Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 26 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Plano emergencial para mananciais fica no papel


Raymundo de Oliveira
Do Diário do Grande ABC

14/10/2001 | 20:08


O plano emergencial de recuperação dos mananciais da Grande São Paulo será prorrogado mais uma vez. Desde que foi aprovado e homologado pelo Consema (Conselho Estadual do Meio Ambiente), será a segunda prorrogação. Criado em setembro de 1998 pelo Comitê da Bacia Hidrográfica do Alto Tietê, o plano tinha 18 meses para ser implementado. O prazo foi prorrogado por mais 18 meses e venceu no último dia 8, sem que tivesse sido colocado em prática.

De acordo com Renato Tagnin, do Conselho de Administração da Região Metropolitana de São Paulo, o novo prazo para implementação do plano ainda não foi definido, mas a prorrogação será feita porque parte das obras previstas para a recuperação das áreas de mananciais ainda não foi concluída. Entre as obras previstas estão a coleta de esgoto em áreas de mananciais, a cargo da Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo).

O plano emergencial previa que, após 30 dias depois de sua aprovação, começariam a ser feitas campanhas unificadas de esclarecimento da população que ocupa áreas de mananciais sobre as ações propostas. A coleta ou tratamento de todo o esgoto produzido nessas regiões é outra medida prevista no plano, assim como a implementação de sistema de fiscalização integrada nas áreas e campanhas de educação ambiental.

O início da fiscalização integrada em áreas de mananciais, com aparato de helicópteros, barcos, viaturas e funcionários, estava previsto para ocorrer logo após a aprovação do plano. Segundo informações do Sub-Comitê da Bacia Hidrográfica da Billings, a estimativa é que o plano seja prorrogado por pelo menos mais três meses.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Plano emergencial para mananciais fica no papel

Raymundo de Oliveira
Do Diário do Grande ABC

14/10/2001 | 20:08


O plano emergencial de recuperação dos mananciais da Grande São Paulo será prorrogado mais uma vez. Desde que foi aprovado e homologado pelo Consema (Conselho Estadual do Meio Ambiente), será a segunda prorrogação. Criado em setembro de 1998 pelo Comitê da Bacia Hidrográfica do Alto Tietê, o plano tinha 18 meses para ser implementado. O prazo foi prorrogado por mais 18 meses e venceu no último dia 8, sem que tivesse sido colocado em prática.

De acordo com Renato Tagnin, do Conselho de Administração da Região Metropolitana de São Paulo, o novo prazo para implementação do plano ainda não foi definido, mas a prorrogação será feita porque parte das obras previstas para a recuperação das áreas de mananciais ainda não foi concluída. Entre as obras previstas estão a coleta de esgoto em áreas de mananciais, a cargo da Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo).

O plano emergencial previa que, após 30 dias depois de sua aprovação, começariam a ser feitas campanhas unificadas de esclarecimento da população que ocupa áreas de mananciais sobre as ações propostas. A coleta ou tratamento de todo o esgoto produzido nessas regiões é outra medida prevista no plano, assim como a implementação de sistema de fiscalização integrada nas áreas e campanhas de educação ambiental.

O início da fiscalização integrada em áreas de mananciais, com aparato de helicópteros, barcos, viaturas e funcionários, estava previsto para ocorrer logo após a aprovação do plano. Segundo informações do Sub-Comitê da Bacia Hidrográfica da Billings, a estimativa é que o plano seja prorrogado por pelo menos mais três meses.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;