Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 13 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Obra paralisada gera transtornos


Drielly Gaspar
Especial para o Diário

14/01/2013 | 07:00


Quem mora na Rua Alagoas, no Jardim Thelma, em São Bernardo, convive com obra de saneamento desde julho. No entanto, não há placa que indique do que se trata a intervenção e a data para finalização. "Cada vez que ligamos na Prefeitura, indicam prazo novo. Primeiro eram três meses, depois passou para 30 de dezembro e ainda está aí", reclama a administradora de empresas Cleide Aparecida dos Reis, 42 anos.

Por causa do serviço, a rua está cheia de terra e não é possível passar com o carro. Por isso, alguns optaram por alugar garagens para deixar os veículos. "Meu carro fica na rua mesmo. Ele está todo riscado porque não posso colocá-lo em casa", reclama Cleide.

A moradora afirma que, por várias vezes, diversas pessoas tentaram contatar a Prefeitura. "Até pedimos para ver o projeto, mas não mostraram." Por causa dos temporais de verão, a situação fica ainda pior, pois a água transforma a terra em lama. Cleide diz que, com a chuva de semana passada, a máquina usada no trabalho afundou na terra no meio da noite. "Tiveram que trazer outro equipamento para tirar."

Cleide diz que, apesar das ligações, não sabe qual é o objetivo da obra e exige o fim dos transtornos. "A última vez que liguei, deram prazo de mais um mês, mas duvido que dê tempo."

Procurada, a administração municipal informa que a obra foi paralisada por causa das intensas chuvas que atingem a cidade desde o começo do ano. No local, está sendo realizada canalização, drenagem e implantação de viário. O Executivo afirma ainda que a placa de indicação está localizada na Rua São Jorge. O prazo para a conclusão é de dois meses.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Obra paralisada gera transtornos

Drielly Gaspar
Especial para o Diário

14/01/2013 | 07:00


Quem mora na Rua Alagoas, no Jardim Thelma, em São Bernardo, convive com obra de saneamento desde julho. No entanto, não há placa que indique do que se trata a intervenção e a data para finalização. "Cada vez que ligamos na Prefeitura, indicam prazo novo. Primeiro eram três meses, depois passou para 30 de dezembro e ainda está aí", reclama a administradora de empresas Cleide Aparecida dos Reis, 42 anos.

Por causa do serviço, a rua está cheia de terra e não é possível passar com o carro. Por isso, alguns optaram por alugar garagens para deixar os veículos. "Meu carro fica na rua mesmo. Ele está todo riscado porque não posso colocá-lo em casa", reclama Cleide.

A moradora afirma que, por várias vezes, diversas pessoas tentaram contatar a Prefeitura. "Até pedimos para ver o projeto, mas não mostraram." Por causa dos temporais de verão, a situação fica ainda pior, pois a água transforma a terra em lama. Cleide diz que, com a chuva de semana passada, a máquina usada no trabalho afundou na terra no meio da noite. "Tiveram que trazer outro equipamento para tirar."

Cleide diz que, apesar das ligações, não sabe qual é o objetivo da obra e exige o fim dos transtornos. "A última vez que liguei, deram prazo de mais um mês, mas duvido que dê tempo."

Procurada, a administração municipal informa que a obra foi paralisada por causa das intensas chuvas que atingem a cidade desde o começo do ano. No local, está sendo realizada canalização, drenagem e implantação de viário. O Executivo afirma ainda que a placa de indicação está localizada na Rua São Jorge. O prazo para a conclusão é de dois meses.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;