Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 29 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Parente diz que sairá MP com detalhes das medidas anunciadas domingo



29/05/2018 | 15:51


O presidente da Petrobras, Pedro Parente, informou que o diretor Financeiro da companhia, Ivan Monteiro, está nesta terça-feira, 29, em Brasília para discutir com representantes do governo, inclusive da Fazenda, os detalhes da subvenção no preço do óleo diesel anunciada pelo presidente Michel Temer no domingo.

O governo vai pagar até R$ 0,30 por litro do diesel para que oscilações das cotações internacionais não cheguem ao consumidor. Além disso, vai reduzir impostos para garantir ganho de mais R$ 0,16 por litro na bomba. Falta, no entanto, regulamentar as mudanças, que seguirão uma metodologia ainda a ser definida. O texto, que deverá ser publicado na forma de medida provisória ou decreto, poderá sair nesta terça-feira, 29, ou na quarta, 30. A intenção é que a nova metodologia de reajustes, que pode trazer uma fórmula paramétrica, "respeite os conceitos básicos da atual política de preços".

Parente insistiu, durante a teleconferência com analistas realizada nesta terça-feira, que o conceito econômico da política de preços em vigor não será alterado, ou seja, a empresa continuará revendo os seus preços de acordo com as variações das cotações no mercado internacional e do câmbio. "O governo entende a relevância de manter a equação da política de preços", afirmou.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Parente diz que sairá MP com detalhes das medidas anunciadas domingo


29/05/2018 | 15:51


O presidente da Petrobras, Pedro Parente, informou que o diretor Financeiro da companhia, Ivan Monteiro, está nesta terça-feira, 29, em Brasília para discutir com representantes do governo, inclusive da Fazenda, os detalhes da subvenção no preço do óleo diesel anunciada pelo presidente Michel Temer no domingo.

O governo vai pagar até R$ 0,30 por litro do diesel para que oscilações das cotações internacionais não cheguem ao consumidor. Além disso, vai reduzir impostos para garantir ganho de mais R$ 0,16 por litro na bomba. Falta, no entanto, regulamentar as mudanças, que seguirão uma metodologia ainda a ser definida. O texto, que deverá ser publicado na forma de medida provisória ou decreto, poderá sair nesta terça-feira, 29, ou na quarta, 30. A intenção é que a nova metodologia de reajustes, que pode trazer uma fórmula paramétrica, "respeite os conceitos básicos da atual política de preços".

Parente insistiu, durante a teleconferência com analistas realizada nesta terça-feira, que o conceito econômico da política de preços em vigor não será alterado, ou seja, a empresa continuará revendo os seus preços de acordo com as variações das cotações no mercado internacional e do câmbio. "O governo entende a relevância de manter a equação da política de preços", afirmou.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;