Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 28 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

França deve se ater às reformas, diz Schäuble



06/05/2013 | 05:47


A França, que na semana passada obteve uma extensão de dois anos da Comissão Europeia para atingir a sua meta para o déficit orçamentário, deve se ater às reformas estruturais, afirmou o ministro de Finanças alemão, Wolfgang Schäuble, em uma entrevista publicada no diário Les Echos nesta segunda-feira.

A Comissão ressaltou que qualquer demora em alcançar a meta do déficit deve vir com compromissos claros sobre as reformas necessárias, disse Schäuble na entrevista.

A segunda maior economia da Europa está a caminho de uma recessão neste ano, uma vez que medidas para reduzir o déficit orçamentário do país e aliviar sua carga de dívida pesaram sobre a atividade econômica. Na sexta-feira, a Comissão Europeia disse que iria conceder a França até 2015 - de 2013 inicialmente - para reduzir seu déficit para a meta do bloco de menos de 3% da produção econômica anual.

Os Estados membros da UE devem aprovar as recomendações até o final do mês, "mas uma coisa já é clara: não podemos abandonar o caminho das reformas", disse Schäuble, segundo o jornal. As informações são da Dow Jones.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

França deve se ater às reformas, diz Schäuble


06/05/2013 | 05:47


A França, que na semana passada obteve uma extensão de dois anos da Comissão Europeia para atingir a sua meta para o déficit orçamentário, deve se ater às reformas estruturais, afirmou o ministro de Finanças alemão, Wolfgang Schäuble, em uma entrevista publicada no diário Les Echos nesta segunda-feira.

A Comissão ressaltou que qualquer demora em alcançar a meta do déficit deve vir com compromissos claros sobre as reformas necessárias, disse Schäuble na entrevista.

A segunda maior economia da Europa está a caminho de uma recessão neste ano, uma vez que medidas para reduzir o déficit orçamentário do país e aliviar sua carga de dívida pesaram sobre a atividade econômica. Na sexta-feira, a Comissão Europeia disse que iria conceder a França até 2015 - de 2013 inicialmente - para reduzir seu déficit para a meta do bloco de menos de 3% da produção econômica anual.

Os Estados membros da UE devem aprovar as recomendações até o final do mês, "mas uma coisa já é clara: não podemos abandonar o caminho das reformas", disse Schäuble, segundo o jornal. As informações são da Dow Jones.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;