Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 16 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

TCE rejeita contas de Atila e Alaíde em Mauá

Nario Barbosa/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Corte aponta falta de recursos em educação e falhas de execução orçamentárias como motivos da reprovação do exercício de 2019, ano em que o político foi cassado


Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

28/09/2021 | 17:04


O TCE (Tribunal de Contas do Estado) voltou a rejeitar as contas do governo do ex-prefeito de Mauá Atila Jacomussi (SD), desta vez do exercício de 2019, ano em o político foi cassado e retornou ao cargo por ordem judicial. A decisão do TCE, que é passível de reexame, envolve a ex-vice-prefeita Alaíde Damo (MDB), que administrou a cidade por quatro meses.

O conselheiro Antonio Roque Citadini, relator das contas, citou que houve aplicação insuficiente em educação (menos de 25%, como rege a Constituição Federal), ausência de uso total de recursos do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica), problemas no pagamento de precatórios e execução orçamentária deficitária. “De fato, bastante problema”, sintetizou Citadini, ao apresentar voto pela rejeição do balanço fiscal.

Foi a terceira contabilidade da gestão Atila reprovada pela corte, todas com os mesmos apontamentos negativos – falta de aporte em educação, falhas nos precatórios, problemas no Fundeb e inconsistência da execução orçamentária.

Uma delas, a de 2017, já foi analisada pela Câmara de Mauá. Em agosto, a casa decidiu acatar a recomendação do TCE e manteve rejeitadas as contas daquele ano. A decisão coloca em xeque o futuro político de Atila, que quer ser candidato a deputado estadual no ano que vem – o ex-prefeito se calça em recente aprovação no Congresso Nacional de projeto de lei que atenua as regras da Lei da Ficha Limpa e abre caminho para sequência do projeto eleitoral sem contratempo jurídico.

Atila avisou que entrará com recurso, pedindo reexame. Alaíde não foi localizada para comentar o caso.
 



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;