esbarram em vínculos com outros clubes e a diretoria não pretende abrir o cofre para contratá-los. São nomes de peso, como Breno, Cicinho e Fernandão. Mas eles só virão caso consigam liberação junto às equipes que defendem. O São Paulo não deverá fazer esforços financeiros para arcar com multas rescisórias.

"Nossa política é essa. Nada justifica esse tipo de investimento. Esses jogadores interessam desde que venham sem ônus e com salários condizentes com o que podemos pagar", decretou o vice-presidente de futebol, Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco.

OSCAR - O meio-campista Oscar, de apenas 18 anos, conseguiu na Justiça a liberação contratual do clube. A notícia pegou o departamento jurídico do São Paulo de surpresa. No entanto, não assustou ninguém.

Edgar Galvão, gerente de futebol, e Kalil Rocha Abdalla, diretor jurídico do clube do Morumbi, foram informados sobre as alegações do jovem atleta para obter o desligamento da equipe e mostraram total tranquilidade em reverter a decisão da Justiça.

"Não vou falar pelo São Paulo, pois ainda não me reuni com a diretoria para definirmos uma estratégia, mas, como advogado, posso assegurar que não vejo nada de estratosférico no caso", adiantou Galvão. "Asseguro que, tão logo a juíza nos escute, fará a reconsideração, pois a alegação é toda muito subjetiva e tem poucas chances de ser sustentada", completou o gerente. (com Agências)



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

São Paulo sonha com Guiñazu para a disputa da Libertadores

Tricolor pode definir a contratação do argentino
na terça-feira, após reunião envolvendo as partes

Carlos Tadeu
Especial para o Diário

20/12/2009 | 07:00


O argentino Guiñazu deve reforçar o São Paulo no ano que vem. A oficialização pode acontecer na terça-feira, depois de reunião envolvendo as partes. O volante, que tem contrato com o Internacional até junho de 2010, chegaria como um dos principais nomes para deixar o time do Morumbi mais forte visando a conquista da Copa Libertadores da América, principal objetivo do clube na temporada.

Já são cinco os nomes que farão parte do elenco no próximo ano: os zagueiros André Luís e Xandão, os meio-campistas Léo Lima e Marcelinho Paraíba, além do atacante Fernandinho. Carlinhos Paraíba, do Coritiba, também deve acertar nos próximos dias.

Os próximos alvos, porém, esbarram em vínculos com outros clubes e a diretoria não pretende abrir o cofre para contratá-los. São nomes de peso, como Breno, Cicinho e Fernandão. Mas eles só virão caso consigam liberação junto às equipes que defendem. O São Paulo não deverá fazer esforços financeiros para arcar com multas rescisórias.

"Nossa política é essa. Nada justifica esse tipo de investimento. Esses jogadores interessam desde que venham sem ônus e com salários condizentes com o que podemos pagar", decretou o vice-presidente de futebol, Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco.

OSCAR - O meio-campista Oscar, de apenas 18 anos, conseguiu na Justiça a liberação contratual do clube. A notícia pegou o departamento jurídico do São Paulo de surpresa. No entanto, não assustou ninguém.

Edgar Galvão, gerente de futebol, e Kalil Rocha Abdalla, diretor jurídico do clube do Morumbi, foram informados sobre as alegações do jovem atleta para obter o desligamento da equipe e mostraram total tranquilidade em reverter a decisão da Justiça.

"Não vou falar pelo São Paulo, pois ainda não me reuni com a diretoria para definirmos uma estratégia, mas, como advogado, posso assegurar que não vejo nada de estratosférico no caso", adiantou Galvão. "Asseguro que, tão logo a juíza nos escute, fará a reconsideração, pois a alegação é toda muito subjetiva e tem poucas chances de ser sustentada", completou o gerente. (com Agências)

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;