Fechar
Publicidade

Sábado, 11 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Marta amplia recorde e Brasil vence Canadá em torneio amistoso



17/12/2015 | 00:10


A atacante Marta ampliou seu recorde de gols com a camisa da seleção brasileira na noite desta quarta-feira ao ser decisiva na vitória sobre o Canadá por 2 a 1, na Arena das Dunas, em Natal, pelo Torneio Internacional de Natal. A jogadora chegou ao seu 101º gol com a amarelinha ao deixar sua marca mais uma vez na competição amistosa.

Assim, ela amplia seu recorde de gols, aumentando a vantagem sobre ninguém menos que Pelé. Marta alcançou o posto de maior goleador da seleção (entre homens e mulheres) ao superar o Rei do Futebol na goleada do Brasil sobre Trinidad e Tobago, na semana passada. Com cinco gols naquele jogo, desbancou Pelé, somando 98 contra 95. Agora tem 101 contra 95.

Marta foi decisiva nesta quarta ao balançar mais uma vez as redes e dar assistência para o segundo gol brasileiro. Ambos foram marcados na etapa inicial. No primeiro, a atacante cobrou falta com categoria e abriu o placar aos 11 minutos. Aos 39, ela recebeu pela esquerda dentro da área e deu passe para Debinha, livre de marcação, só bater para as redes.

Sem se abater, a equipe canadense descontou antes do intervalo. Aos 42, em jogada semelhante a que resultou no segundo gol brasileiro, Belanger completou para o gol. Mas a reação não foi além disso. No segundo tempo, o Brasil manteve o domínio e até teve chance para ampliar a vantagem.

Nos minutos finais, as duas seleções desaceleraram o ritmo porque já estavam classificadas para a final, em novo confronto entre brasileiras e canadenses, no domingo. Poupada em boa parte da segunda etapa, Marta minimizou as dores que apontou ao longo do jogo, em razão das entradas mais duras das canadenses, e prometeu empenho no fim de semana. "No domingo será a final e vamos ignorar as dores, os pisões. Vamos tratar agora para estar 100% para o domingo", afirmou Marta, em entrevista à Bandeirantes.

Marta não foi a única poupada pelo técnico Vadão no segundo tempo. Ele também sacou do time Debinha, Andressa Alves e Beatriz Zaneratto, substituídas por Raquel, Thais e Juliete. O time foi escalado com Bárbara; Poliana, Mônica, Rafaelle e Tamires; Thaisa, Formiga (Andressinha) e Marta (Gabi Nunes); Beatriz (Juliete), Andressa Alves (Thais) e Debinha (Raquel).



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Marta amplia recorde e Brasil vence Canadá em torneio amistoso


17/12/2015 | 00:10


A atacante Marta ampliou seu recorde de gols com a camisa da seleção brasileira na noite desta quarta-feira ao ser decisiva na vitória sobre o Canadá por 2 a 1, na Arena das Dunas, em Natal, pelo Torneio Internacional de Natal. A jogadora chegou ao seu 101º gol com a amarelinha ao deixar sua marca mais uma vez na competição amistosa.

Assim, ela amplia seu recorde de gols, aumentando a vantagem sobre ninguém menos que Pelé. Marta alcançou o posto de maior goleador da seleção (entre homens e mulheres) ao superar o Rei do Futebol na goleada do Brasil sobre Trinidad e Tobago, na semana passada. Com cinco gols naquele jogo, desbancou Pelé, somando 98 contra 95. Agora tem 101 contra 95.

Marta foi decisiva nesta quarta ao balançar mais uma vez as redes e dar assistência para o segundo gol brasileiro. Ambos foram marcados na etapa inicial. No primeiro, a atacante cobrou falta com categoria e abriu o placar aos 11 minutos. Aos 39, ela recebeu pela esquerda dentro da área e deu passe para Debinha, livre de marcação, só bater para as redes.

Sem se abater, a equipe canadense descontou antes do intervalo. Aos 42, em jogada semelhante a que resultou no segundo gol brasileiro, Belanger completou para o gol. Mas a reação não foi além disso. No segundo tempo, o Brasil manteve o domínio e até teve chance para ampliar a vantagem.

Nos minutos finais, as duas seleções desaceleraram o ritmo porque já estavam classificadas para a final, em novo confronto entre brasileiras e canadenses, no domingo. Poupada em boa parte da segunda etapa, Marta minimizou as dores que apontou ao longo do jogo, em razão das entradas mais duras das canadenses, e prometeu empenho no fim de semana. "No domingo será a final e vamos ignorar as dores, os pisões. Vamos tratar agora para estar 100% para o domingo", afirmou Marta, em entrevista à Bandeirantes.

Marta não foi a única poupada pelo técnico Vadão no segundo tempo. Ele também sacou do time Debinha, Andressa Alves e Beatriz Zaneratto, substituídas por Raquel, Thais e Juliete. O time foi escalado com Bárbara; Poliana, Mônica, Rafaelle e Tamires; Thaisa, Formiga (Andressinha) e Marta (Gabi Nunes); Beatriz (Juliete), Andressa Alves (Thais) e Debinha (Raquel).

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;