Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 17 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Polícia investiga supostas irregularidades no PAS


Do Diário do Grande ABC

20/08/1999 | 20:59


A polícia investiga possíveis irregularidades em compras efetuadas pelo módulo 7 do extinto Plano de Atendimento à Saúde (PAS). Análise feita em documentos apreendidos no módulo, há cerca de um mês, revelou que pelo menos três empresas que tiveram a licença cassada pela Secretaria Estadual da Fazenda emitiram notas fiscais para o PAS nos anos de 1996 e 1997. O valor total das notas analisadas é de cerca de R$ 200 mil.

Os delegados da força-tarefa que investigam a máfia dos fiscais na administraçao municipal disseram desconfiar que os valores registrados nas notas foram superfaturados. Em suas investigaçoes, eles pretendem apurar também se as empresas realmente forneceram os produtos descritos ou se as notas foram uma forma de cobrir eventuais desvios de verbas do módulo. Os delegados chamaram a atençao para o fato de que todos os valores descritos nas notas foram pagos pelo PAS, apesar das irregularidades constatadas nas empresas.

Cassada - Uma das empresas, a Osiview Comércio e Serviços de Informática, está impedida de emitir notas fiscais desde janeiro de 1994, segundo apuraram os delegados que conduzem o inquérito policial que investiga o módulo 7. Mesmo assim, foram encontradas notas emitidas para o PAS em 1996 e 1997, no valor total de R$ 47 mil.

Outra empresa, a Zoroastro Empresa Comércio e Representaçoes, teve a inscriçao cassada pela Secretaria da Fazenda em abril de 1990, mas também vendeu produtos para o PAS em 1996 e 1997, segundo os policiais. O telefone da Osiview e da Zoroastro nao constam no catálogo telefônico.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;