Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 6 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Putin alerta EUA contra implantaçãode mísseis na Europa

Agência Brasil/Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


20/02/2019 | 10:05


O presidente da Rússia, Vladimir Putin, alertou hoje os Estados Unidos a não implantarem mais mísseis na Europa, com a ameaça de que Moscou poderá retaliar com novas armas que demorariam o mesmo tempo para atingir seus alvos.

Embora Putin não tenha fornecido detalhes das novas armas que a Rússia poderá utilizar, o comentário ajuda a tornar ainda mais tensa a relação bilateral com Washington.

Putin, que falou durante discurso sobre o estado da União, acusou os EUA de terem abandonado o Tratado de Forças Nucleares de Alcance Intermediário (INF, pela sigla em inglês), de 1987, para poder construir novos mísseis livremente e de tentarem atribuir a culpa da decisão à Rússia.

"Nossos parceiros americanos deveriam ter sido honestos, em vez de fazer acusações infundadas contra a Rússia para justificar sua saída do tratado", disse Putin.

Os EUA acusam a Rússia de ter violado o INF, ao desenvolver um míssil que desrespeita os limites estabelecidos pelo tratado. Moscou nega a acusação. Fonte: Associated Press.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Putin alerta EUA contra implantaçãode mísseis na Europa


20/02/2019 | 10:05


O presidente da Rússia, Vladimir Putin, alertou hoje os Estados Unidos a não implantarem mais mísseis na Europa, com a ameaça de que Moscou poderá retaliar com novas armas que demorariam o mesmo tempo para atingir seus alvos.

Embora Putin não tenha fornecido detalhes das novas armas que a Rússia poderá utilizar, o comentário ajuda a tornar ainda mais tensa a relação bilateral com Washington.

Putin, que falou durante discurso sobre o estado da União, acusou os EUA de terem abandonado o Tratado de Forças Nucleares de Alcance Intermediário (INF, pela sigla em inglês), de 1987, para poder construir novos mísseis livremente e de tentarem atribuir a culpa da decisão à Rússia.

"Nossos parceiros americanos deveriam ter sido honestos, em vez de fazer acusações infundadas contra a Rússia para justificar sua saída do tratado", disse Putin.

Os EUA acusam a Rússia de ter violado o INF, ao desenvolver um míssil que desrespeita os limites estabelecidos pelo tratado. Moscou nega a acusação. Fonte: Associated Press.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;