Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 12 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Tony Blair assina a Trégua Olímpica em Atenas


Da AFP

14/08/2004 | 14:27


O primeiro-ministro britânico, Tony Blair, assinou neste sábado a Trégua Olímpica, uma iniciativa lançada pelo governo socialista grego com o apoio da ONU (Organização das Nações Unidas), comprometendo seus signatários, a título pessoal, a atuar pela paz durante os Jogos Olímpicos de Atenas.

A pedido do presidente do COI (Comitê Olímpico Internacional), o belga Jacques Rogge, 20 personalidades políticas e esportivas internacionais assinaram o texto neste sábado. "Quero prestar um tributo ao governo grego que promoveu a Trégua Olímpica", afirmou Rogge, referindo-se a uma instituição que remonta à Antigüidade e impõe um cessar-fogo durante os Jogos.

Além de Blair, figuram as assinaturas do chefe de Estado alemão, Horst Koehler, do romeno Ion Iliescu, dos primeiros-ministros grego, Costas Caramanlis, e albanês Fatos Nano.

O ex-presidente do COI, Juan Antonio Samaranch, também assinou o documento sobre uma parede azul instalada perto do escritório da Fundação Olímpica Internacional da Trégua, em um centro de imprensa instalado em Atenas.

Na véspera da abertura dos Jogos de 2004, o Departamento de Estado americano avisou que os soldados de seu país que combatem atualmente no Iraque não respeitariam essa trégua. Em 3 de novembro de 2003, os Estados Unidos fizeram parte dos 190 membros (em 191) da Assembléia-Geral das Nações Unidas que adotaram a resolução grega em favor da Trégua.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Tony Blair assina a Trégua Olímpica em Atenas

Da AFP

14/08/2004 | 14:27


O primeiro-ministro britânico, Tony Blair, assinou neste sábado a Trégua Olímpica, uma iniciativa lançada pelo governo socialista grego com o apoio da ONU (Organização das Nações Unidas), comprometendo seus signatários, a título pessoal, a atuar pela paz durante os Jogos Olímpicos de Atenas.

A pedido do presidente do COI (Comitê Olímpico Internacional), o belga Jacques Rogge, 20 personalidades políticas e esportivas internacionais assinaram o texto neste sábado. "Quero prestar um tributo ao governo grego que promoveu a Trégua Olímpica", afirmou Rogge, referindo-se a uma instituição que remonta à Antigüidade e impõe um cessar-fogo durante os Jogos.

Além de Blair, figuram as assinaturas do chefe de Estado alemão, Horst Koehler, do romeno Ion Iliescu, dos primeiros-ministros grego, Costas Caramanlis, e albanês Fatos Nano.

O ex-presidente do COI, Juan Antonio Samaranch, também assinou o documento sobre uma parede azul instalada perto do escritório da Fundação Olímpica Internacional da Trégua, em um centro de imprensa instalado em Atenas.

Na véspera da abertura dos Jogos de 2004, o Departamento de Estado americano avisou que os soldados de seu país que combatem atualmente no Iraque não respeitariam essa trégua. Em 3 de novembro de 2003, os Estados Unidos fizeram parte dos 190 membros (em 191) da Assembléia-Geral das Nações Unidas que adotaram a resolução grega em favor da Trégua.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;