Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 10 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Criatividade dos alunos é elogiada por corretores do Desafio de Redação

Nario Barbosa/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Problemas com a gramática e falta de coerência foram os mais citados pelos voluntários


Guilherme Monfardini
Do Diário do Grande ABC

19/10/2013 | 07:00


As correções das provas do Desafio de Redação, que teve como tema 2020: O que eu posso fazer para mudar o meu mundo?, terminaram ontem. Dezessete corretores escolheram os melhores textos.

Segundo o professor Ricardo Carvalho de Almeida, coordenador do Desafio na USCS (Universidade Municipal de São Caetano), apesar de estar na sétima edição, os erros de Português ainda continuam frequentes nos textos.

“Daria nota sete para as redações no geral. O Português ainda é problemático, mas os alunos se dedicaram e pensaram muito para escrever”, afirmou.

A coordenadora de marketing do Diário, Claudia Zeber, explicou quais são os critérios para a escolha dos vencedores. “As redações finalistas estão muito boas, por isso, estamos usando como critério a coerência com o tema, criatividade, correção gramatical, legibilidade e tamanho.”

No entanto, para o professor, o principal objetivo da redação foi fazer os jovens refletirem “O resultado foi positivo.

Conseguimos fazer 150 mil jovens se colocarem no meio do processo e pensar no que podiam fazer para mudar o mundo”, disse.

Pelo quarto ano consecutivo, Samir Ramos, 25 anos, e estudante de Direito da USCS, participou como um dos corretores das provas. “A qualidade técnica melhorou, mas ainda assim há falhas que precisam ser superadas, principalmente em relação à gramática”, disse.

Premiação

A apresentação dos vencedores será feita por André Vasco, do SBT, na tarde do dia 30 de outubro, no ginásio Milton Feijão, em São Caetano, a partir das 15h. A entrada é 1 kg de alimento não perecível.

O autor da melhor redação entre os alunos do 3º ano do Ensino Médio ganha uma bolsa de estudos na USCS. O primeiro lugar em cada categoria em cada cidade será premiado com bicicleta. Cinco notebooks e seis aparelhos de televisão de 20 polegadas também serão dados aos alunos.

A escola com a melhor torcida da tarde receberá R$ 5.000, o professor que fez a melhor redação ganhará um tablet e os professores dos alunos vencedores concorrerão a bolsa de estudos de pós-graduação na USCS.

O Desafio de Redação é o concurso literário promovido pelo Diário, correalizado pela USCS, patrocinado pela Petrobras e com apoio da Ecovias.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Criatividade dos alunos é elogiada por corretores do Desafio de Redação

Problemas com a gramática e falta de coerência foram os mais citados pelos voluntários

Guilherme Monfardini
Do Diário do Grande ABC

19/10/2013 | 07:00


As correções das provas do Desafio de Redação, que teve como tema 2020: O que eu posso fazer para mudar o meu mundo?, terminaram ontem. Dezessete corretores escolheram os melhores textos.

Segundo o professor Ricardo Carvalho de Almeida, coordenador do Desafio na USCS (Universidade Municipal de São Caetano), apesar de estar na sétima edição, os erros de Português ainda continuam frequentes nos textos.

“Daria nota sete para as redações no geral. O Português ainda é problemático, mas os alunos se dedicaram e pensaram muito para escrever”, afirmou.

A coordenadora de marketing do Diário, Claudia Zeber, explicou quais são os critérios para a escolha dos vencedores. “As redações finalistas estão muito boas, por isso, estamos usando como critério a coerência com o tema, criatividade, correção gramatical, legibilidade e tamanho.”

No entanto, para o professor, o principal objetivo da redação foi fazer os jovens refletirem “O resultado foi positivo.

Conseguimos fazer 150 mil jovens se colocarem no meio do processo e pensar no que podiam fazer para mudar o mundo”, disse.

Pelo quarto ano consecutivo, Samir Ramos, 25 anos, e estudante de Direito da USCS, participou como um dos corretores das provas. “A qualidade técnica melhorou, mas ainda assim há falhas que precisam ser superadas, principalmente em relação à gramática”, disse.

Premiação

A apresentação dos vencedores será feita por André Vasco, do SBT, na tarde do dia 30 de outubro, no ginásio Milton Feijão, em São Caetano, a partir das 15h. A entrada é 1 kg de alimento não perecível.

O autor da melhor redação entre os alunos do 3º ano do Ensino Médio ganha uma bolsa de estudos na USCS. O primeiro lugar em cada categoria em cada cidade será premiado com bicicleta. Cinco notebooks e seis aparelhos de televisão de 20 polegadas também serão dados aos alunos.

A escola com a melhor torcida da tarde receberá R$ 5.000, o professor que fez a melhor redação ganhará um tablet e os professores dos alunos vencedores concorrerão a bolsa de estudos de pós-graduação na USCS.

O Desafio de Redação é o concurso literário promovido pelo Diário, correalizado pela USCS, patrocinado pela Petrobras e com apoio da Ecovias.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;