Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 20 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Motorista assassina menor que tentava roubar seu carro


Tatiane Moreno
Especial para o Diário do Grande ABC

17/11/2004 | 09:08


Uma tentativa frustrada de roubo de carro acabou com a morte de um adolescente, por volta das 21h30 de segunda-feira, no cruzamento da rua Miguel Couto com a avenida Capitão Mário Toledo de Camargo, em Santo André. Ele estava em companhia de outro menor e ambos já tinham roubado três outros carros na mesma noite, de acordo com a polícia.

Segundo informações dos policiais, os dois menores, de 16 e 17 anos, começaram o arrastão roubando um Pálio no bairro Capuava, em Santo André. Minutos depois, a dupla rendeu o motorista de um Corsa na Vila Junqueira, mesma cidade. “Eles pegavam os carros, retiravam itens como celular e som e, depois, abandonavam o automóvel em alguma rua próxima”, contou o soldado da PM Luiz Carlos de Oliveira, da Força Tática do 10º Batalhão.

Na tentativa de roubar mais um carro, os dois adolescentes surpreenderam o motorista de um Pálio que estava parado no semáforo da rua Miguel Couto com a avenida Capitão Mário Toledo de Camargo. Subitamente, o motorista desceu do veículo e começou a atirar contra a dupla de assaltantes, segundo apurou a polícia. O rapaz de 17 anos foi ferido no peito e levado ao Pronto Socorro Municipal, onde morreu minutos depois. Com ele, foi encontrado um revólver calibre 32 sem munição. O motorista autor dos disparos fugiu.

Ainda de acordo com informações da polícia, o outro menor tentou se esconder em uma residência na Vila Humaitá, mas acabou sendo encontrado pelos PMs. Ele teria confessado todos os roubos e oferecido R$ 100 aos PMs em troca de sua liberdade. “Esse menor de 16 anos admitiu que costumava roubar cinco carros por dia com o comparsa, e que ganhavam diariamente cerca de R$ 500 cada um, com a venda de rodas, rádios e celulares”, afirmou o policial.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Motorista assassina menor que tentava roubar seu carro

Tatiane Moreno
Especial para o Diário do Grande ABC

17/11/2004 | 09:08


Uma tentativa frustrada de roubo de carro acabou com a morte de um adolescente, por volta das 21h30 de segunda-feira, no cruzamento da rua Miguel Couto com a avenida Capitão Mário Toledo de Camargo, em Santo André. Ele estava em companhia de outro menor e ambos já tinham roubado três outros carros na mesma noite, de acordo com a polícia.

Segundo informações dos policiais, os dois menores, de 16 e 17 anos, começaram o arrastão roubando um Pálio no bairro Capuava, em Santo André. Minutos depois, a dupla rendeu o motorista de um Corsa na Vila Junqueira, mesma cidade. “Eles pegavam os carros, retiravam itens como celular e som e, depois, abandonavam o automóvel em alguma rua próxima”, contou o soldado da PM Luiz Carlos de Oliveira, da Força Tática do 10º Batalhão.

Na tentativa de roubar mais um carro, os dois adolescentes surpreenderam o motorista de um Pálio que estava parado no semáforo da rua Miguel Couto com a avenida Capitão Mário Toledo de Camargo. Subitamente, o motorista desceu do veículo e começou a atirar contra a dupla de assaltantes, segundo apurou a polícia. O rapaz de 17 anos foi ferido no peito e levado ao Pronto Socorro Municipal, onde morreu minutos depois. Com ele, foi encontrado um revólver calibre 32 sem munição. O motorista autor dos disparos fugiu.

Ainda de acordo com informações da polícia, o outro menor tentou se esconder em uma residência na Vila Humaitá, mas acabou sendo encontrado pelos PMs. Ele teria confessado todos os roubos e oferecido R$ 100 aos PMs em troca de sua liberdade. “Esse menor de 16 anos admitiu que costumava roubar cinco carros por dia com o comparsa, e que ganhavam diariamente cerca de R$ 500 cada um, com a venda de rodas, rádios e celulares”, afirmou o policial.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;