Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 6 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Incêndio é investigado pelo Ministério Público em MG


Do Diário OnLine

26/11/2001 | 12:45


O Ministério Público se reunirá na tarde desta segunda-feira, às 14h, para discutir as medidas para a instauração de investigação das causas e culpados do incêndio na casa de shows Canecão Mineiro.

Segundo o coordenador do Centro de Apoio Operacional do Meio Ambiente e procurador da Justiça, Jarbas Soares, os culpados serão punidos por homicídio culposo, lesões corporais e negligência.

O Instituto de Criminalística da Polícia Civil ainda está fazendo perícias no local do acidente. Os resultados da investigação serão divulgados daqui aproximadamente 30 dias.

Cerca de 103 pessoas ficaram feridas devido ao incêndio que ocorreu na noite de sábado, sendo que oito continuam em estado grave.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Incêndio é investigado pelo Ministério Público em MG

Do Diário OnLine

26/11/2001 | 12:45


O Ministério Público se reunirá na tarde desta segunda-feira, às 14h, para discutir as medidas para a instauração de investigação das causas e culpados do incêndio na casa de shows Canecão Mineiro.

Segundo o coordenador do Centro de Apoio Operacional do Meio Ambiente e procurador da Justiça, Jarbas Soares, os culpados serão punidos por homicídio culposo, lesões corporais e negligência.

O Instituto de Criminalística da Polícia Civil ainda está fazendo perícias no local do acidente. Os resultados da investigação serão divulgados daqui aproximadamente 30 dias.

Cerca de 103 pessoas ficaram feridas devido ao incêndio que ocorreu na noite de sábado, sendo que oito continuam em estado grave.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;