Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 7 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Timão enfrenta clima de guerra e Ronaldo é vetado


Fernando Cappelli
(Com Agências)

05/02/2011 | 07:30


O clima de guerra tomou conta do CT Joaquim Grava, casa do Corinthians, ontem. Na reapresentação após a eliminação na pré-Libertadores, três viaturas da Polícia Militar e mais de 30 seguranças particulares foram chamados para conter possíveis tumultos promovidos pelos torcedores.

Escolhido como um dos principais culpados pela queda do Timão diante do Tolima, da Colômbia (derrota por 2 a 0), Ronaldo não disputará o clássico diante do Palmeiras, amanhã, às 17h, no Pacaembu.

A decisão de não escalar o atacante foi anunciada pelo técnico Tite. O veto ocorreu por ordens médicas. "O Ronaldo está com problema no adutor da coxa e não há condições de jogar domingo", limitou-se o treinador.

A expectativa é de que grande manifestação aconteça hoje, último treino para o clássico do Paulistão. A competição é a última chance de o Timão conquistar um título no primeiro semestre.

 

FIELZÃO

No que depender do relatório da Fifa e do Comitê Organizador Local, o Corinthians ainda não poderá cravar que o novo estádio será uma das sedes da Copa do Mundo de 2014, no Brasil. Segundo o jornal Folha de S.Paulo de ontem, o projeto de Itaquera, na Zona Leste de São Paulo, é o pior entre todas as sedes para o Mundial.

Ao todo, 109 apontamentos negativos foram feitos contra, a média de 30 em outros locais. Entre eles está a pequena quantidade de assentos, que impossibilitaria de receber a abertura. A Fifa exige, no mínimo, 60 mil pessoas, mas o projeto prevê 59.842 lugares no estádio. Neste caso, a semifinal também seria descartada.

 

Clube deixará de arrecadar R$ 21 mi

O presidente do Corinthians, Andrés Sanches, declarou depois da precoce eliminação na Libertadores que nada muda no planejamento do clube para o restante de 2011. Mas a equipe terá de rever gastos. Até porque, vai deixar de ganhar cerca de R$ 21 milhões.

Se fosse campeão, o Corinthians ganharia uma premiação de R$ 5 milhões da Conmebol. Somam-se a isso as rendas milionárias dos jogos no Pacaembu. No ano passado, a média por jogo foi de R$ 2,3 milhões. Se jogasse a primeira fase, receberia quase R$ 7 milhões pelos três jogos em casa. Se fizesse mais outros quaro jogos até a decisão, então, o valor poderia superar R$ 16 milhões.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Timão enfrenta clima de guerra e Ronaldo é vetado

Fernando Cappelli
(Com Agências)

05/02/2011 | 07:30


O clima de guerra tomou conta do CT Joaquim Grava, casa do Corinthians, ontem. Na reapresentação após a eliminação na pré-Libertadores, três viaturas da Polícia Militar e mais de 30 seguranças particulares foram chamados para conter possíveis tumultos promovidos pelos torcedores.

Escolhido como um dos principais culpados pela queda do Timão diante do Tolima, da Colômbia (derrota por 2 a 0), Ronaldo não disputará o clássico diante do Palmeiras, amanhã, às 17h, no Pacaembu.

A decisão de não escalar o atacante foi anunciada pelo técnico Tite. O veto ocorreu por ordens médicas. "O Ronaldo está com problema no adutor da coxa e não há condições de jogar domingo", limitou-se o treinador.

A expectativa é de que grande manifestação aconteça hoje, último treino para o clássico do Paulistão. A competição é a última chance de o Timão conquistar um título no primeiro semestre.

 

FIELZÃO

No que depender do relatório da Fifa e do Comitê Organizador Local, o Corinthians ainda não poderá cravar que o novo estádio será uma das sedes da Copa do Mundo de 2014, no Brasil. Segundo o jornal Folha de S.Paulo de ontem, o projeto de Itaquera, na Zona Leste de São Paulo, é o pior entre todas as sedes para o Mundial.

Ao todo, 109 apontamentos negativos foram feitos contra, a média de 30 em outros locais. Entre eles está a pequena quantidade de assentos, que impossibilitaria de receber a abertura. A Fifa exige, no mínimo, 60 mil pessoas, mas o projeto prevê 59.842 lugares no estádio. Neste caso, a semifinal também seria descartada.

 

Clube deixará de arrecadar R$ 21 mi

O presidente do Corinthians, Andrés Sanches, declarou depois da precoce eliminação na Libertadores que nada muda no planejamento do clube para o restante de 2011. Mas a equipe terá de rever gastos. Até porque, vai deixar de ganhar cerca de R$ 21 milhões.

Se fosse campeão, o Corinthians ganharia uma premiação de R$ 5 milhões da Conmebol. Somam-se a isso as rendas milionárias dos jogos no Pacaembu. No ano passado, a média por jogo foi de R$ 2,3 milhões. Se jogasse a primeira fase, receberia quase R$ 7 milhões pelos três jogos em casa. Se fizesse mais outros quaro jogos até a decisão, então, o valor poderia superar R$ 16 milhões.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;