Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 4 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Câmara de Sto.André convidará secretários para situar rombo


Fábio Martins
Do Diário do Grande ABC

25/01/2013 | 07:00


 

O presidente da Câmara de Santo André, Donizeti Pereira (PV), sustentou ontem que há conversas adiantadas para convidar integrantes do primeiro escalão dos governos Carlos Grana (PT) e Aidan Ravin (PTB) para confrontar informações sobre a real situação financeira do município. O verde adiantou que a mesa diretora chamará na primeira sessão secretários de Finanças e de Orçamento de cada gestão para esclarecer o tamanho do rombo herdado.

Donizeti argumentou que o Legislativo utilizará esse instrumento objetivando que os representantes do Executivo apontem "quem está com a verdade" sobre a dívida. A gestão petista divulgou que Aidan encerrou o último ano de mandato com deficit de R$ 110,3 milhões, não cumprindo com as obrigações de fixar recursos disponíveis em caixa para quitar restos a pagar.

Por outro lado, o ex-prefeito petebista afirmou que os dados apresentados são improcedentes. Segundo Aidan, cerca de R$ 180 milhões ficaram no caixa geral à disposição da gestão petista e R$ 81 milhões em restos a pagar, alegando que o PT propaga leviandades para denegrir a imagem de sua administração.

O verde revelou conversa com o ex-secretário de Orçamento e Planejamento Edson Salvo Melo, na qual ele também negou os números apresentados pelo PT. "O Edson discorda veementemente do que foi declarado (em relação à dívida) Já se colocou à disposição da Casa, mostrando-se ansioso para falar (sobre o imbróglio econômico)". O ex-titular de Finanças Heitor Sichmann também será chamado. "Seria reunião entre os que saíram e os que entraram."

Os atuais secretários Antônio Carlos Granado, de Finanças, e Alberto Alves de Souza, de Orçamento e Planejamento, formariam o bloco de convocados.

 

MODERNIZAÇÃO

Donizeti mencionou medidas para modernizar a Câmara no biênio 2013-2014. A primeira ação orquestrada é valorização do Legislativo ao programar plano de carreira aos funcionários, implantar sistema monitorado de segurança, colocar na pauta de discussão os principais projetos, como a Lei da Ficha Limpa municipal, Lei Cidade Limpa e Luops (Lei de Uso e Ocupação do Solo), além da interação com a população por mídias sociais.

 

 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;