Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 7 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Ramalhão sofre, mas empata no último minuto

Fábio Santos evita o pior no 1 a 1 contra o Barueri; Ramalhão não vence há nove jogos


Thiago Postigo Silva

11/03/2012 | 07:00


A tão sonhada vitória do Santo André não aconteceu ontem, em São Caetano, pela 14ª rodada da Série A-2 do Campeonato Paulista. No entanto, o pior foi evitado. No último minuto, no Anacleto Campanella, o atacante Fábio Santos marcou de cabeça o gol de empate (1 a 1) contra o Grêmio Barueri. Marcelinho anotou para os visitantes.

Com o resultado, a situação do Ramalhão ainda é incômoda. Sem vencer há nove jogos - cinco derrotas e quatro empates - o time soma 15 pontos e segue perto da zona de rebaixamento.

Já o Barueri chegou aos 22 pontos e, pela performance das últimas rodadas, se mantém na disputa pelo acesso.

Como o goleiro Gustavo pediu no dia anterior, o Santo André entrou em campo com bastante força de vontade e tocando bem a bola no meio-campo, mas com dificuldades para entrar na defesa adversária. Quando o fez, Fábio Santos caiu na área após choque com defensor do Barueri, aos quatro minutos, mas a arbitragem não assinalou nada e mandou o jogo seguir.

Já o Barueri apareceu no ataque com mais efetividade. Evando desperdiçou duas oportunidades e Pessalli parou em Gustavo.

As dificuldades do Santo André permaneceram no segundo tempo e o Barueri aproveitou para abrir o placar, aos 11 minutos. Marcelinho tabelou pela direita, invadiu a área e chutou na saída de Gustavo.

O placar adverso fez com que o técnico Ruy Scarpino colocasse o atacante Fabrício no lugar do meia Djalma. E Fabrício quase empatou ao passar por dois adversários, mas foi travado no momento do chute.

No entanto, o ataque ramalhino parava na marcação do Barueri, que ainda chegava com perigo nos contra-ataques. Henrique perdeu duas chances de garantir a vitória.

Melhor para o Santo André, que foi compensado pelo esforço. Aos 48, após cruzamento na área, Fábio Santos anotou de cabeça para a festa da torcida e da equipe.

 

Abençoado, atacante comemora gol salvador
Herói do jogo, Fábio Santos se sente abençoado por ter feito o gol no fim da partida. Foi o sexto do atacante na Série A-2 do Campeonato Paulista.

"Foi um gol que deu o resultado com sabor especial, apesar de não vencermos. Acho que o gol vai dar força para buscarmos a recuperação", destacou o atacante.

O técnico Ruy Scarpino elogiou a determinação do elenco, mas acredita que o time pecou muito na criação.

"Faltou um pouco de penetração da nossa equipe na defesa adversária. A gente tocava muito para os lados", reclamou o treinador. "O importante, porém, é que sobrou força de vontade. Isso foi muito bom", completou.

O próximo duelo do Ramalhão é diante do Audax, quarta-feira, em São Paulo.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Ramalhão sofre, mas empata no último minuto

Fábio Santos evita o pior no 1 a 1 contra o Barueri; Ramalhão não vence há nove jogos

Thiago Postigo Silva

11/03/2012 | 07:00


A tão sonhada vitória do Santo André não aconteceu ontem, em São Caetano, pela 14ª rodada da Série A-2 do Campeonato Paulista. No entanto, o pior foi evitado. No último minuto, no Anacleto Campanella, o atacante Fábio Santos marcou de cabeça o gol de empate (1 a 1) contra o Grêmio Barueri. Marcelinho anotou para os visitantes.

Com o resultado, a situação do Ramalhão ainda é incômoda. Sem vencer há nove jogos - cinco derrotas e quatro empates - o time soma 15 pontos e segue perto da zona de rebaixamento.

Já o Barueri chegou aos 22 pontos e, pela performance das últimas rodadas, se mantém na disputa pelo acesso.

Como o goleiro Gustavo pediu no dia anterior, o Santo André entrou em campo com bastante força de vontade e tocando bem a bola no meio-campo, mas com dificuldades para entrar na defesa adversária. Quando o fez, Fábio Santos caiu na área após choque com defensor do Barueri, aos quatro minutos, mas a arbitragem não assinalou nada e mandou o jogo seguir.

Já o Barueri apareceu no ataque com mais efetividade. Evando desperdiçou duas oportunidades e Pessalli parou em Gustavo.

As dificuldades do Santo André permaneceram no segundo tempo e o Barueri aproveitou para abrir o placar, aos 11 minutos. Marcelinho tabelou pela direita, invadiu a área e chutou na saída de Gustavo.

O placar adverso fez com que o técnico Ruy Scarpino colocasse o atacante Fabrício no lugar do meia Djalma. E Fabrício quase empatou ao passar por dois adversários, mas foi travado no momento do chute.

No entanto, o ataque ramalhino parava na marcação do Barueri, que ainda chegava com perigo nos contra-ataques. Henrique perdeu duas chances de garantir a vitória.

Melhor para o Santo André, que foi compensado pelo esforço. Aos 48, após cruzamento na área, Fábio Santos anotou de cabeça para a festa da torcida e da equipe.

 

Abençoado, atacante comemora gol salvador
Herói do jogo, Fábio Santos se sente abençoado por ter feito o gol no fim da partida. Foi o sexto do atacante na Série A-2 do Campeonato Paulista.

"Foi um gol que deu o resultado com sabor especial, apesar de não vencermos. Acho que o gol vai dar força para buscarmos a recuperação", destacou o atacante.

O técnico Ruy Scarpino elogiou a determinação do elenco, mas acredita que o time pecou muito na criação.

"Faltou um pouco de penetração da nossa equipe na defesa adversária. A gente tocava muito para os lados", reclamou o treinador. "O importante, porém, é que sobrou força de vontade. Isso foi muito bom", completou.

O próximo duelo do Ramalhão é diante do Audax, quarta-feira, em São Paulo.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;