Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 7 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Fundo da Petrobras deve ajudar região

Fornecedores poderão antecipar recursos recebidos à estatal; adiantamentos podem chegar à R$ 4 bilhões


Do Diário do Grande ABC

09/01/2010 | 07:00


A Petrobras começa o ano de 2010 como cotista em dois novos fundos destinados a financiar a custo mais baixo os fornecedores da estatal, com adiantamentos às empresas que podem chegar a R$ 4 bilhões.

O instrumento aplicado é o FDIC (Fundo de Investimento em Direitos Creditórios), que antecipa ao fornecedor os recursos a serem recebidos pelas vendas à Petrobras.

Para o secretário de Desenvolvimento Econômico e Trabalho de Diadema, Luis Paulo Bresciani, esta é uma ótima oportunidade para empresas de Diadema e da região ampliar negócios com a Petrobras ou se tornar um futuro fornecedor. "Tem um novo círculo de investimentos se formando no setor do petróleo e do gás natural e a nossa base empresarial tem todas as condições técnicas de participar desse círculo", diz o secretário.

O primeiro FIDC, já em funcionamento, é comandado pelo HSBC, com capital de R$ 10 milhões, dos quais R$ 4 milhões colocados pela Petrobras. O segundo fundo de investimento que começar a operar nos próximos dias está com o banco Pactual.

Empresários interessados em fornecer à Petrobras podemencontrar informações nos sites www.petrobras.com.br ou www.prominp.com.br.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Fundo da Petrobras deve ajudar região

Fornecedores poderão antecipar recursos recebidos à estatal; adiantamentos podem chegar à R$ 4 bilhões

Do Diário do Grande ABC

09/01/2010 | 07:00


A Petrobras começa o ano de 2010 como cotista em dois novos fundos destinados a financiar a custo mais baixo os fornecedores da estatal, com adiantamentos às empresas que podem chegar a R$ 4 bilhões.

O instrumento aplicado é o FDIC (Fundo de Investimento em Direitos Creditórios), que antecipa ao fornecedor os recursos a serem recebidos pelas vendas à Petrobras.

Para o secretário de Desenvolvimento Econômico e Trabalho de Diadema, Luis Paulo Bresciani, esta é uma ótima oportunidade para empresas de Diadema e da região ampliar negócios com a Petrobras ou se tornar um futuro fornecedor. "Tem um novo círculo de investimentos se formando no setor do petróleo e do gás natural e a nossa base empresarial tem todas as condições técnicas de participar desse círculo", diz o secretário.

O primeiro FIDC, já em funcionamento, é comandado pelo HSBC, com capital de R$ 10 milhões, dos quais R$ 4 milhões colocados pela Petrobras. O segundo fundo de investimento que começar a operar nos próximos dias está com o banco Pactual.

Empresários interessados em fornecer à Petrobras podemencontrar informações nos sites www.petrobras.com.br ou www.prominp.com.br.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;