Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 1 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Em busca do terceiro mandato, Capez festeja 50 anos em São Paulo

Deputado estadual evita tom político e recepciona amigos em celebração na Capital


Beto Silva
Do Diário do Grande ABC

17/04/2014 | 07:03


O deputado estadual Fernando Capez (PSDB), que tentará seu terceiro mandato consecutivo em outubro, comemorou ontem 50 anos, com festa na casa noturna Santa Aldeia, na Capital.

O tucano evitou falar de política e exaltou a participação de familiares “e verdadeiros e sinceros amigos” na comemoração. “Nessa minha primeira metade de século, meu maior presente é a presença de vocês. Fui jovem tímido, pequeno e gago. Se cheguei até aqui é porque Deus colocou em minha vida esses amigos”, ressaltou Capez, em rápido discurso ao lado da mulher, Valéria, promotora do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado).

Um dos poucos políticos presentes foi o vereador de Mauá Ivann Gomes, o Batoré (PRB). O republicano será candidato a deputado federal e fará dobrada com o tucano em cidades do Grande ABC, São Paulo, Cabreúva e Porto Ferreira.

Capez entrou no Ministério Público em 1987. Participou de casos importantes e de grande repercussão, como a investigação sobre as torcidas organizadas, iniciada em 1994. Várias agremiações foram processadas, tiveram seus patrimônios confiscados, os registros cancelados em cartório e foram proibidas de entrar nos estádios. Em 1999, investigou irregularidades na coleta de lixo na prefeitura de São Paulo, o que resultou, em 2002, na condenação dos responsáveis.

Também liderou a apuração da chamada Máfia do Lixo e do escândalo dos Transportes. Foi responsável pela condenação do “Monstro de Ibaté”, assassino e estuprador de crianças, a 75 anos de prisão.

Foi eleito deputado estadual pela primeira vez em 2006, com 95.101 votos. Em 2010, foi reeleito com 214.592 sufrágios, sendo um dos três parlamentares mais votados do Estado. Atualmente, é o segundo vice-presidente da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo.
 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Em busca do terceiro mandato, Capez festeja 50 anos em São Paulo

Deputado estadual evita tom político e recepciona amigos em celebração na Capital

Beto Silva
Do Diário do Grande ABC

17/04/2014 | 07:03


O deputado estadual Fernando Capez (PSDB), que tentará seu terceiro mandato consecutivo em outubro, comemorou ontem 50 anos, com festa na casa noturna Santa Aldeia, na Capital.

O tucano evitou falar de política e exaltou a participação de familiares “e verdadeiros e sinceros amigos” na comemoração. “Nessa minha primeira metade de século, meu maior presente é a presença de vocês. Fui jovem tímido, pequeno e gago. Se cheguei até aqui é porque Deus colocou em minha vida esses amigos”, ressaltou Capez, em rápido discurso ao lado da mulher, Valéria, promotora do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado).

Um dos poucos políticos presentes foi o vereador de Mauá Ivann Gomes, o Batoré (PRB). O republicano será candidato a deputado federal e fará dobrada com o tucano em cidades do Grande ABC, São Paulo, Cabreúva e Porto Ferreira.

Capez entrou no Ministério Público em 1987. Participou de casos importantes e de grande repercussão, como a investigação sobre as torcidas organizadas, iniciada em 1994. Várias agremiações foram processadas, tiveram seus patrimônios confiscados, os registros cancelados em cartório e foram proibidas de entrar nos estádios. Em 1999, investigou irregularidades na coleta de lixo na prefeitura de São Paulo, o que resultou, em 2002, na condenação dos responsáveis.

Também liderou a apuração da chamada Máfia do Lixo e do escândalo dos Transportes. Foi responsável pela condenação do “Monstro de Ibaté”, assassino e estuprador de crianças, a 75 anos de prisão.

Foi eleito deputado estadual pela primeira vez em 2006, com 95.101 votos. Em 2010, foi reeleito com 214.592 sufrágios, sendo um dos três parlamentares mais votados do Estado. Atualmente, é o segundo vice-presidente da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo.
 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;