Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 26 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

CPTM irá ceder estações de trens à iniciativa privada

Celso Luiz/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Futura parada Pirelli, em Santo André, deve ser primeira instalação da região a contar com modelo


Daniel Macário
Do Diário do Grande ABC

25/02/2019 | 07:00


O governo do Estado, por meio da STM (Secretaria de Transportes Metropolitanos), anunciou que deve conceder à iniciativa privada todas as 94 estações que compõem atualmente o sistema ferroviário da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos), incluindo, nove paradas da Linha 10-Turquesa, localizadas no Grande ABC.

Ainda em análise junto a técnicos do Palácio dos Bandeirantes, a proposta permitirá a construção de andares superiores nas estações de forma que empresas interessadas na concessão façam a exploração comercial dos espaços, com a condição de que cada vencedora seja responsável pela modernização e manutenção das paradas ferroviárias.

“A proposta é buscar junto à iniciativa privada a exploração de serviços essenciais para os passageiros, sendo que eles terão obrigatoriamente que investir e realizar melhorias na estrutura da estação, como itens de acessibilidade, por exemplo”, explica o secretário dos Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy.

Para atrair interessados, a CPTM aposta no grande volume de passageiros que circulam pelo sistema ferroviário do Estado de São Paulo. Atualmente, média de 370 mil pessoas, sendo 181,4 mil somente na região, são transportados pela Linha 10-Turquesa, que liga Rio Grande da Serra à Capital.

A intenção é a de que o projeto integre o Programa Estadual de Parcerias Público-Privadas, de maneira que cada estação tenha projeto único a ser apresentado ao mercado, levando em consideração suas particularidades.

No caso da futura Parada Pirelli, no bairro Homero Thon, em Santo André, a exploração, segundo o governo estadual, a princípio, poderia ser feita por centros empresariais localizados ao lado da antiga estação, desativada em 2006. Proposta semelhante a que deve ser adotada na Estação Prefeito Celso Daniel, no Centro, que possui a mesma característica. “Essas paradas podem ter desde um autoserviço, até lojas, farmácias e salas comerciais”, sugere Baldy.

Dentro desta projeção, o governo estadual estuda ainda a construção de creches nas estações ferroviárias, com o objetivo de auxiliar pais e mães que utilizam o serviço. A proposta tem sido pautada pelo governador João Doria (PSDB) desde o ano passado.

Se aprovado, o futuro modelo de concessão permitirá à CPTM ter maior capacidade financeira para arcar com investimentos na compra de composições e melhorias técnicas do sistema ferroviário.

PPP
Primeira estação da região que deve contar com o novo modelo, a futura Parada Pirelli foi tema, na última semana, de reunião entre o prefeito de Santo André, Paulo Serra (PSDB), e empresários da cidade. Na oportunidade, o modelo de construção do equipamento foi apresentado a técnicos do Atrium Shopping. Vale lembrar que a administração municipal e a CPTM firmaram convênio em janeiro visando a retomada da construção da parada de trem.

O objetivo da Prefeitura é contar com o apoio da iniciativa privada para viabilizar o próximo passo da empreitada, a elaboração do projeto executivo da futura estação. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

CPTM irá ceder estações de trens à iniciativa privada

Futura parada Pirelli, em Santo André, deve ser primeira instalação da região a contar com modelo

Daniel Macário
Do Diário do Grande ABC

25/02/2019 | 07:00


O governo do Estado, por meio da STM (Secretaria de Transportes Metropolitanos), anunciou que deve conceder à iniciativa privada todas as 94 estações que compõem atualmente o sistema ferroviário da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos), incluindo, nove paradas da Linha 10-Turquesa, localizadas no Grande ABC.

Ainda em análise junto a técnicos do Palácio dos Bandeirantes, a proposta permitirá a construção de andares superiores nas estações de forma que empresas interessadas na concessão façam a exploração comercial dos espaços, com a condição de que cada vencedora seja responsável pela modernização e manutenção das paradas ferroviárias.

“A proposta é buscar junto à iniciativa privada a exploração de serviços essenciais para os passageiros, sendo que eles terão obrigatoriamente que investir e realizar melhorias na estrutura da estação, como itens de acessibilidade, por exemplo”, explica o secretário dos Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy.

Para atrair interessados, a CPTM aposta no grande volume de passageiros que circulam pelo sistema ferroviário do Estado de São Paulo. Atualmente, média de 370 mil pessoas, sendo 181,4 mil somente na região, são transportados pela Linha 10-Turquesa, que liga Rio Grande da Serra à Capital.

A intenção é a de que o projeto integre o Programa Estadual de Parcerias Público-Privadas, de maneira que cada estação tenha projeto único a ser apresentado ao mercado, levando em consideração suas particularidades.

No caso da futura Parada Pirelli, no bairro Homero Thon, em Santo André, a exploração, segundo o governo estadual, a princípio, poderia ser feita por centros empresariais localizados ao lado da antiga estação, desativada em 2006. Proposta semelhante a que deve ser adotada na Estação Prefeito Celso Daniel, no Centro, que possui a mesma característica. “Essas paradas podem ter desde um autoserviço, até lojas, farmácias e salas comerciais”, sugere Baldy.

Dentro desta projeção, o governo estadual estuda ainda a construção de creches nas estações ferroviárias, com o objetivo de auxiliar pais e mães que utilizam o serviço. A proposta tem sido pautada pelo governador João Doria (PSDB) desde o ano passado.

Se aprovado, o futuro modelo de concessão permitirá à CPTM ter maior capacidade financeira para arcar com investimentos na compra de composições e melhorias técnicas do sistema ferroviário.

PPP
Primeira estação da região que deve contar com o novo modelo, a futura Parada Pirelli foi tema, na última semana, de reunião entre o prefeito de Santo André, Paulo Serra (PSDB), e empresários da cidade. Na oportunidade, o modelo de construção do equipamento foi apresentado a técnicos do Atrium Shopping. Vale lembrar que a administração municipal e a CPTM firmaram convênio em janeiro visando a retomada da construção da parada de trem.

O objetivo da Prefeitura é contar com o apoio da iniciativa privada para viabilizar o próximo passo da empreitada, a elaboração do projeto executivo da futura estação. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;