Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 10 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Felipão revê pimenteira e volta a disparar contra críticos

Técnico evita falar sobre permanência


da Redação

14/07/2012 | 07:00


Passada a ressaca pela comemoração do título da Copa do Brasil, Luiz Felipe Scolari resolveu quebrar o silêncio e ontem voltou a desabafar contra os críticos e após oito meses voltou a falar com a imprensa após os treinos. Nos últimos tempos isso só ocorria após os jogos.

Na volta à sala de imprensa no CT da Barra Funda, Felipão reviu sua pimenteira bastante seca e disparou contra os críticos. "Olha, a pimenteira está seca, mas o Palmeiras foi campeão", brincou, para depois disparar. "O Palmeiras tem um bom time e vai ser enfrentado da mesma maneira, com ou sem título da Copa do Brasil. Pelo que vejo dos críticos, o Palmeiras ganhou por milagre, mas aí, hoje (ontem), vi todo mundo falando que não. E falam que não porque são pipocas, não assumem o que disseram. Quando diziam que era ruim, falavam que não iam passar da primeira, depois da segunda, depois da terceira fase. Agora, que ganhou, fala que é bom? Se tem opinião, tem de manter."

Mais uma vez Felipão se esquivou sobre se vai renovar o contrato, que termina no fim de 2012. Usando novamente os argumentos de que quer esperar o fim da temporada e as eleições presidenciais, o treinador disse que só pensará sobre 2013 em dezembro. Ele admitiu que esperava receber convites de seleções europeias após a Eurocopa de 2012.

"Não depende de nada (para a renovação) Não depende, porque não estou pensando em renovar. Vou cumprir o contrato e, se não der certo, vou pagar a multa", disse o treinador.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Felipão revê pimenteira e volta a disparar contra críticos

Técnico evita falar sobre permanência

da Redação

14/07/2012 | 07:00


Passada a ressaca pela comemoração do título da Copa do Brasil, Luiz Felipe Scolari resolveu quebrar o silêncio e ontem voltou a desabafar contra os críticos e após oito meses voltou a falar com a imprensa após os treinos. Nos últimos tempos isso só ocorria após os jogos.

Na volta à sala de imprensa no CT da Barra Funda, Felipão reviu sua pimenteira bastante seca e disparou contra os críticos. "Olha, a pimenteira está seca, mas o Palmeiras foi campeão", brincou, para depois disparar. "O Palmeiras tem um bom time e vai ser enfrentado da mesma maneira, com ou sem título da Copa do Brasil. Pelo que vejo dos críticos, o Palmeiras ganhou por milagre, mas aí, hoje (ontem), vi todo mundo falando que não. E falam que não porque são pipocas, não assumem o que disseram. Quando diziam que era ruim, falavam que não iam passar da primeira, depois da segunda, depois da terceira fase. Agora, que ganhou, fala que é bom? Se tem opinião, tem de manter."

Mais uma vez Felipão se esquivou sobre se vai renovar o contrato, que termina no fim de 2012. Usando novamente os argumentos de que quer esperar o fim da temporada e as eleições presidenciais, o treinador disse que só pensará sobre 2013 em dezembro. Ele admitiu que esperava receber convites de seleções europeias após a Eurocopa de 2012.

"Não depende de nada (para a renovação) Não depende, porque não estou pensando em renovar. Vou cumprir o contrato e, se não der certo, vou pagar a multa", disse o treinador.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;