Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 30 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Vereadores retomam defesa do monotrilho

Banco de dados Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Parlamentares pretendem recriar frente parlamentar formada no ano passado para debater modal


Daniel Tossato
Do Diário do Grande ABC

09/07/2020 | 00:01


Após grupo chinês BYD demonstrar interesse em retomar o projeto da Linha 18-Bronze do Metrô em sua concepção original, ou seja, por monotrilho, vereadores do Grande ABC pretendem recriar frente parlamentar que foi elaborada para acompanhar o projeto no ano passado, antes de o governo do Estado enterrar o modal e adotar o BRT (sigla em inglês para transporte rápido por ônibus) para o ramal.

Uma das primeiras ações do colegiado é enviar ofício ao secretário de Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy, ainda hoje, pedindo informações sobre o resgate do projeto.

Conforme o presidente do antigo bloco, o vereador Fábio Lopes (Cidadania-Santo André), e o vice-presidente da frente parlamentar, vereador Adelto Cachorrão (Republicanos-Mauá), a intenção é retomar as atividades do colegiado e estender o debate dos impactos da proposta em todas as sete cidades.

“Vamos chamar os vereadores que já participavam deste grupo e vamos iniciar o debate novamente. É de suma importância que os vereadores sejam ouvidos. Já conversei com o Fábio Lopes e a intenção é enviar um ofício para Baldy amanhã (hoje)”, disse Adelto Cachorrão.

No ano passado, o grupo se dissolveu sem conseguir encontro com o secretário dos Transportes Metropolitanos. Agenda chegou a ser marcada, mas foi ignorada por Baldy e pelo governador do Estado, João Doria (PSDB). Logo depois, o Palácio dos Bandeirantes acabou anunciando o BRT e engavetando o projeto do monotrilho para a região.

“Adelto e eu já conversamos hoje (ontem). Vamos retomar este grupo. Já mandei ofícios para o Consórcio Intermunicipal do Grande ABC e irei mandar ao próprio secretário Baldy. E com as respostas oficiais, a gente vai ver qual é a medida que o grupo vai tomar”, declarou Fábio Lopes.

No início da semana, o prefeito de Rio Grande da Serra e presidente do Consórcio, Gabriel Maranhão (Cidadania), apresentou a proposta do grupo BYD ao secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi. O tema foi transferido à pasta de Baldy, que analisa se há viabilidade técnica e jurídica para avançar.

O grupo chinês tem intenção de tocar o projeto do monotrilho conforme o planejamento apresentado pelo governo do Estado em 2014. Para isso, o BYD estaria disposto a aportar dinheiro, mão de obra especializada, equipamento específico e até a adquirir o Consórcio Vem ABC, que venceu a PPP (Parceria Público-Privada) para tirar o transporte do papel.

No ano passado, além de Lopes e Cachorrão, integravam o grupo os vereadores Vanderley Cavalcante da Silva, o Neycar (SD), de Mauá; Ricardo Andrejuk (PSDB), de São Caetano; Rogério do Açougue (PSB); e Silvino Castro (Republicanos), de Ribeirão Pires; e Jhol Jhol (PP), de Rio Grande da Serra. O Legislativo de São Bernardo não enviou parlamentar e sequer havia debatido a questão.

À época, a intenção do bloco era pressionar o governo do Estado a escolher pelo modal monotrilho em vez do BRT. O grupo de vereadores chegou a se reunir com o GT (Grupo de Trabalho) de mobilidade do Consórcio para debater quais eram as melhores opções de transporte para a região.
 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Vereadores retomam defesa do monotrilho

Parlamentares pretendem recriar frente parlamentar formada no ano passado para debater modal

Daniel Tossato
Do Diário do Grande ABC

09/07/2020 | 00:01


Após grupo chinês BYD demonstrar interesse em retomar o projeto da Linha 18-Bronze do Metrô em sua concepção original, ou seja, por monotrilho, vereadores do Grande ABC pretendem recriar frente parlamentar que foi elaborada para acompanhar o projeto no ano passado, antes de o governo do Estado enterrar o modal e adotar o BRT (sigla em inglês para transporte rápido por ônibus) para o ramal.

Uma das primeiras ações do colegiado é enviar ofício ao secretário de Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy, ainda hoje, pedindo informações sobre o resgate do projeto.

Conforme o presidente do antigo bloco, o vereador Fábio Lopes (Cidadania-Santo André), e o vice-presidente da frente parlamentar, vereador Adelto Cachorrão (Republicanos-Mauá), a intenção é retomar as atividades do colegiado e estender o debate dos impactos da proposta em todas as sete cidades.

“Vamos chamar os vereadores que já participavam deste grupo e vamos iniciar o debate novamente. É de suma importância que os vereadores sejam ouvidos. Já conversei com o Fábio Lopes e a intenção é enviar um ofício para Baldy amanhã (hoje)”, disse Adelto Cachorrão.

No ano passado, o grupo se dissolveu sem conseguir encontro com o secretário dos Transportes Metropolitanos. Agenda chegou a ser marcada, mas foi ignorada por Baldy e pelo governador do Estado, João Doria (PSDB). Logo depois, o Palácio dos Bandeirantes acabou anunciando o BRT e engavetando o projeto do monotrilho para a região.

“Adelto e eu já conversamos hoje (ontem). Vamos retomar este grupo. Já mandei ofícios para o Consórcio Intermunicipal do Grande ABC e irei mandar ao próprio secretário Baldy. E com as respostas oficiais, a gente vai ver qual é a medida que o grupo vai tomar”, declarou Fábio Lopes.

No início da semana, o prefeito de Rio Grande da Serra e presidente do Consórcio, Gabriel Maranhão (Cidadania), apresentou a proposta do grupo BYD ao secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi. O tema foi transferido à pasta de Baldy, que analisa se há viabilidade técnica e jurídica para avançar.

O grupo chinês tem intenção de tocar o projeto do monotrilho conforme o planejamento apresentado pelo governo do Estado em 2014. Para isso, o BYD estaria disposto a aportar dinheiro, mão de obra especializada, equipamento específico e até a adquirir o Consórcio Vem ABC, que venceu a PPP (Parceria Público-Privada) para tirar o transporte do papel.

No ano passado, além de Lopes e Cachorrão, integravam o grupo os vereadores Vanderley Cavalcante da Silva, o Neycar (SD), de Mauá; Ricardo Andrejuk (PSDB), de São Caetano; Rogério do Açougue (PSB); e Silvino Castro (Republicanos), de Ribeirão Pires; e Jhol Jhol (PP), de Rio Grande da Serra. O Legislativo de São Bernardo não enviou parlamentar e sequer havia debatido a questão.

À época, a intenção do bloco era pressionar o governo do Estado a escolher pelo modal monotrilho em vez do BRT. O grupo de vereadores chegou a se reunir com o GT (Grupo de Trabalho) de mobilidade do Consórcio para debater quais eram as melhores opções de transporte para a região.
 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;