Fechar
Publicidade

Domingo, 29 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Vazio na Câmara de São Bernardo


Raphael Rocha

07/10/2020 | 00:01


A campanha eleitoral começou e a maioria dos vereadores de São Bernardo busca reeleição. Essa fatia, evidentemente, conta com suporte dos assessores para tentar renovar o mandato. Versam as leis que a campanha seja feita fora do horário de trabalho, para respeitar o dinheiro público que é empregado para pagar os salários dos funcionários. Mas, desde que o pontapé inicial do pleito foi dado, no fim do mês passado, o que se vê no Legislativo de São Bernardo é uma ausência maciça de assessores, mesmo durante o expediente. Não à toa se espalha piada entre os que comparecem para trabalhar: nem no auge da pandemia de Covid-19, quando o acesso presencial foi restrito, o volume de faltantes era tão grande.

BASTIDORES

Corrida eleitoral
O vereador Rafael Demarchi, candidato do PSL à Prefeitura de São Bernardo, divulgou vídeo ontem em ato considerado o pontapé inicial de sua campanha ao Paço. Na gravação, disse que “viu que São Bernardo estava fadada às mesmas escolhas das últimas duas décadas”. “São Bernardo não merece uma polarização que visa apenas interesses partidários e esquece o mais importante, que é o interesse da nossa população”, citou, se colocando como “alternativa real para mudar de verdade a nossa cidade”.

De olho
Ontem, a coluna mostrou que o tradicional jingle de Gilberto Costa (Avante), ex-vereador de São Caetano e que tenta retornar ao Legislativo, já roda na cidade, e de maneira incessante. Os adversários, porém, estão de olho. A Lei Eleitoral mudou seu entendimento sobre a circulação de carros de som com propaganda eleitoral. Permite somente que os veículos rodem se houver movimentação política junto – carreatas, atividade do candidato ou algo parecido. Os carros com jingle de Gilberto circulam a cidade, enquanto o postulante segue as reuniões.

Visita
Chamou a atenção o fato de o vereador Pery Cartola (PSDB), de São Bernardo, ser visto entrando no escritório político do deputado federal Alex Manente (Cidadania). Em que pese todos estejam hoje do mesmo lado, o que defende a reeleição do prefeito Orlando Morando (PSDB), ambos nunca se bicaram.

Nomeação
Por falar no deputado federal Alex Manente (Cidadania), sua mulher, Mariana Manente, está nomeada como diretora do Hospital Albert Sabin, de São Caetano, via FUABC (Fundação do ABC).

Política e nuvens
O mundo da política gira, e não é pouco. A ex-vereadora Cida Ferreira (MDB) passou a eleição de 2016, quando era candidata a vice de Vaguinho do Conselho (SD), criticando o prefeito Lauro Michels (PV). Foi condenada eleitoralmente ao comparar o verde ao diabo. Agora, apoia a campanha de Pretinho do Água Santa (DEM), prefeiturável patrocinado por Lauro. Mais do que isso. Ela abençoou Janete Lopes, que por anos foi sua assessora, como candidata a vereadora. Pelo PV, de Lauro Michels. O slogan Sempre Junto Com Você, por diversos mandatos utilizados por Cida, também foi repassado, como espólio, a Janete.

Pedido – 1
O Ministério Público Eleitoral pediu a impugnação do registro de candidatura do vereador Sidão da Padaria (PSD), que tenta a reeleição. O promotor José Roberto Fumach Junior utilizou como base da solicitação as rejeições de contas de 2011, 2012 e 2013, quando Sidão presidiu o Legislativo. A avaliação agora está a cargo da Justiça Eleitoral.

Pedido – 2
Outro vereador da região que teve registro contestado foi Edson Savietto, o Banha (PTB), de Ribeirão Pires. Contestou rejeição de contas da época em que Banha liderou a Câmara (em 2014) e outros processos judiciais. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Vazio na Câmara de São Bernardo

Raphael Rocha

07/10/2020 | 00:01


A campanha eleitoral começou e a maioria dos vereadores de São Bernardo busca reeleição. Essa fatia, evidentemente, conta com suporte dos assessores para tentar renovar o mandato. Versam as leis que a campanha seja feita fora do horário de trabalho, para respeitar o dinheiro público que é empregado para pagar os salários dos funcionários. Mas, desde que o pontapé inicial do pleito foi dado, no fim do mês passado, o que se vê no Legislativo de São Bernardo é uma ausência maciça de assessores, mesmo durante o expediente. Não à toa se espalha piada entre os que comparecem para trabalhar: nem no auge da pandemia de Covid-19, quando o acesso presencial foi restrito, o volume de faltantes era tão grande.

BASTIDORES

Corrida eleitoral
O vereador Rafael Demarchi, candidato do PSL à Prefeitura de São Bernardo, divulgou vídeo ontem em ato considerado o pontapé inicial de sua campanha ao Paço. Na gravação, disse que “viu que São Bernardo estava fadada às mesmas escolhas das últimas duas décadas”. “São Bernardo não merece uma polarização que visa apenas interesses partidários e esquece o mais importante, que é o interesse da nossa população”, citou, se colocando como “alternativa real para mudar de verdade a nossa cidade”.

De olho
Ontem, a coluna mostrou que o tradicional jingle de Gilberto Costa (Avante), ex-vereador de São Caetano e que tenta retornar ao Legislativo, já roda na cidade, e de maneira incessante. Os adversários, porém, estão de olho. A Lei Eleitoral mudou seu entendimento sobre a circulação de carros de som com propaganda eleitoral. Permite somente que os veículos rodem se houver movimentação política junto – carreatas, atividade do candidato ou algo parecido. Os carros com jingle de Gilberto circulam a cidade, enquanto o postulante segue as reuniões.

Visita
Chamou a atenção o fato de o vereador Pery Cartola (PSDB), de São Bernardo, ser visto entrando no escritório político do deputado federal Alex Manente (Cidadania). Em que pese todos estejam hoje do mesmo lado, o que defende a reeleição do prefeito Orlando Morando (PSDB), ambos nunca se bicaram.

Nomeação
Por falar no deputado federal Alex Manente (Cidadania), sua mulher, Mariana Manente, está nomeada como diretora do Hospital Albert Sabin, de São Caetano, via FUABC (Fundação do ABC).

Política e nuvens
O mundo da política gira, e não é pouco. A ex-vereadora Cida Ferreira (MDB) passou a eleição de 2016, quando era candidata a vice de Vaguinho do Conselho (SD), criticando o prefeito Lauro Michels (PV). Foi condenada eleitoralmente ao comparar o verde ao diabo. Agora, apoia a campanha de Pretinho do Água Santa (DEM), prefeiturável patrocinado por Lauro. Mais do que isso. Ela abençoou Janete Lopes, que por anos foi sua assessora, como candidata a vereadora. Pelo PV, de Lauro Michels. O slogan Sempre Junto Com Você, por diversos mandatos utilizados por Cida, também foi repassado, como espólio, a Janete.

Pedido – 1
O Ministério Público Eleitoral pediu a impugnação do registro de candidatura do vereador Sidão da Padaria (PSD), que tenta a reeleição. O promotor José Roberto Fumach Junior utilizou como base da solicitação as rejeições de contas de 2011, 2012 e 2013, quando Sidão presidiu o Legislativo. A avaliação agora está a cargo da Justiça Eleitoral.

Pedido – 2
Outro vereador da região que teve registro contestado foi Edson Savietto, o Banha (PTB), de Ribeirão Pires. Contestou rejeição de contas da época em que Banha liderou a Câmara (em 2014) e outros processos judiciais. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;