Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 7 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Palmeirenses comemoram empate com Cruzeiro e dizem que confronto está em aberto

Cesar Grecco/Agência Palmeiras/Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Após levar três gols no primeiro tempo, time se
recuperou e mostrou ser capaz de outra façanha



29/06/2017 | 00:10


O empate em casa por 3 a 3 com o Cruzeiro, nesta quarta-feira, pela Copa do Brasil, foi motivo de comemoração para os jogadores do Palmeiras. O elenco alviverde deixou o campo do Allianz Parque comemorando e com a promessa de que o confronto ainda está em aberto para o jogo de volta, no dia 26 de julho, pois, após levar três gols no primeiro tempo, o time conseguiu recuperar e mostrou ser capaz de outra façanha

"Foi um bom resultado. Perdíamos por 3 a 0, conseguimos um empate e estamos de parabéns. Tivemos atitude e tranquilidade", disse o atacante Dudu, autor dos dois primeiros gols dos anfitriões. O outro foi de Willian. O Palmeiras conseguiu reagir na etapa final após levar 3 a 0 no primeiro tempo somente com 30 minutos de partida, quando o Cruzeiro construiu a vantagem com gols de Thiago Neves, Robinho e Alisson.

Para o lateral Zé Roberto, a superação demonstrada nesta quarta comprova a capacidade do Palmeiras de conseguir no Mineirão, no jogo de volta, outro resultado improvável. "A postura, a determinação, a garra e o empenho foram importantes. Não mantivemos a intensidade durante todo o jogo, mas conseguimos um empate que deixa tudo em aberto para a partida de volta", explicou o jogador de 42 anos.

Os jogadores explicaram que a conversa no vestiário com o técnico Cuca, no intervalo, foi fundamental para a mudança radical de atitude e a conquista do empate. "Nós mesmos, atletas, sabíamos de qual forma tínhamos que voltar. A atitude precisava ser diferente. A conversa no intervalo foi construtiva, sem discussão. Somos um time maduro", disse o atacante Willian.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Palmeirenses comemoram empate com Cruzeiro e dizem que confronto está em aberto

Após levar três gols no primeiro tempo, time se
recuperou e mostrou ser capaz de outra façanha


29/06/2017 | 00:10


O empate em casa por 3 a 3 com o Cruzeiro, nesta quarta-feira, pela Copa do Brasil, foi motivo de comemoração para os jogadores do Palmeiras. O elenco alviverde deixou o campo do Allianz Parque comemorando e com a promessa de que o confronto ainda está em aberto para o jogo de volta, no dia 26 de julho, pois, após levar três gols no primeiro tempo, o time conseguiu recuperar e mostrou ser capaz de outra façanha

"Foi um bom resultado. Perdíamos por 3 a 0, conseguimos um empate e estamos de parabéns. Tivemos atitude e tranquilidade", disse o atacante Dudu, autor dos dois primeiros gols dos anfitriões. O outro foi de Willian. O Palmeiras conseguiu reagir na etapa final após levar 3 a 0 no primeiro tempo somente com 30 minutos de partida, quando o Cruzeiro construiu a vantagem com gols de Thiago Neves, Robinho e Alisson.

Para o lateral Zé Roberto, a superação demonstrada nesta quarta comprova a capacidade do Palmeiras de conseguir no Mineirão, no jogo de volta, outro resultado improvável. "A postura, a determinação, a garra e o empenho foram importantes. Não mantivemos a intensidade durante todo o jogo, mas conseguimos um empate que deixa tudo em aberto para a partida de volta", explicou o jogador de 42 anos.

Os jogadores explicaram que a conversa no vestiário com o técnico Cuca, no intervalo, foi fundamental para a mudança radical de atitude e a conquista do empate. "Nós mesmos, atletas, sabíamos de qual forma tínhamos que voltar. A atitude precisava ser diferente. A conversa no intervalo foi construtiva, sem discussão. Somos um time maduro", disse o atacante Willian.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;