Fechar
Publicidade

Sábado, 8 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

À deriva, Azulão visita Ferroviária e pode antecipar vaga na semifinal

Reprodução/Instagram Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Clube está sem presidente desde quarta-feira, quando Nairo Ferreira pediu afastamento


Anderson Fattori
Do Diário do Grande ABC

12/10/2019 | 07:00


O São Caetano faz hoje a primeira partida em 30 anos sem que o clube seja presidido por Nairo Ferreira de Souza. O dirigente pediu afastamento na quarta-feira, alegando que passará por tratamento médico, mas não deu detalhes. O vice, Roberto Campi, conhecido como Bia, ainda não assumiu, ou seja, o time enfrenta a Ferroviária, às 18h, em Araraquara como um navio à deriva.

Por enquanto, os problemas de bastidores não geraram reflexos em campo. O Azulão vai bem na Copa Paulista, tanto que se vencer a Ferroviária hoje garante matematicamente vaga na semifinal com duas rodadas para o fim da terceira fase. Líder do grupo, com sete pontos, ao lado do Mirassol – que amanhã, às 10h, enfrenta o lanterna Santo André –, chegará aos dez pontos em caso de resultado positivo em Araraquara e não poderia mais ser alcançado nem pelos andreenses, que ainda não pontuaram nesta fase, e nem pela Ferroviária, que soma três pontos e chegaria, no máximo, aos nove.

“Digo sempre aos jogadores que o objetivo precisa ser buscado a todo instante. Não podemos em momento algum fraquejar ou achar que está tudo ganho. Temos ainda três jogos pela frente”, cobrou o técnico Marcelo Vilar. “Se conseguirmos fazer com que na última partida já estejamos classificados, melhor ainda. Para não deixarmos essa definição para a rodada final, vamos encarar o jogo em Araraquara como verdadeira decisão”, acrescentou o treinador.

Os times se enfrentaram na semana passada, no Grande ABC, e o Azulão venceu por 1 a 0, com gol do volante Mazinho. Hoje, mesmo atuando no Interior, o time espera repetir o posicionamento ofensivo para conquistar a vitória. “A intenção é que o São Caetano tenha a mesma postura que teve em casa. Mas cada jogo possui sua nuance. Na partida passada observamos a qualidade do adversário e os pontos fortes. Nosso objetivo então é anular esses pontos fortes e fazer uma boa exibição”, afirmou o treinador, que não poderá contar com o volante Esley, que vai cumprir o segundo jogo de suspensão pela expulsão no duelo diante do Mirassol, válido pela segunda rodada, quando deu cotovelada no adversário. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

À deriva, Azulão visita Ferroviária e pode antecipar vaga na semifinal

Clube está sem presidente desde quarta-feira, quando Nairo Ferreira pediu afastamento

Anderson Fattori
Do Diário do Grande ABC

12/10/2019 | 07:00


O São Caetano faz hoje a primeira partida em 30 anos sem que o clube seja presidido por Nairo Ferreira de Souza. O dirigente pediu afastamento na quarta-feira, alegando que passará por tratamento médico, mas não deu detalhes. O vice, Roberto Campi, conhecido como Bia, ainda não assumiu, ou seja, o time enfrenta a Ferroviária, às 18h, em Araraquara como um navio à deriva.

Por enquanto, os problemas de bastidores não geraram reflexos em campo. O Azulão vai bem na Copa Paulista, tanto que se vencer a Ferroviária hoje garante matematicamente vaga na semifinal com duas rodadas para o fim da terceira fase. Líder do grupo, com sete pontos, ao lado do Mirassol – que amanhã, às 10h, enfrenta o lanterna Santo André –, chegará aos dez pontos em caso de resultado positivo em Araraquara e não poderia mais ser alcançado nem pelos andreenses, que ainda não pontuaram nesta fase, e nem pela Ferroviária, que soma três pontos e chegaria, no máximo, aos nove.

“Digo sempre aos jogadores que o objetivo precisa ser buscado a todo instante. Não podemos em momento algum fraquejar ou achar que está tudo ganho. Temos ainda três jogos pela frente”, cobrou o técnico Marcelo Vilar. “Se conseguirmos fazer com que na última partida já estejamos classificados, melhor ainda. Para não deixarmos essa definição para a rodada final, vamos encarar o jogo em Araraquara como verdadeira decisão”, acrescentou o treinador.

Os times se enfrentaram na semana passada, no Grande ABC, e o Azulão venceu por 1 a 0, com gol do volante Mazinho. Hoje, mesmo atuando no Interior, o time espera repetir o posicionamento ofensivo para conquistar a vitória. “A intenção é que o São Caetano tenha a mesma postura que teve em casa. Mas cada jogo possui sua nuance. Na partida passada observamos a qualidade do adversário e os pontos fortes. Nosso objetivo então é anular esses pontos fortes e fazer uma boa exibição”, afirmou o treinador, que não poderá contar com o volante Esley, que vai cumprir o segundo jogo de suspensão pela expulsão no duelo diante do Mirassol, válido pela segunda rodada, quando deu cotovelada no adversário. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;