Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 30 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Após nova lesão no quinto metatarso, Neymar reage: '1% de chance, 99% de fé'

Reprodução/Instagram Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

No início de 2018, jogador sofreu fratura e precisou passar por uma cirurgia



24/01/2019 | 11:04


Na última quarta-feira, Neymar saiu de campo na vitória por 2 a 0 do Paris Saint-Germain sobre o Strasbourg, em Paris, que classificou o time às oitavas de final da Copa da França, aos 16 minutos do segundo tempo. O camisa 10 do clube francês sentiu dores no pé direito, mesma região que o obrigou a passar por uma cirurgia no início de 2018, quando o craque fraturou o quinto metatarso.

Após sair do estádio Parque dos Príncipes para ter a sua lesão avaliada em um hospital de Paris, o brasileiro se manifestou nas redes sociais. Neymar compartilhou uma imagem de uma de suas tatuagens, na qual está escrito "1% de chance, 99% de fé". "Que seja feita sua vontade, Deus", completou o atacante na legenda.

Outro que comentou as entradas fortes no camisa 10 foi o lateral-direito Daniel Alves, seu colega de time. "Se dão patada nele e não acontece nada, não estão levando a sério. Quem está à frente disso tem que tomar providência. Se não o jogador perde a oportunidade de lutar por coisas importantes", analisou o brasileiro após o jogo.

O lateral-direito ainda defendeu que é necessário proteger "esse tipo de jogador diferente" com punições como cartões e tratamento rigoroso. "Se não o futebol começa a ser chato. Você não pode fazer nada de diferente e são eles que fazem as pessoas pagarem ingresso", afirmou.

Após a realização dos exames, o Paris Saint-Germain emitiu um comunicado e não descartou a necessidade de uma nova operação. "Os primeiros exames realizados mostram evidências de reativação de dor no local da lesão do quinto metatarso do pé direito. O tratamento dependerá da evolução nos próximos dias. Todas as opções terapêuticas devem ser consideradas", revelou o clube em seu site oficial.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Após nova lesão no quinto metatarso, Neymar reage: '1% de chance, 99% de fé'

No início de 2018, jogador sofreu fratura e precisou passar por uma cirurgia


24/01/2019 | 11:04


Na última quarta-feira, Neymar saiu de campo na vitória por 2 a 0 do Paris Saint-Germain sobre o Strasbourg, em Paris, que classificou o time às oitavas de final da Copa da França, aos 16 minutos do segundo tempo. O camisa 10 do clube francês sentiu dores no pé direito, mesma região que o obrigou a passar por uma cirurgia no início de 2018, quando o craque fraturou o quinto metatarso.

Após sair do estádio Parque dos Príncipes para ter a sua lesão avaliada em um hospital de Paris, o brasileiro se manifestou nas redes sociais. Neymar compartilhou uma imagem de uma de suas tatuagens, na qual está escrito "1% de chance, 99% de fé". "Que seja feita sua vontade, Deus", completou o atacante na legenda.

Outro que comentou as entradas fortes no camisa 10 foi o lateral-direito Daniel Alves, seu colega de time. "Se dão patada nele e não acontece nada, não estão levando a sério. Quem está à frente disso tem que tomar providência. Se não o jogador perde a oportunidade de lutar por coisas importantes", analisou o brasileiro após o jogo.

O lateral-direito ainda defendeu que é necessário proteger "esse tipo de jogador diferente" com punições como cartões e tratamento rigoroso. "Se não o futebol começa a ser chato. Você não pode fazer nada de diferente e são eles que fazem as pessoas pagarem ingresso", afirmou.

Após a realização dos exames, o Paris Saint-Germain emitiu um comunicado e não descartou a necessidade de uma nova operação. "Os primeiros exames realizados mostram evidências de reativação de dor no local da lesão do quinto metatarso do pé direito. O tratamento dependerá da evolução nos próximos dias. Todas as opções terapêuticas devem ser consideradas", revelou o clube em seu site oficial.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;