Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 22 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Prefeitura de Mauá ainda deve aluguel para proprietários


Vivian Costa
Do Diário do Grande ABC

11/07/2009 | 07:13


A Prefeitura de Mauá continua em débito com alguns proprietários de imóveis alugados para abrigar famílias integrantes de programas sociais. Segundo os donos das moradias, a administração tem arrastado a dívida desde janeiro, sem dar uma previsão de pagamento. A Prefeitura de Mauá foi procurada pelo Diário, mas não se manifestou.

O advogado Marcelo Nuoio, do escritório GMZ Advogados, de Santo André, orienta que os proprietários precisam procurar seus direitos na Justiça. Segundo Nuoio, é preciso entrar com uma ação de despejo e outra para cobrar a dívida. "É preciso fazer isso o quanto antes, porque o poder público conta com prazos dobrados, ou até quadruplicados para pagar suas dívidas."

O cabeleireiro José Carlos Martins, 40 anos, afirma que já procurou um advogado para orientá-lo de como receber os R$ 4.500 que a Prefeitura lhe deve. "O meu primeiro passo foi fazer uma carta de próprio punho para tentar sensibilizar o prefeito." A dívida é referente ao aluguel de duas casas, localizadas nas ruas Deputado Antonio Silva Cunha e Bocaina, de R$ 300 cada. "Sou autônomo, minha mulher está para ganhar bebê e uso esse dinheiro para complementar minha renda."

Manoel Bezerra dos Passos, 53, afirma que ele está desacreditado que a Prefeitura lhe pague os R$ 6.000 que lhe deve. A dívida é referente a cinco meses de aluguel atrasado de quatro residências na Rua Eduardo Alberto de Miranda D'Aviz. "Estou cansado. Esse dinheiro serve para complementar a minha renda."

O aposentado explicou que não tem coragem despejar as famílias. "Tenho famílias que estão nas casas há três anos e nunca tive problema."

A dívida da administração municipal com o empresário Jaime Marinho Alves é de quase R$ 2.500. "A Prefeitura me deve sete meses de aluguel de uma casa na Rua Independência cuja mensalidade é de R$ 318", explicou. "Pago meu IPTU (Imposto Predial Territoral Urbano) em dia, mas se atrasar pago com multa. Por isso estou exigindo o mesmo tratamento." Alves diz que está cansado de reivindicar junto à administração o que é de seu direito.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;