Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 26 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Turismo

turismo@dgabc.com.br | 4435-8367

Receita de cheesecake leva sabor do Chile para casa

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Redação
Do Rota de Férias

18/09/2020 | 14:48


Se visitar a ilha de Chiloé, ao sul do Chile, ou os lagos e montanhas da Patagônia é, no momento, um sonho distante, uma boa opção é trazer para casa um pouco dos sabores desses destinos. Uma boa dica nesse sentido é preparar o cheesecake de frutas vermelhas da rede de hotéis Tierra, uma das mais renomadas do país sul-americano.

Quer ganhar um e-book exclusivo com dicas de viagem? Assine nossa newsletter neste link.

Como no Brasil é difícil encontrar ruibarbo, que faz parte da receita, a dica é substituí-lo por outras frutas vermelhas. Confira como produzir a sobremesa:

Receita de cheesecake de frutas vermelhas do Tierra

Ingredientes do recheio

  • 240 g. de queijo cremoso.
  • 200 g. de chantilly.
  • 150 g. de açúcar de confeiteiro.
  • 500 g. de frutas vermelhas (mirtilos/framboesas/morangos/amoras).
  • 5 lâminas de gelatina pura sem sabor.

Modo de preparo

Misture o açúcar de confeiteiro com o queijo cremoso, acrescente o chantilly e a gelatina previamente hidratada. Acrescente as frutas vermelhas amassadas, misture tudo e coloque em moldes.

 Ingredientes da cobertura de frutas vermelhas

  • 300 g. de frutas vermelhas amassadas (podem ser caramelizadas e tornar-se molho).
  • 100 g. de açúcar de confeiteiro.
  • 10 lâminas de gelatina pura sem sabor.

Modo de preparo

Misture bem todos os ingredientes, despeje a mistura em uma forma, congele e, em seguida, coloque-a sobre o preparo anterior (recheio).

 Ingredientes da base de amêndoas

  • 200 g. de farinha de amêndoas.
  • 100 g. açúcar de confeiteiro.
  • 150 g. de manteiga sem sal.
  • 300 g. de farinha.
  • 2 ovos.

 Modo de preparo

Amoleça a manteiga e misture-a com o açúcar de confeiteiro. Acrescente os ovos e, em seguida, os dois tipos de farinha. Quando obter uma mistura homogênea, despeje-a em uma forma e asse-a por oito minutos a 176°C. Quando a base estiver pronta, coloque os preparos anteriores por cima.

As melhores comidas e bebidas para provar em outros países

Confira no álbum uma lista com pratos típicos de diversos lugares do mundo.

