Fechar
Publicidade

Sábado, 5 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Donisete elogia gestão de tucanos no combate à Covid

Nario Barbosa/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Ex-prefeito pelo PT e hoje no PDT, prefeiturável critica Atila e enaltece figuras do PSDB na saúde


Daniel Tossato
Do Diário do Grande ABC

07/10/2020 | 00:01


Em atividade de campanha em Mauá, o ex-prefeito pelo PT Donisete Braga (atualmente no PDT) elogiou os chefes dos Executivos tucanos do Grande ABC na condução de suas cidades durante pandemia do novo coronavírus.

Prefeiturável que tenta retornar ao Paço, o pedetista citou os prefeitos Paulo Serra (PSDB, Santo André), Orlando Morando (PSDB, São Bernardo) e José Auricchio Júnior (PSDB, São Caetano) como exemplos de gestão no combate à Covid-19.

O elogio de Donisete veio acompanhado de crítica ao prefeito de Mauá e candidato à reeleição, Atila Jacomussi (PSB), que, na semana passada, durante lançamento da campanha, reuniu cerca de 2.000 pessoas em local fechado ignorando completamente os protocolos sanitários que visam conter a pandemia.

“Aqui em Mauá tivemos um grande grau de letalidade (devido à Covid-19). O comércio não foi fechado na cidade, não teve quarentena aqui em Mauá. O prefeito fechou os olhos para a cidade. Isso é muito diferente do que fizeram o Orlando, o Paulinho Serra e o Auricchio. Nossa cidade, por exemplo, só conseguiu atingir a Fase Amarela (do Plano São Paulo, de reabertura da economia) porque o governo do Estado criou a sub-região (do Grande ABC). Então não foi Mauá que melhorou seus números, foi por causa (das gestões) de São Bernardo e São Caetano”, avaliou o ex-prefeito. Até ontem, 5.307 mauaenses haviam sido diagnosticados com a Covid, sendo 305 óbitos.

Donisete caminhou por uma parte da Avenida Barão de Mauá, no Jardim Itapeva, onde entregou panfletos e parou para tirar fotos com os simpatizantes. A caminhada contou com poucos assessores, somente um candidato a vereador (Jonas Graciano, PDT) e todos estavam usando máscara, inclusive o prefeiturável. Ainda que parando de comércio em comércio para conversar com possíveis eleitores, o pedetista pedia para que as pessoas utilizassem máscaras e que evitassem abraços ou aperto de mãos demorados.

A tática do ex-prefeito para vencer a eleição deste ano é o de apostar no currículo político que construiu ao longo dos anos. “Com todo contexto que estamos vivendo, devido à pandemia do novo coronavírus, o eleitor tem que apostar em quem já tem experiência, que é o meu caso”, declarou. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Donisete elogia gestão de tucanos no combate à Covid

Ex-prefeito pelo PT e hoje no PDT, prefeiturável critica Atila e enaltece figuras do PSDB na saúde

Daniel Tossato
Do Diário do Grande ABC

07/10/2020 | 00:01


Em atividade de campanha em Mauá, o ex-prefeito pelo PT Donisete Braga (atualmente no PDT) elogiou os chefes dos Executivos tucanos do Grande ABC na condução de suas cidades durante pandemia do novo coronavírus.

Prefeiturável que tenta retornar ao Paço, o pedetista citou os prefeitos Paulo Serra (PSDB, Santo André), Orlando Morando (PSDB, São Bernardo) e José Auricchio Júnior (PSDB, São Caetano) como exemplos de gestão no combate à Covid-19.

O elogio de Donisete veio acompanhado de crítica ao prefeito de Mauá e candidato à reeleição, Atila Jacomussi (PSB), que, na semana passada, durante lançamento da campanha, reuniu cerca de 2.000 pessoas em local fechado ignorando completamente os protocolos sanitários que visam conter a pandemia.

“Aqui em Mauá tivemos um grande grau de letalidade (devido à Covid-19). O comércio não foi fechado na cidade, não teve quarentena aqui em Mauá. O prefeito fechou os olhos para a cidade. Isso é muito diferente do que fizeram o Orlando, o Paulinho Serra e o Auricchio. Nossa cidade, por exemplo, só conseguiu atingir a Fase Amarela (do Plano São Paulo, de reabertura da economia) porque o governo do Estado criou a sub-região (do Grande ABC). Então não foi Mauá que melhorou seus números, foi por causa (das gestões) de São Bernardo e São Caetano”, avaliou o ex-prefeito. Até ontem, 5.307 mauaenses haviam sido diagnosticados com a Covid, sendo 305 óbitos.

Donisete caminhou por uma parte da Avenida Barão de Mauá, no Jardim Itapeva, onde entregou panfletos e parou para tirar fotos com os simpatizantes. A caminhada contou com poucos assessores, somente um candidato a vereador (Jonas Graciano, PDT) e todos estavam usando máscara, inclusive o prefeiturável. Ainda que parando de comércio em comércio para conversar com possíveis eleitores, o pedetista pedia para que as pessoas utilizassem máscaras e que evitassem abraços ou aperto de mãos demorados.

A tática do ex-prefeito para vencer a eleição deste ano é o de apostar no currículo político que construiu ao longo dos anos. “Com todo contexto que estamos vivendo, devido à pandemia do novo coronavírus, o eleitor tem que apostar em quem já tem experiência, que é o meu caso”, declarou. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;