Fechar
Publicidade

Sábado, 10 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Marta Suplicy incendeia comício de Mercadante


Do Diário do Grande ABC

06/08/2006 | 09:05


Assim como aconteceu no final de julho, em um corpo-a-corpo em Itaquera, na Zona Leste, a ex-prefeita Marta Suplicy roubou a cena e foi mais aplaudida que o senador Aloizio Mercadante, candidato ao governo, durante o comício de sábado. E mais uma vez ela usou sua popularidade na região para pedir votos aos candidato do PT. “O companheiro Mercadante tem todas as condições de fazer nosso Estado mudar depois dos 12 anos dos governos tucanos. Como nós fizemos tanto na Capital, vocês sabem qual é o carimbo da administração petista”, disse.

Marta foi elogiada por Lula durante seu discurso, que a chamou para a frente do palco. O presidentefez diversas menções à gestão da petista na Capital, principalmente na área de Educação. “Uma das razões pelas quais a Marta despertou tanto ódio é que ela teve a decência e a coragem de levar escolas de qualidade para os bairro pobres de São Paulo”, enfatizou, para depois criticar José Serra (PSDB): “Mas aí ela perdeu a eleição e aquele que prometeu que iria fazer tudo por São Paulo largou a cidade nas mãos do PFL. Não fez o que tinha prometido”.

Lula lembrou que, em agosto de 2003, veio a São Paulo inaugurar o CEU Jambeiro, em Guaianazes, o primeiro dos 21 construídos pela ex-prefeita. “Eu posso dizer que no CEU você, Aloizio (Mercadante), poderia colocar seus filhos para estudar sem medo da qualidade de ensino”.

 Bem-humorada, Marta fez rasgados elogios ao senador Eduardo Suplicy, seu ex-marido. “Ele é o nosso senador, que nós queremos que continue em Brasília. É um símbolo da honestidade no País. E olha que como ex-mulher eu posso falar”, brincou.     


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Marta Suplicy incendeia comício de Mercadante

Do Diário do Grande ABC

06/08/2006 | 09:05


Assim como aconteceu no final de julho, em um corpo-a-corpo em Itaquera, na Zona Leste, a ex-prefeita Marta Suplicy roubou a cena e foi mais aplaudida que o senador Aloizio Mercadante, candidato ao governo, durante o comício de sábado. E mais uma vez ela usou sua popularidade na região para pedir votos aos candidato do PT. “O companheiro Mercadante tem todas as condições de fazer nosso Estado mudar depois dos 12 anos dos governos tucanos. Como nós fizemos tanto na Capital, vocês sabem qual é o carimbo da administração petista”, disse.

Marta foi elogiada por Lula durante seu discurso, que a chamou para a frente do palco. O presidentefez diversas menções à gestão da petista na Capital, principalmente na área de Educação. “Uma das razões pelas quais a Marta despertou tanto ódio é que ela teve a decência e a coragem de levar escolas de qualidade para os bairro pobres de São Paulo”, enfatizou, para depois criticar José Serra (PSDB): “Mas aí ela perdeu a eleição e aquele que prometeu que iria fazer tudo por São Paulo largou a cidade nas mãos do PFL. Não fez o que tinha prometido”.

Lula lembrou que, em agosto de 2003, veio a São Paulo inaugurar o CEU Jambeiro, em Guaianazes, o primeiro dos 21 construídos pela ex-prefeita. “Eu posso dizer que no CEU você, Aloizio (Mercadante), poderia colocar seus filhos para estudar sem medo da qualidade de ensino”.

 Bem-humorada, Marta fez rasgados elogios ao senador Eduardo Suplicy, seu ex-marido. “Ele é o nosso senador, que nós queremos que continue em Brasília. É um símbolo da honestidade no País. E olha que como ex-mulher eu posso falar”, brincou.     

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;