  • O stroopwafel é uma das joias da cultura holandesa. O doce é uma espécie de bolacha waffle macia recheada com caramelo. Vai muito bem com um cafezinho ou chá
  • Crédito: Photo by Denise Spijker on Unsplash
    Stroopwafel
  • Se você for à Irlanda, não deixe de fazer uma parada em um pub para tomar ao menos um pint (copo com cerca de meio litro) de Guinness. A cerveja stout é um dos ícones do país
  • Crédito: Pixabay
    Guinness
  • O peixe frito com batatas é um dos pratos mais famosos da Inglaterra. Basta entrar em qualquer pub ou restaurante para encontrar a opção fish n chips no cardápio
  • Crédito: Photo by Andy Wang on Unsplash
    Fish and chips
  • Quem vai ao Peru não pode deixar de experimentar o ceviche. Os cubinhos de peixe com notas cítricas são extremamente saborosos
  • Crédito: Photo by Pirata Studio Film on Unsplash
    Ceviche
  • O pastel de nata é uma das grandes estrelas do bairro do Belém, em Lisboa, Portugal. No Brasil, ele é mais conhecido como pastelzinho de Belém
  • Crédito: Photo by Bianca Sbircea-Constantin on Unsplash
    Pastel de Nata
  • Crédito: avlxyz via Visualhunt / CC BY-SA
    O croque monsieur é basicamente um pão tostado com molho bechamel, presunto e queijo derretido (ou gratinado). É uma das muitas delícias gastronômicas encontradas na França
  • Crédito: Wikimedia/Michael Brewer
    Croque monsieur
  • Crédito: Reprodução
    No arquipélago africano de Seychelles, o destaque fica por conta do rum Takamaka. A bebida destilada é produzida com um açúcar orgânico que cresce em quatro regiões da ilha de Mahé e é cultivado por cooperativas independentes de fazendeiros
  • Alguns historiadores acreditam que a batata frita é uma invenção belga. Crocantes por fora e macias por dentro, as porções são vendidas na rua e servidas em cones de papel
  • Crédito: Photo by Sahand Babali on Unsplash
    Batata frita
  • Crédito:
    No Canadá, a batata frita é servida de forma diferente: coberta com queijo e caldo de carne. O prato típico é conhecido como poutine
  • Crédito: Pixabay
    Poutine
  • A apple pie (torta de maçã) dos Estados Unidos é divina. Quem quiser partir para algo salgado pode parar em uma lanchonete para comer um hambúrguer acompanhado de milk-shake
  • Crédito: Photo by Patrick Fore on Unsplash
    Torta de maçã
  • Crédito: Muffet via Visual Hunt / CC BY
    Comum na Rússia e na Ucrânia, a sopa borscht é feita com beterraba, batata, cenoura, repolho e pedaços de carne
  • Crédito: Pixabay
    Borscht
  • A comida tradicional do México é mais caliente do que a maioria das opções encontradas no Brasil. Não deixe de provar os famosos tacos, nachos e burritos
  • Crédito: Photo by Ryan Concepcion on Unsplash
    Burritos
  • Salgado e amargo, o vegemite é feito com levedura de cerveja. A galera da Austrália e Nova Zelândia gosta de passar a pasta no pão torrado
  • Crédito: Wikimedia/Hughessd01
    Vegemite
  • Na Itália, é praticamente impossível achar uma comida que não seja maravilhosa. As formiguinhas de plantão precisam experimentar os tradicionais sorvetes (gelatto) do país
  • Crédito: Photo by Katie Smetherman on Unsplash
    Gelatto
  • O jamón é uma das atrações gastronômicas mais famosas da Espanha. Vale a pena comprar sanduíches feitos com o presunto curado
  • Crédito: Photo by Thomas Vogel on Unsplash
    Jamón
  • O pierogi é uma espécie de pastelzinho típico da Polônia. A receita original é recheada com batata, queijo e cebola, mas também dá para encontrar variações com carne e ervas
  • Crédito: Pixabay
    Pierogi
  • O esquema na Alemanha é pedir um joelho de porco acompanhado de boas canecas de cerveja. O pretzel também é bem tradicional por lá
  • Crédito: Pixabay
    Joelho de porco


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Receita de cheesecake leva sabor do Chile para casa

Redação
Do Rota de Férias

18/09/2020 | 14:48


Se visitar a ilha de Chiloé, ao sul do Chile, ou os lagos e montanhas da Patagônia é, no momento, um sonho distante, uma boa opção é trazer para casa um pouco dos sabores desses destinos. Uma boa dica nesse sentido é preparar o cheesecake de frutas vermelhas da rede de hotéis Tierra, uma das mais renomadas do país sul-americano.

Quer ganhar um e-book exclusivo com dicas de viagem? Assine nossa newsletter neste link.

Como no Brasil é difícil encontrar ruibarbo, que faz parte da receita, a dica é substituí-lo por outras frutas vermelhas. Confira como produzir a sobremesa:

Receita de cheesecake de frutas vermelhas do Tierra

Ingredientes do recheio

  • 240 g. de queijo cremoso.
  • 200 g. de chantilly.
  • 150 g. de açúcar de confeiteiro.
  • 500 g. de frutas vermelhas (mirtilos/framboesas/morangos/amoras).
  • 5 lâminas de gelatina pura sem sabor.

Modo de preparo

Misture o açúcar de confeiteiro com o queijo cremoso, acrescente o chantilly e a gelatina previamente hidratada. Acrescente as frutas vermelhas amassadas, misture tudo e coloque em moldes.

 Ingredientes da cobertura de frutas vermelhas

  • 300 g. de frutas vermelhas amassadas (podem ser caramelizadas e tornar-se molho).
  • 100 g. de açúcar de confeiteiro.
  • 10 lâminas de gelatina pura sem sabor.

Modo de preparo

Misture bem todos os ingredientes, despeje a mistura em uma forma, congele e, em seguida, coloque-a sobre o preparo anterior (recheio).

 Ingredientes da base de amêndoas

  • 200 g. de farinha de amêndoas.
  • 100 g. açúcar de confeiteiro.
  • 150 g. de manteiga sem sal.
  • 300 g. de farinha.
  • 2 ovos.

 Modo de preparo

Amoleça a manteiga e misture-a com o açúcar de confeiteiro. Acrescente os ovos e, em seguida, os dois tipos de farinha. Quando obter uma mistura homogênea, despeje-a em uma forma e asse-a por oito minutos a 176°C. Quando a base estiver pronta, coloque os preparos anteriores por cima.

