Fechar
Publicidade

Domingo, 12 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Blocos de rua dão início à Folia em Sto.André e em S.Bernardo

Celso Luiz/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Cerca de 2.500 foliões protestaram
por Educação e relembraram marchinhas


Yara Ferraz
Do Diário do Grande ABC

25/02/2017 | 07:00


 Chuva e trânsito marcaram o início da Folia no Grande ABC. Mesmo sem os desfiles de escolas de samba, durante o dia de ontem cerca de 2.500 pessoas saíram às ruas.

O tradicional bloco Eureca desfilou na Avenida Marechal Deodoro, em São Bernardo, pelo 26º ano e reuniu cerca de 2.000 pessoas, segundo os organizadores. Apesar da chuva ter atrapalhado o momento da saída, às 16h, a alegria contagiou os foliões. A aposentada Célia Sanchez, 60, levou o neto Ian, 3, já veterano na Folia. “Moro aqui perto, e já venho há mais de dez anos.”

Este ano o tema do desfile foi Ocupar Para Não Retroceder, voltado às ocupações de estudantes contra a reforma do Ensino Médio. Participaram da ação 11 instituições voltadas para o atendimento de crianças carentes. “O tema foi trazido pelas crianças, já que alguns participaram desse processo”, afirmou a coordenadora do Projeto Meninos e Meninas de Rua, Néia Bueno, organizadora do desfile.

O acompanhamento de todo o trajeto entre a Rua Jurubatuba e a Marechal foi feito pela PM (Polícia Militar). A ausência do departamento de trânsito municipal dificultou a saída e a vida de quem precisava transitar pelo local. Os agentes apareceram apenas no fim do percurso. Questionada sobre o assunto, a Prefeitura informou ter sido contrária à realização do evento por conta do horário (comercial), local (região central) e data (véspera de feriado prolongado). Disse ainda que como não houve acordo com o bloco, “não mobilizou efetivo para a fiscalização do evento”.

Em Santo André, cerca de 250 pessoas se reuniram na Vila Assunção para participar do bloco do Colégio Brasil. A intenção da instituição foi resgatar marchinhas tradicionais de Carnaval. Os estudantes confeccionaram com material reciclável máscaras e abadás.

 

SÃO PAULO

A Mancha Verde abre hoje à noite, a partir das 22h30, a última noite de desfiles das Escolas de Samba do Grupo Especial. A atual campeão Império de Casa Verde será a terceira a passar pela sambódromo.

O Carnaval na Capital começou na noite de ontem. A Tom Maior foi a primeira agremiação a desfilar.

A grande expectativa ficou por conta da Unidos da Vila Maria, que levaria à avenida enredo sobre Nossa Senhora Aparecida com bênçãos da Igreja Católica, fato inédito.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Blocos de rua dão início à Folia em Sto.André e em S.Bernardo

Cerca de 2.500 foliões protestaram
por Educação e relembraram marchinhas

Yara Ferraz
Do Diário do Grande ABC

25/02/2017 | 07:00


 Chuva e trânsito marcaram o início da Folia no Grande ABC. Mesmo sem os desfiles de escolas de samba, durante o dia de ontem cerca de 2.500 pessoas saíram às ruas.

O tradicional bloco Eureca desfilou na Avenida Marechal Deodoro, em São Bernardo, pelo 26º ano e reuniu cerca de 2.000 pessoas, segundo os organizadores. Apesar da chuva ter atrapalhado o momento da saída, às 16h, a alegria contagiou os foliões. A aposentada Célia Sanchez, 60, levou o neto Ian, 3, já veterano na Folia. “Moro aqui perto, e já venho há mais de dez anos.”

Este ano o tema do desfile foi Ocupar Para Não Retroceder, voltado às ocupações de estudantes contra a reforma do Ensino Médio. Participaram da ação 11 instituições voltadas para o atendimento de crianças carentes. “O tema foi trazido pelas crianças, já que alguns participaram desse processo”, afirmou a coordenadora do Projeto Meninos e Meninas de Rua, Néia Bueno, organizadora do desfile.

O acompanhamento de todo o trajeto entre a Rua Jurubatuba e a Marechal foi feito pela PM (Polícia Militar). A ausência do departamento de trânsito municipal dificultou a saída e a vida de quem precisava transitar pelo local. Os agentes apareceram apenas no fim do percurso. Questionada sobre o assunto, a Prefeitura informou ter sido contrária à realização do evento por conta do horário (comercial), local (região central) e data (véspera de feriado prolongado). Disse ainda que como não houve acordo com o bloco, “não mobilizou efetivo para a fiscalização do evento”.

Em Santo André, cerca de 250 pessoas se reuniram na Vila Assunção para participar do bloco do Colégio Brasil. A intenção da instituição foi resgatar marchinhas tradicionais de Carnaval. Os estudantes confeccionaram com material reciclável máscaras e abadás.

 

SÃO PAULO

A Mancha Verde abre hoje à noite, a partir das 22h30, a última noite de desfiles das Escolas de Samba do Grupo Especial. A atual campeão Império de Casa Verde será a terceira a passar pela sambódromo.

O Carnaval na Capital começou na noite de ontem. A Tom Maior foi a primeira agremiação a desfilar.

A grande expectativa ficou por conta da Unidos da Vila Maria, que levaria à avenida enredo sobre Nossa Senhora Aparecida com bênçãos da Igreja Católica, fato inédito.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;