Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 28 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Donisete Braga
não descarta
irmão para o PED

Arquivo/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Zezinho Braga é citado pelo prefeito, mas grupos aliados não acreditam na escolha para o comando do PT


Bruno Coelho
Do Diário do Grande ABC

01/07/2013 | 07:04


O prefeito de Mauá, Donisete Braga, não descarta a escolha do irmão, Zezinho Braga, para comandar o PT local por meio do PED (Processo de Eleição Direta), agendado para 10 de novembro. Apesar disso, grupos próximos do gestor municipal não acreditam nessa opção. Segundo informações do Paço, o aspecto de indicar um parente do petista foi discutido internamente, porém rejeitado em seguida.

Para petistas ligados a Donisete, o PT de Mauá não pode repetir a fórmula apontada pelo ex-prefeito Oswaldo Dias, que designou o filho Leandro Dias para a presidência do partido em 2009. A avaliação interna é que o atual mandatário teve um desempenho abaixo do esperado e, pelo grau de parentesco, não conseguia transparecer a independência entre o partido e o governo municipal.

Donisete, por sua vez, prefere não rechaçar o irmão, embora ele não seja favorito para representá-lo no PED. Segundo o prefeito, Zezinho tem condições de exercer o cargo. “Meu irmão me acompanha há muitos anos, é filiado do PT e todo filiado do PT tem condição de ser presidente do partido. Hoje, temos vários quadros para assumir o partido. Não descarto e nem afirmo que ele vai ser. Estamos amadurecendo isso (processo)”, discorre.

EXEMPLO PRÓXIMO
Em São Bernardo, o prefeito Luiz Marinho aposta na fórmula familiar desempenhada por Oswaldo há quatro anos, em Mauá. O petista articula o irmão Braz Marinho para o PED. No entanto, o postulante não tem consenso interno, perante outras quatro candidaturas para a direção da legenda. Há avaliação interna que ele representará domínio do Paço sobre a sigla e não tem articulação política para lidar com momentos de crise no petismo.

CRÍTICA À RESOLUÇÃO
O prefeito se mostrou contrário à resolução do PED 2013, a qual proíbe que componentes da executiva municipal, como o presidente, tenha cargos na Prefeitura. Para o petista, a norma exclui nomes com potencial de dirigir o partido. “Mais grave que o parentesco é proibir o secretário de dirigir o partido. Acho isso um erro. Mas estamos procurando nomes para aglutinar forças (da legenda)”, considera.

A avaliação do prefeito ocorre justamente pelo fato de seu secretário de Relações Institucionais, Rômulo Fernandes, ser o mais aceitado pelos grupos majoritários do petismo para o posto. Outro nome sem grandes divergências no partido seria o do responsável pela Pasta de Governo, Edílson de Paula.
 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Donisete Braga
não descarta
irmão para o PED

Zezinho Braga é citado pelo prefeito, mas grupos aliados não acreditam na escolha para o comando do PT

Bruno Coelho
Do Diário do Grande ABC

01/07/2013 | 07:04


O prefeito de Mauá, Donisete Braga, não descarta a escolha do irmão, Zezinho Braga, para comandar o PT local por meio do PED (Processo de Eleição Direta), agendado para 10 de novembro. Apesar disso, grupos próximos do gestor municipal não acreditam nessa opção. Segundo informações do Paço, o aspecto de indicar um parente do petista foi discutido internamente, porém rejeitado em seguida.

Para petistas ligados a Donisete, o PT de Mauá não pode repetir a fórmula apontada pelo ex-prefeito Oswaldo Dias, que designou o filho Leandro Dias para a presidência do partido em 2009. A avaliação interna é que o atual mandatário teve um desempenho abaixo do esperado e, pelo grau de parentesco, não conseguia transparecer a independência entre o partido e o governo municipal.

Donisete, por sua vez, prefere não rechaçar o irmão, embora ele não seja favorito para representá-lo no PED. Segundo o prefeito, Zezinho tem condições de exercer o cargo. “Meu irmão me acompanha há muitos anos, é filiado do PT e todo filiado do PT tem condição de ser presidente do partido. Hoje, temos vários quadros para assumir o partido. Não descarto e nem afirmo que ele vai ser. Estamos amadurecendo isso (processo)”, discorre.

EXEMPLO PRÓXIMO
Em São Bernardo, o prefeito Luiz Marinho aposta na fórmula familiar desempenhada por Oswaldo há quatro anos, em Mauá. O petista articula o irmão Braz Marinho para o PED. No entanto, o postulante não tem consenso interno, perante outras quatro candidaturas para a direção da legenda. Há avaliação interna que ele representará domínio do Paço sobre a sigla e não tem articulação política para lidar com momentos de crise no petismo.

CRÍTICA À RESOLUÇÃO
O prefeito se mostrou contrário à resolução do PED 2013, a qual proíbe que componentes da executiva municipal, como o presidente, tenha cargos na Prefeitura. Para o petista, a norma exclui nomes com potencial de dirigir o partido. “Mais grave que o parentesco é proibir o secretário de dirigir o partido. Acho isso um erro. Mas estamos procurando nomes para aglutinar forças (da legenda)”, considera.

A avaliação do prefeito ocorre justamente pelo fato de seu secretário de Relações Institucionais, Rômulo Fernandes, ser o mais aceitado pelos grupos majoritários do petismo para o posto. Outro nome sem grandes divergências no partido seria o do responsável pela Pasta de Governo, Edílson de Paula.
 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;