As melhores comidas e bebidas para provar em outros países

Confira no álbum uma lista com pratos típicos de diversos lugares do mundo.

  • O stroopwafel é uma das joias da cultura holandesa. O doce é uma espécie de bolacha waffle macia recheada com caramelo. Vai muito bem com um cafezinho ou chá
  • Crédito: Photo by Denise Spijker on Unsplash
    Stroopwafel
  • Se você for à Irlanda, não deixe de fazer uma parada em um pub para tomar ao menos um pint (copo com cerca de meio litro) de Guinness. A cerveja stout é um dos ícones do país
  • Crédito: Pixabay
    Guinness
  • O peixe frito com batatas é um dos pratos mais famosos da Inglaterra. Basta entrar em qualquer pub ou restaurante para encontrar a opção fish n chips no cardápio
  • Crédito: Photo by Andy Wang on Unsplash
    Fish and chips
  • Quem vai ao Peru não pode deixar de experimentar o ceviche. Os cubinhos de peixe com notas cítricas são extremamente saborosos
  • Crédito: Photo by Pirata Studio Film on Unsplash
    Ceviche
  • O pastel de nata é uma das grandes estrelas do bairro do Belém, em Lisboa, Portugal. No Brasil, ele é mais conhecido como pastelzinho de Belém
  • Crédito: Photo by Bianca Sbircea-Constantin on Unsplash
    Pastel de Nata
  • Crédito: avlxyz via Visualhunt / CC BY-SA
    O croque monsieur é basicamente um pão tostado com molho bechamel, presunto e queijo derretido (ou gratinado). É uma das muitas delícias gastronômicas encontradas na França
  • Crédito: Wikimedia/Michael Brewer
    Croque monsieur
  • Crédito: Reprodução
    No arquipélago africano de Seychelles, o destaque fica por conta do rum Takamaka. A bebida destilada é produzida com um açúcar orgânico que cresce em quatro regiões da ilha de Mahé e é cultivado por cooperativas independentes de fazendeiros
  • Alguns historiadores acreditam que a batata frita é uma invenção belga. Crocantes por fora e macias por dentro, as porções são vendidas na rua e servidas em cones de papel
  • Crédito: Photo by Sahand Babali on Unsplash
    Batata frita
  • Crédito:
    No Canadá, a batata frita é servida de forma diferente: coberta com queijo e caldo de carne. O prato típico é conhecido como poutine
  • Crédito: Pixabay
    Poutine
  • A apple pie (torta de maçã) dos Estados Unidos é divina. Quem quiser partir para algo salgado pode parar em uma lanchonete para comer um hambúrguer acompanhado de milk-shake
  • Crédito: Photo by Patrick Fore on Unsplash
    Torta de maçã
  • Crédito: Muffet via Visual Hunt / CC BY
    Comum na Rússia e na Ucrânia, a sopa borscht é feita com beterraba, batata, cenoura, repolho e pedaços de carne
  • Crédito: Pixabay
    Borscht
  • A comida tradicional do México é mais caliente do que a maioria das opções encontradas no Brasil. Não deixe de provar os famosos tacos, nachos e burritos
  • Crédito: Photo by Ryan Concepcion on Unsplash
    Burritos
  • Salgado e amargo, o vegemite é feito com levedura de cerveja. A galera da Austrália e Nova Zelândia gosta de passar a pasta no pão torrado
  • Crédito: Wikimedia/Hughessd01
    Vegemite
  • Na Itália, é praticamente impossível achar uma comida que não seja maravilhosa. As formiguinhas de plantão precisam experimentar os tradicionais sorvetes (gelatto) do país
  • Crédito: Photo by Katie Smetherman on Unsplash
    Gelatto
  • O jamón é uma das atrações gastronômicas mais famosas da Espanha. Vale a pena comprar sanduíches feitos com o presunto curado
  • Crédito: Photo by Thomas Vogel on Unsplash
    Jamón
  • O pierogi é uma espécie de pastelzinho típico da Polônia. A receita original é recheada com batata, queijo e cebola, mas também dá para encontrar variações com carne e ervas
  • Crédito: Pixabay
    Pierogi
  • O esquema na Alemanha é pedir um joelho de porco acompanhado de boas canecas de cerveja. O pretzel também é bem tradicional por lá
  • Crédito: Pixabay
    Joelho de porco

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;