Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 20 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Diminui interesse por Marcelinho Carioca


Angelo Verotti
Do Diário do Grande ABC
Com Agências

24/08/2001 | 00:12


Diferentemente do que previa a diretoria do Corinthians, a fixação do valor do atestado liberatório do meia Marcelinho Carioca não deverá facilitar a transferência do jogador para outra equipe, como queriam os dirigentes. Muitos clubes apontados como prováveis destinos do jogador, que já teriam até mesmo feito propostas para contratá-lo, não se mostraram muito entusiasmados com a atitude do alvinegro. Eles pretendiam contratar o jogador por empréstimo e não em definitivo.

Para o presidente do Fluminense, Marcelo Penha, a nova postura adotada pela diretoria corintiana acabou com as esperanças do clube de contar com o jogador. “Não temos esse dinheiro. O Fluminense está fora”, disse. O Botafogo-RJ, que também mostrava interesse na contratação do atleta, adotou postura semelhante.

A rejeição a Marcelinho, que já era grande, parece ter aumentado depois da seqüência de confusões. Um dos exemplos mais fortes é o Cruzeiro, clube que também conta com a parceria do fundo norte-americano de investimentos HMTF, o mesmo do Corinthians. “O Marcelinho nem de graça”, disse Valdir Barbosa, assessor do presidente do clube, Zezé Perrela.

Depois da vitória por 2 a 0 sobre o Cruzeiro, quarta-feira, em Ipatinga, pela Copa Mercosul, a delegação do Corinthians desembarcou nesta quinta em São Paulo indignada com o comportamento da torcida e da imprensa que, segundo jogadores e dirigentes, insistem em falar de intranqüilidade.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Diminui interesse por Marcelinho Carioca

Angelo Verotti
Do Diário do Grande ABC
Com Agências

24/08/2001 | 00:12


Diferentemente do que previa a diretoria do Corinthians, a fixação do valor do atestado liberatório do meia Marcelinho Carioca não deverá facilitar a transferência do jogador para outra equipe, como queriam os dirigentes. Muitos clubes apontados como prováveis destinos do jogador, que já teriam até mesmo feito propostas para contratá-lo, não se mostraram muito entusiasmados com a atitude do alvinegro. Eles pretendiam contratar o jogador por empréstimo e não em definitivo.

Para o presidente do Fluminense, Marcelo Penha, a nova postura adotada pela diretoria corintiana acabou com as esperanças do clube de contar com o jogador. “Não temos esse dinheiro. O Fluminense está fora”, disse. O Botafogo-RJ, que também mostrava interesse na contratação do atleta, adotou postura semelhante.

A rejeição a Marcelinho, que já era grande, parece ter aumentado depois da seqüência de confusões. Um dos exemplos mais fortes é o Cruzeiro, clube que também conta com a parceria do fundo norte-americano de investimentos HMTF, o mesmo do Corinthians. “O Marcelinho nem de graça”, disse Valdir Barbosa, assessor do presidente do clube, Zezé Perrela.

Depois da vitória por 2 a 0 sobre o Cruzeiro, quarta-feira, em Ipatinga, pela Copa Mercosul, a delegação do Corinthians desembarcou nesta quinta em São Paulo indignada com o comportamento da torcida e da imprensa que, segundo jogadores e dirigentes, insistem em falar de intranqüilidade.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;