Fechar
Publicidade

Domingo, 20 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Fim de semana em hotéis da região no melhor estilo turista para relaxar


Andrea Catão
Do Diário do Grande ABC

15/01/2006 | 08:53


Quem vai amargar o mês de janeiro e fevereiro em casa por conta do trabalho ou está com o orçamento apertado para se aventurar numa grande viagem, mas quer desfrutar de uma estrutura hoteleira para relaxar, encontra no Grande ABC uma série de alternativas para passar o fim de semana no melhor estilo turista e com conforto. O investimento maciço das grandes redes de hotéis na região não deve nada em termos de hospedagem e serviços para cidades com forte apelo turístico. Quartos decorados com bom gosto, preços baixos nos fins de semana, serviço de quarto e café da manhã incluso são algumas das opções que os estabelecimentos oferecem neste mês de férias.

Optar pela hospedagem nos fins de semana é a melhor pedida para quem pretende fugir da correria do dia-a-dia. Em geral, as redes oferecem preços mais baixos em comparação às diárias nos dias úteis. Pelo menos por enquanto, o Grande ABC não tem estrutura para atrair turistas, portanto, os hotéis servem quase que exclusivamente a empresários e pessoas que estejam a trabalho na região. Por conta disso, as tarifas são mais caras de segunda a sexta-feira, quando os estabelecimentos estão com quase todos os apartamentos ocupados.

As redes informam que nos dias úteis os apartamentos ficam cheios de pessoas de outras cidades e Estados e do exterior. Nos fins de semana, a situação é inversa. “Já existe uma tendência de casais e até mesmo famílias se hospedarem nos fins de semana nos hotéis. Os preços são atrativos e as pessoas querem ter um tempo para elas, como se estivessem a passeio. Aproveitam a estrutura do hotel, mas saem para fazer compras, refeições ou ir ao cinema”, conta Dalton Teixeira Filho, executivo de contas do Quality Suites, de Santo André, da rede Atlântica.

Ele afirma que o estabelecimento que representa oferece a melhor estrutura de lazer da região. Estão inclusos na diária o uso da piscina, saunas seca e a vapor e sala de ginástica. O hotel também disponibiliza serviço de massagem, sendo que apenas a primeira sessão está inclusa. O café da manhã e o estacionamento são por conta da diária.

O Park Plaza, em São Bernardo, da rede Challenger, acomoda crianças no mesmo quarto que os pais. O gerente Clóvis Castel diz que esse é o diferencial do estabelecimento. “Como São Bernardo tem parques e uma série de atrações para as crianças, em geral, recebemos muitas famílias aos sábados e domingos.” Ele conta que o hotel também oferece serviço exclusivo para recém-casados. Duas suítes, que têm dois ambientes e banheira de hidromassagem, são disponibilizadas para casais em lua-de-mel. Também há o restaurante que funciona no almoço e no jantar – diferente da maioria que só oferece jantar – e uma série de atividades de lazer aos hóspedes, como piscina, sauna, quadra e sala de ginástica.

Já no Parthenon Saint Moritz Flat, da rede Accor, em São Bernardo, tem a chamada diária cultural nos fins de semana. José Galdino Neto, chefe de recepção, diz que a diária é mais baixa para quem optar por essa alternativa. No entanto, se faz obrigatória a apresentação de ingresso a cinemas, teatros, shows, museus ou qualquer outra atividade cultural. Os quartos têm sala, quarto, cozinha e banheira de hidromassagem. “Também é possível acomodar uma família no mesmo quarto, para quem pretende se hospedar com as crianças”, afirma Galdino.

A maior parte dos hotéis do Grande ABC oferecem aos hóspedes quartos estilo flat, mais amplos que os habituais, com TV a cabo e acesso à internet. Também oferecem serviço de quarto e estacionamento gratuito, embora tenham muitos que cobram o café da manhã à parte a fim de não encarecer a hospedagem.

Econômico – Sem serviço de quarto e outras mordomias típicas da primeira classe, existem estabelecimentos que oferecem a diária econômica com a mesma estrutura encontrada em outros hotéis, mas não oferece os serviços que encarecem a hospedagem. Também da rede Accor, o Ibis Santo André tem a diária mais baixa dentre os hotéis de alto padrão do Grande ABC, mas os quartos oferecem a estrutura necessária para se passar uma noite com conforto. Os apartamentos têm geladeira, mas é preciso que o cliente sirva-se antes no bar, serviço aberto 24 horas.

Em Mauá, o Villa Brites também oferece serviço semelhante. Os apartamentos têm diárias mais baixas, principalmente nos fins de semana. A exemplo dos demais, recebe nos dias úteis empresários e pessoas que estejam na região a trabalho.

