Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 2 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Reajustes atrapalham planejamento de gastos

Em São Bernardo, por exemplo, houve moradores que receberam o carnê do IPTU com valores até 24% mais altos


Leone Farias
Do Diário do Grande ABC

06/01/2009 | 07:00


O consumidor que não se programou para as despesas de início de ano levando em conta os reajustes de impostos, material e mensalidade pode levar um susto.

O IPTU, por exemplo, em São Bernardo oficialmente teria subido 11,88%, mas houve moradores do município que receberam o carnê 24% mais caro do que o de 2008. "Foi um absurdo", disse o empresário Sérgio Pellegrino, que mora no bairro Demarchi e viu o tributo (em cota única) subir de R$ 359,64 no ano passado, para R$ 447,66 neste ano.

Em São Caetano, a informação oficial é de que o imposto subiu 12,30% e em Santo André, 6,89%. Em Diadema a alta foi de 6,41%, em Ribeirão Pires, 4,61%. A Prefeitura de Mauá não informou o índice de reajuste.

Para evitar endividamento, também é preciso colocar na ponta do lápis os gastos com a matrícula e materiais escolares. Quem cursa uma faculdade, por exemplo, vai sentir no bolso um aumento de até 5% nas mensalidades, segundo o diretor executivo do Semesp (Sindicato das Entidades Mantenedoras de Estabelecimentos de Ensino Superior no Estado de São Paulo), Rodrigo Capelato. Segundo ele, isso se deve às taxas inflacionárias.

Outra conta que pode pesar no bolso é o seguro do automóvel. Mesmo dependendo do perfil do condutor, da região onde a pessoa reside e do mês de vencimento do seguro, o valor deve estar previsto no orçamento familiar desde agora, a fim de evitar o uso do cheque especial e do empréstimo pessoal, já que a taxa de juros está cada vez mais alta. (Colaborou Tauana Marin)



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;