Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 3 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Bonome terminará gestão Pinheiro com três Pastas

Homem-forte ficará à frente de Governo, Segurança e Serviços Urbanos até dezembro


Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

23/11/2016 | 07:00


Homem-forte do governo do prefeito de São Caetano, Paulo Pinheiro (PMDB), Nilson Bonome (PMDB) terminará a gestão à frente de três secretarias: Governo, Segurança e Serviços Urbanos. E, segundo ele, a situação dessas Pastas está equalizada para o prefeito eleito, José Auricchio Júnior (PSDB), que tomará posse no dia 1º de janeiro.

“Agradeço muito a oportunidade dada a mim pelo prefeito Paulo Pinheiro. Além dessas secretarias, pude contribuir também nas Pastas de Educação e Planejamento e Gestão por algum período. Espero ter feito um trabalho satisfatório”, discorreu. “Nas minhas avaliações, como secretário de Governo, tive 99% de êxito nas minhas demandas e atribuições.”

Bonome afirmou que deixou encaminhadas ações na Secretaria de Serviços Urbanos voltadas ao combate das enchentes. “Esperamos por chuvas moderadas, até porque precisa haver chuva. Há uma preocupação com o povo por causa de catástrofes que possam acontecer. Por isso deixamos tudo encaminhado. Não é porque vamos encerrar o governo Paulo Pinheiro que vamos abandonar a cidade. Muito pelo contrário.”

O peemedebista listou o projeto de recapeamento de ruas, iniciado no Jardim São Caetano, e que ficará a critério da gestão Auricchio continuá-lo. Também falou de obras que podem ter andamento no futuro governo, mas que hoje estão travadas por burocracia. “Um exemplo é o escoramento do Viaduto Independência (no bairro Fundação). Começamos a obra, mas descobriu-se que havia dutos da Braspetro e que poderiam ser perfurados. A CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) também ficou de encaminhar as licenças devidas.”

TRANSIÇÃO
Coordenador da equipe de transição pelo lado da gestão Pinheiro, Bonome comentou que a segunda reunião de transição, ocorrida ontem, foi tranquila, com a entrega de documentos solicitados pela equipe de Auricchio referentes a contratos com fornecedores e a situação de pagamento dessas empresas. “A relação continua republicana.” 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Bonome terminará gestão Pinheiro com três Pastas

Homem-forte ficará à frente de Governo, Segurança e Serviços Urbanos até dezembro

Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

23/11/2016 | 07:00


Homem-forte do governo do prefeito de São Caetano, Paulo Pinheiro (PMDB), Nilson Bonome (PMDB) terminará a gestão à frente de três secretarias: Governo, Segurança e Serviços Urbanos. E, segundo ele, a situação dessas Pastas está equalizada para o prefeito eleito, José Auricchio Júnior (PSDB), que tomará posse no dia 1º de janeiro.

“Agradeço muito a oportunidade dada a mim pelo prefeito Paulo Pinheiro. Além dessas secretarias, pude contribuir também nas Pastas de Educação e Planejamento e Gestão por algum período. Espero ter feito um trabalho satisfatório”, discorreu. “Nas minhas avaliações, como secretário de Governo, tive 99% de êxito nas minhas demandas e atribuições.”

Bonome afirmou que deixou encaminhadas ações na Secretaria de Serviços Urbanos voltadas ao combate das enchentes. “Esperamos por chuvas moderadas, até porque precisa haver chuva. Há uma preocupação com o povo por causa de catástrofes que possam acontecer. Por isso deixamos tudo encaminhado. Não é porque vamos encerrar o governo Paulo Pinheiro que vamos abandonar a cidade. Muito pelo contrário.”

O peemedebista listou o projeto de recapeamento de ruas, iniciado no Jardim São Caetano, e que ficará a critério da gestão Auricchio continuá-lo. Também falou de obras que podem ter andamento no futuro governo, mas que hoje estão travadas por burocracia. “Um exemplo é o escoramento do Viaduto Independência (no bairro Fundação). Começamos a obra, mas descobriu-se que havia dutos da Braspetro e que poderiam ser perfurados. A CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) também ficou de encaminhar as licenças devidas.”

TRANSIÇÃO
Coordenador da equipe de transição pelo lado da gestão Pinheiro, Bonome comentou que a segunda reunião de transição, ocorrida ontem, foi tranquila, com a entrega de documentos solicitados pela equipe de Auricchio referentes a contratos com fornecedores e a situação de pagamento dessas empresas. “A relação continua republicana.” 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;