Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 13 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Fenômeno do samba


Cristie Buchdid
Do Diário do Grande ABC

14/10/2010 | 07:23


Como explicar o sucesso do grupo Exaltasamba, nascido no Grande ABC? É um dos poucos que sobreviveu ao fim do modismo pagodeiro que invadiu rádios FM e casas noturnas na década de 1990, conquistando diversas classes sociais. No ano que vem, o grupo completará jubileu de prata, mas as comemorações começam amanhã, com bis no fim de semana, em shows de lançamento do CD e do DVD Exalta 25 anos, no Credicard Hall, em São Paulo.

Outro momento importante será o primeiro cruzeiro temático com o Exaltasamba, em janeiro. "As cabines estão esgotadas há dois meses", diz o vocalista Thiaguinho, que também toca banjo. O segredo do sucesso talvez seja a conquista de espaço em eventos de outros gêneros musicais. No Carnaval de Salvador, dominado por axé, eles fazem sucesso sobre o trio elétrico Exaltamaníacos desde 2008. Na Festa do Peão de Boiadeiro de Barretos, evento típico country e sertanejo, os meninos são aplaudidos há três anos consecutivos. "Quem não vive o samba ou do samba, acha que está parado, mas o samba tem sua força, tanto que nunca fizemos um show vazio. Hoje vivemos nossa melhor fase em tudo: em relação à execução, ao cachê e ultrapassamos o limite do gênero. Tocamos em eventos de rock, axé, sertanejo... Tem gente que diz que não gosta de pagode, mas gosta de Exalta", diz Thiaguinho, que morou em Santo André.

Ampliar o público em praças de outros ritmos não foi estratégico. "A música foi nos levando para esses caminhos. Nossa canção vem atingindo status pop e hoje estamos em circuitos nos quais nem pensávamos entrar", revela Thiaguinho, que divide o palco com Péricles (vocal e banjo) e Thel (tantã) - ambos de Santo André -, Pinha (repique de mão), de São Bernardo, e Brilhantina (cavaquinho), que morou em São Caetano.

Ousadia - O DVD (R$ 30) e CD Exalta 25 Anos (R$ 20) - que já estão à venda - revelam a força desse fenômeno do samba. A gravação do quarto DVD do grupo, em junho, reuniu 35 mil pessoas no Estádio do Palmeiras em São Paulo e teve como anfitriã a atriz Regina Casé. "Poucos artistas fizeram isso no Brasil. É o nosso trabalho mais ousado, por ter sido gravado em estádio", diz Thiaguinho. Com cenário de Zé Carratu e direção de Joana Mazzuchelli, a gravação teve qualidade internacional ao contar com sistema de iluminação e mesmo palco usado pelo Aerosmith.

Diferentemente do que o público poderia esperar, o álbum não reflete coletânea de seus sucessos. Das 24 canções, 16 são inéditas. As oito regravações são de hits que influenciaram a carreira.

Boa parte das composições é de Thiaguinho, que já criou cerca de 30 músicas para o Exalta em oito anos no grupo. Entre as inéditas, Tá Vendo Aquela Lua. "Já é a mais tocada no Brasil", diz Thiaguinho. Quero Ter Você (de Péricles) e Um Minuto (Oscar Tintel) são outras novidades que prometem.

A aproximação do Exalta com eventos de outros gêneros musicais também se reflete nos convidados do DVD/CD. A Orquestra Versão Brasileira, regida por Serguei Eliazar de Carvalho, participou de 12 faixas.

O funk do Rio ganhou espaço com MC Catra, no hit A Gente Faz a Festa. A dupla Chitãozinho & Xororó deu pitada sertaneja à música Minha Razão. Na faixa Uma Carta para Deus, participação do Padre Reginaldo Manzotti. A cantora e atriz Mariana Rios e o cantor e compositor Rodriguinho também marcam presença. A turnê de divulgação deve durar um ano e meio e passará pelo Grande ABC no dia 5 de dezembro, em show em parceria com a banda de axé Jammil e Uma Noites, na Estância Alto da Serra (Estrada Névio Carlone, 3, Riacho Grande, São Bernardo - Estrada Velha de Santos. Tel.: 4101-5000).

Exalta 25 Anos. Shows de lançamento do DVD e CD. No Credicard Hall. Na Avenida das Nações Unidas, 17.955, Santo Amaro, São Paulo. Amanhã e sábado, às 22h30, e domingo, às 18h. Ingr.: R$ 25 (meia entrada na plateia superior) a R$ 150 (pista premium). Vendas na bilheteria do Credicard Hall, pela internet (www.ticketsforfun.com.br) ou pelo telefone 4003-5588 e em pontos de vendas. Informações: 4003-6464.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;