Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 7 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Após reunião com Luiz Marinho, G-12 espera nova postura do PT

André Henriques/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Grupo se revoltou contra o líder de governo Zé Ferreira, considerado pouco democrático


Rogério Santos
Do Diário do Grande ABC

19/10/2013 | 07:00


O G-12 (grupo de 12 vereadores governistas) espera novo direcionamento de alguns parlamentares petistas na Câmara de São Bernardo. Essa é a expectativa do bloco após reunião realizada ontem com o prefeito, Luiz Marinho (PT). O objetivo da agenda, que contou com a presença do secretário do Governo, José Albino de Melo (PT), foi acabar com o desentendimento entre os dois grupos.

O descontentamento do grupo, que almeja mais autonomia no Legislativo, foi apresentado a Marinho. O principal alvo das críticas é o líder do governo, José Ferreira (PT), considerado pouco democrático e acusado de priorizar projetos de lei, requerimentos e indicações de seus correligionários, deixando as demandas dos aliados em segundo plano.

Agora, o chefe do Executivo deve se reunir com os oito representantes do PT na Câmara para dar um fim ao atrito entre seus apoiadores.

Na avaliação de Roberto Palhinha (PTdoB), a reunião foi satisfatória. “Tínhamos um desconforto com as situações que vinham acontecendo, mas acredito que agora viveremos uma nova fase”, disse o parlamentar.

Mas, para constatar se o princípio de crise chegou ao fim, resta saber como o G-12 vai se comportar na próxima semana e se o grupo participará da reunião dos governistas na terça-feira.

Nesta semana, o grupo faltou ao encontro que antecede a sessão na Câmara, escancarando o descontentamento com a articulação promovida por Zé Ferreira.

O motim dos aliados respingou também em José Albino. Apesar de os vereadores alegarem que não têm problemas de relacionamento com o secretário, ele voltou a enfrentar problemas no Legislativo.

Na sessão de quarta-feira, ele teve de intervir no entrevero entre Zé Ferreira e Ramon Ramos (PDT), e depois com Fábio Landi (PSD).

Em 2011, Zé Albino, que também era responsável pela articulação na Câmara, não conseguiu impedir a eleição de Hiroyuki Minami (PSDB) na disputa para presidente da Casa, derrotando o candidato governista Tião Mateus (PT), que era favorito para ocupar o posto.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Após reunião com Luiz Marinho, G-12 espera nova postura do PT

Grupo se revoltou contra o líder de governo Zé Ferreira, considerado pouco democrático

Rogério Santos
Do Diário do Grande ABC

19/10/2013 | 07:00


O G-12 (grupo de 12 vereadores governistas) espera novo direcionamento de alguns parlamentares petistas na Câmara de São Bernardo. Essa é a expectativa do bloco após reunião realizada ontem com o prefeito, Luiz Marinho (PT). O objetivo da agenda, que contou com a presença do secretário do Governo, José Albino de Melo (PT), foi acabar com o desentendimento entre os dois grupos.

O descontentamento do grupo, que almeja mais autonomia no Legislativo, foi apresentado a Marinho. O principal alvo das críticas é o líder do governo, José Ferreira (PT), considerado pouco democrático e acusado de priorizar projetos de lei, requerimentos e indicações de seus correligionários, deixando as demandas dos aliados em segundo plano.

Agora, o chefe do Executivo deve se reunir com os oito representantes do PT na Câmara para dar um fim ao atrito entre seus apoiadores.

Na avaliação de Roberto Palhinha (PTdoB), a reunião foi satisfatória. “Tínhamos um desconforto com as situações que vinham acontecendo, mas acredito que agora viveremos uma nova fase”, disse o parlamentar.

Mas, para constatar se o princípio de crise chegou ao fim, resta saber como o G-12 vai se comportar na próxima semana e se o grupo participará da reunião dos governistas na terça-feira.

Nesta semana, o grupo faltou ao encontro que antecede a sessão na Câmara, escancarando o descontentamento com a articulação promovida por Zé Ferreira.

O motim dos aliados respingou também em José Albino. Apesar de os vereadores alegarem que não têm problemas de relacionamento com o secretário, ele voltou a enfrentar problemas no Legislativo.

Na sessão de quarta-feira, ele teve de intervir no entrevero entre Zé Ferreira e Ramon Ramos (PDT), e depois com Fábio Landi (PSD).

Em 2011, Zé Albino, que também era responsável pela articulação na Câmara, não conseguiu impedir a eleição de Hiroyuki Minami (PSDB) na disputa para presidente da Casa, derrotando o candidato governista Tião Mateus (PT), que era favorito para ocupar o posto.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;