Fechar
Publicidade

Domingo, 15 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Homem é executado com dez
tiros após briga de rua em Mauá

Bruno Carvalho de Souza, 23 anos, tinha antecedente por
roubo; em São Bernardo, tiroteio com a PM deixa um morto


Rafael Ribeiro
Do Diário do Grande ABC

15/11/2012 | 07:00


Uma briga de rua teria sido, a princípio, o motivo apurado pela Polícia Militar para justificar a execução de Bruno Carvalho de Souza, 23 anos, com cerca de dez tiros no rosto na tarde de ontem, no Jardim Miranda D'Aviz, em Mauá. A vítima tinha antecedentes criminais por roubo e, segundo as autoridades, teria envolvimento com o tráfico de drogas local.

Por volta das 16h30, o Copom (Centro de Operações da Polícia Militar) recebeu chamado sobre uma luta corporal entre dois homens na Rua Quintino Bocaiúva. Segundo a corporação, Souza seria um dos apontados e, após a confusão, saiu andando. Quando chegou na Rua Adelino Miranda D'Aviz, ao perceber a aproximação de uma moto preta com dois homens, tentou correr, mas acabou baleado pelo que testemunhas afirmaram ser um revólver calibre 38.

Souza era morador do Jardim Canadá e a identidade dos autores, bem como marca e modelo da moto usada, permanecem desconhecidos. A polícia suspeita que a discussão teria sido motivada por conta do planejamento de um roubo que ele estaria discutindo com o comparsa. O caso será investigado pela Delegacia de Homicídios da Seccional de Santo André.

Foi o primeiro caso registrado de assassinato após período de dois dias sem ocorrências do tipo. Durante a madrugada, um homem morreu após entrar em confronto com policiais militares no bairro Rudge Ramos, em São Bernardo.

Segundo o registro da ocorrência, feito no DHPP (Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa), na Capital, o homem, que não havia sido identificado até a noite de ontem, teria resistido a ordem de parar dos policiais após roubar o Fox prata de um vendedor de 24 anos na região da Vila Sacadura Cabral, em Santo André.

Durante a perseguição, o acusado chegou a bater violentamente em um Gol preto que estava estacionado na rua. Cercado pelas viaturas na Rua Tibiriçá por volta das 2h, tentou fugir de marcha ré, mas sem alternativa, segundo a polícia, teria descido do carro atirando com um revólver calibre 38 de numeração raspada, sendo atingido no revide.

Socorrido ao Pronto-Socorro Central andreense, o homem não resistiu aos ferimentos. O corpo aguardava reconhecimento no IML (Instituto Médico-Legal) local. Com as duas vítimas, sobe para 19 o número de mortos na onda de violência que atinge a região.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Homem é executado com dez
tiros após briga de rua em Mauá

Bruno Carvalho de Souza, 23 anos, tinha antecedente por
roubo; em São Bernardo, tiroteio com a PM deixa um morto

Rafael Ribeiro
Do Diário do Grande ABC

15/11/2012 | 07:00


Uma briga de rua teria sido, a princípio, o motivo apurado pela Polícia Militar para justificar a execução de Bruno Carvalho de Souza, 23 anos, com cerca de dez tiros no rosto na tarde de ontem, no Jardim Miranda D'Aviz, em Mauá. A vítima tinha antecedentes criminais por roubo e, segundo as autoridades, teria envolvimento com o tráfico de drogas local.

Por volta das 16h30, o Copom (Centro de Operações da Polícia Militar) recebeu chamado sobre uma luta corporal entre dois homens na Rua Quintino Bocaiúva. Segundo a corporação, Souza seria um dos apontados e, após a confusão, saiu andando. Quando chegou na Rua Adelino Miranda D'Aviz, ao perceber a aproximação de uma moto preta com dois homens, tentou correr, mas acabou baleado pelo que testemunhas afirmaram ser um revólver calibre 38.

Souza era morador do Jardim Canadá e a identidade dos autores, bem como marca e modelo da moto usada, permanecem desconhecidos. A polícia suspeita que a discussão teria sido motivada por conta do planejamento de um roubo que ele estaria discutindo com o comparsa. O caso será investigado pela Delegacia de Homicídios da Seccional de Santo André.

Foi o primeiro caso registrado de assassinato após período de dois dias sem ocorrências do tipo. Durante a madrugada, um homem morreu após entrar em confronto com policiais militares no bairro Rudge Ramos, em São Bernardo.

Segundo o registro da ocorrência, feito no DHPP (Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa), na Capital, o homem, que não havia sido identificado até a noite de ontem, teria resistido a ordem de parar dos policiais após roubar o Fox prata de um vendedor de 24 anos na região da Vila Sacadura Cabral, em Santo André.

Durante a perseguição, o acusado chegou a bater violentamente em um Gol preto que estava estacionado na rua. Cercado pelas viaturas na Rua Tibiriçá por volta das 2h, tentou fugir de marcha ré, mas sem alternativa, segundo a polícia, teria descido do carro atirando com um revólver calibre 38 de numeração raspada, sendo atingido no revide.

Socorrido ao Pronto-Socorro Central andreense, o homem não resistiu aos ferimentos. O corpo aguardava reconhecimento no IML (Instituto Médico-Legal) local. Com as duas vítimas, sobe para 19 o número de mortos na onda de violência que atinge a região.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;