Fechar
Publicidade

Domingo, 7 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

PF quer pedido de extradição para prender terrorista egípcio


Do Diário OnLine

29/10/2001 | 09:06


A Polícia Federal brasileira está à espera de um pedido de autorização de extradição por parte do governo egípcio, para deter o suspeito de terrorismo Mohammed Aly Abou Elezz El Mahdy Fis Ibrahim Soliman, que vive em Foz do Iguaçu (PR), segundo a revista Época.

Na documentação da polícia, Soliman aparece como integrante da organização extremista egípcia Al-Gamaa Al-Islamiya, que teria conexões com a Al Qaeda de Osama Bin Laden.

Segundo a revista, o egípcio foi investigado pela polícia brasileira em 1999, quando um de seus sócios, El Said Hasan Ali Mohamed Mokhles, foi surpreendido ao entrar no Paraguai com um passaporte falso. Soliman foi detido com Mokhles, mas foi liberado por falta de provas e desde então vive em Foz do Iguaçu.

Embora a polícia não tenha encontrado provas contra ele, suspeita que possa fazer parte da logística de algum grupo terrorista infiltrado entre a comunidade muçulmana que vive na região. A reportagem da revista indica que o egípcio estaria envolvido na implantação de centrais telefônicas ilegais descobertas recentemente.

Outros 19 suspeitos são também alvo de investigação da polícia federal, segundo a publicação.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

PF quer pedido de extradição para prender terrorista egípcio

Do Diário OnLine

29/10/2001 | 09:06


A Polícia Federal brasileira está à espera de um pedido de autorização de extradição por parte do governo egípcio, para deter o suspeito de terrorismo Mohammed Aly Abou Elezz El Mahdy Fis Ibrahim Soliman, que vive em Foz do Iguaçu (PR), segundo a revista Época.

Na documentação da polícia, Soliman aparece como integrante da organização extremista egípcia Al-Gamaa Al-Islamiya, que teria conexões com a Al Qaeda de Osama Bin Laden.

Segundo a revista, o egípcio foi investigado pela polícia brasileira em 1999, quando um de seus sócios, El Said Hasan Ali Mohamed Mokhles, foi surpreendido ao entrar no Paraguai com um passaporte falso. Soliman foi detido com Mokhles, mas foi liberado por falta de provas e desde então vive em Foz do Iguaçu.

Embora a polícia não tenha encontrado provas contra ele, suspeita que possa fazer parte da logística de algum grupo terrorista infiltrado entre a comunidade muçulmana que vive na região. A reportagem da revista indica que o egípcio estaria envolvido na implantação de centrais telefônicas ilegais descobertas recentemente.

Outros 19 suspeitos são também alvo de investigação da polícia federal, segundo a publicação.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;