Fechar
Publicidade

Sábado, 15 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Petrobras investe US$ 3,12 bi na reforma da Revap



15/12/2009 | 07:00


A Petrobras está investindo US$ 3,12 bilhões na modernização da Revap (Refinaria Henrique Lage), em São José dos Campos, responsável por 14% do processamento de petróleo no País.

Na manhã de ontem, a refinaria recebeu a visita do presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli, que informou que os aportes realizados na unidade são destinados à melhora da qualidade dos produtos, levando também em consideração a otimização energética e questões ambientais.

Gabrielli destacou que a Revap já processou e refinou o óleo de Tupi. "Os resultados de performance foram excelentes", observou. A Revap tem especialidade na produção de querosene de aviação (QAV) e derivados médios, sendo importadora de óleo leve. A expectativa é de que, com a entrada dos campos do pré-sal em escala comercial de produção, não exista mais a necessidade de comprar óleo fora do País. "Com a entrada desses campos, vamos produzir derivados 100% nacionais", disse o gerente geral da Revap, Claudio Pimentel.

Estão em andamento na Revap os trabalhos de construção das unidades de gasolina e a montagem eletromecânica das unidades de coque e diesel. A fábrica de eteno e a unidade de tratamento de hidrocarboneto de refinaria já passaram por reformas. As melhorias das unidades devem estar concluídas até 2011.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Petrobras investe US$ 3,12 bi na reforma da Revap


15/12/2009 | 07:00


A Petrobras está investindo US$ 3,12 bilhões na modernização da Revap (Refinaria Henrique Lage), em São José dos Campos, responsável por 14% do processamento de petróleo no País.

Na manhã de ontem, a refinaria recebeu a visita do presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli, que informou que os aportes realizados na unidade são destinados à melhora da qualidade dos produtos, levando também em consideração a otimização energética e questões ambientais.

Gabrielli destacou que a Revap já processou e refinou o óleo de Tupi. "Os resultados de performance foram excelentes", observou. A Revap tem especialidade na produção de querosene de aviação (QAV) e derivados médios, sendo importadora de óleo leve. A expectativa é de que, com a entrada dos campos do pré-sal em escala comercial de produção, não exista mais a necessidade de comprar óleo fora do País. "Com a entrada desses campos, vamos produzir derivados 100% nacionais", disse o gerente geral da Revap, Claudio Pimentel.

Estão em andamento na Revap os trabalhos de construção das unidades de gasolina e a montagem eletromecânica das unidades de coque e diesel. A fábrica de eteno e a unidade de tratamento de hidrocarboneto de refinaria já passaram por reformas. As melhorias das unidades devem estar concluídas até 2011.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;