Exceção – Na região, o único hotel que tem diárias mais caras nos fins de semana é o Estância Pilar, em Ribeirão Pires. Inserido em meio à paisagem de Mata Atlântica e clima serrano, quem se hospeda é para desfrutar a estrutura de lazer. O hotel, com ampla área verde, tem playgrounds e até um lago para pesca esportiva. É ideal para hospedagem em família.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Fim de semana em hotéis da região no melhor estilo turista para relaxar

Andrea Catão
Do Diário do Grande ABC

15/01/2006 | 08:53


Quem vai amargar o mês de janeiro e fevereiro em casa por conta do trabalho ou está com o orçamento apertado para se aventurar numa grande viagem, mas quer desfrutar de uma estrutura hoteleira para relaxar, encontra no Grande ABC uma série de alternativas para passar o fim de semana no melhor estilo turista e com conforto. O investimento maciço das grandes redes de hotéis na região não deve nada em termos de hospedagem e serviços para cidades com forte apelo turístico. Quartos decorados com bom gosto, preços baixos nos fins de semana, serviço de quarto e café da manhã incluso são algumas das opções que os estabelecimentos oferecem neste mês de férias.

Optar pela hospedagem nos fins de semana é a melhor pedida para quem pretende fugir da correria do dia-a-dia. Em geral, as redes oferecem preços mais baixos em comparação às diárias nos dias úteis. Pelo menos por enquanto, o Grande ABC não tem estrutura para atrair turistas, portanto, os hotéis servem quase que exclusivamente a empresários e pessoas que estejam a trabalho na região. Por conta disso, as tarifas são mais caras de segunda a sexta-feira, quando os estabelecimentos estão com quase todos os apartamentos ocupados.

As redes informam que nos dias úteis os apartamentos ficam cheios de pessoas de outras cidades e Estados e do exterior. Nos fins de semana, a situação é inversa. “Já existe uma tendência de casais e até mesmo famílias se hospedarem nos fins de semana nos hotéis. Os preços são atrativos e as pessoas querem ter um tempo para elas, como se estivessem a passeio. Aproveitam a estrutura do hotel, mas saem para fazer compras, refeições ou ir ao cinema”, conta Dalton Teixeira Filho, executivo de contas do Quality Suites, de Santo André, da rede Atlântica.

Ele afirma que o estabelecimento que representa oferece a melhor estrutura de lazer da região. Estão inclusos na diária o uso da piscina, saunas seca e a vapor e sala de ginástica. O hotel também disponibiliza serviço de massagem, sendo que apenas a primeira sessão está inclusa. O café da manhã e o estacionamento são por conta da diária.

O Park Plaza, em São Bernardo, da rede Challenger, acomoda crianças no mesmo quarto que os pais. O gerente Clóvis Castel diz que esse é o diferencial do estabelecimento. “Como São Bernardo tem parques e uma série de atrações para as crianças, em geral, recebemos muitas famílias aos sábados e domingos.” Ele conta que o hotel também oferece serviço exclusivo para recém-casados. Duas suítes, que têm dois ambientes e banheira de hidromassagem, são disponibilizadas para casais em lua-de-mel. Também há o restaurante que funciona no almoço e no jantar – diferente da maioria que só oferece jantar – e uma série de atividades de lazer aos hóspedes, como piscina, sauna, quadra e sala de ginástica.

Já no Parthenon Saint Moritz Flat, da rede Accor, em São Bernardo, tem a chamada diária cultural nos fins de semana. José Galdino Neto, chefe de recepção, diz que a diária é mais baixa para quem optar por essa alternativa. No entanto, se faz obrigatória a apresentação de ingresso a cinemas, teatros, shows, museus ou qualquer outra atividade cultural. Os quartos têm sala, quarto, cozinha e banheira de hidromassagem. “Também é possível acomodar uma família no mesmo quarto, para quem pretende se hospedar com as crianças”, afirma Galdino.

A maior parte dos hotéis do Grande ABC oferecem aos hóspedes quartos estilo flat, mais amplos que os habituais, com TV a cabo e acesso à internet. Também oferecem serviço de quarto e estacionamento gratuito, embora tenham muitos que cobram o café da manhã à parte a fim de não encarecer a hospedagem.

Econômico – Sem serviço de quarto e outras mordomias típicas da primeira classe, existem estabelecimentos que oferecem a diária econômica com a mesma estrutura encontrada em outros hotéis, mas não oferece os serviços que encarecem a hospedagem. Também da rede Accor, o Ibis Santo André tem a diária mais baixa dentre os hotéis de alto padrão do Grande ABC, mas os quartos oferecem a estrutura necessária para se passar uma noite com conforto. Os apartamentos têm geladeira, mas é preciso que o cliente sirva-se antes no bar, serviço aberto 24 horas.

Em Mauá, o Villa Brites também oferece serviço semelhante. Os apartamentos têm diárias mais baixas, principalmente nos fins de semana. A exemplo dos demais, recebe nos dias úteis empresários e pessoas que estejam na região a trabalho.

Exceção – Na região, o único hotel que tem diárias mais caras nos fins de semana é o Estância Pilar, em Ribeirão Pires. Inserido em meio à paisagem de Mata Atlântica e clima serrano, quem se hospeda é para desfrutar a estrutura de lazer. O hotel, com ampla área verde, tem playgrounds e até um lago para pesca esportiva. É ideal para hospedagem em família.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;