Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 31 de Março

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

S.Caetano pede ajuda federal para abrir Caps

Divulgação  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Unidade, que será instalada no lugar de UPA,
depende de equipamentos para ser inaugurada


Daniel Macário
Do Diário do Grande ABC

14/03/2016 | 07:00


O prefeito de São Caetano, Paulo Pinheiro (PMDB), pedirá aporte do governo federal para que o Caps 2 (Centro de Atenção Psicossocial) da cidade possa entrar em funcionamento. A Prefeitura conseguiu aprovação do Ministério da Saúde para cancelar o projeto de instalação de uma UPA (Unidade de Pronto Atendimento) no bairro Mauá, que vem desde 2011, para implantar o serviço destinado à Saúde Mental, no entanto, a inauguração depende da compra de equipamentos.

“Vamos tentar conversar com o ministro da Saúde (Marcelo Castro) para ver se o governo federal custeia a compra dos aparatos, além de verificar a possibilidade da União arcar com algum percentual do custo mensal da unidade”, relata. O prefeito não soube precisar o valor total para manter o espaço em funcionamento.

Atualmente, o município possui ambulatório de Saúde Mental instalado em prédio alugado. Com a inauguração do Caps, no bairro Mauá, o funcionamento passaria para o prédio próprio, assim como a demanda do Caps AD (Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas). A expectativa é que o número de pessoas atendidas seja ampliado dos atuais 3.000 para 6.000 pacientes por mês.

Segundo Pinheiro, a comitiva de São Caetano que irá a sede do governo federal deverá contar com a presença dos secretários Jesus Adalberto Gutierrez (Saúde) e Severo Neto de Oliveira (Esportes e Turismo). “Vamos aproveitar a viagem para tentar resolver impasses com o Ministério das Cidades para liberação de recursos destinados à reforma do Viaduto Independência e também com o Ministério do Esporte para as intervenções do Centro de Excelência de Ginástica Artística e Rítmica.”

EVENTO

Na manhã de ontem, aproximadamente 2.000 pessoas participaram da 3ª Caminhada da Mulher. O evento, criado em 2014, integra o calendário da cidade para celebrar o mês dedicado às mulheres.

Para o prefeito de São Caetano, a ação, mais uma vez, conseguiu atingir seu objetivo. “Com esta caminhada, além de proporcionarmos uma atividade prazerosa, que eleva o bem estar, também ensejamos a reflexão sobre a participação da mulher na sociedade. Buscamos a igualdade entre os gêneros.”

Ao lado de amigas, a aposentada Terezinha Ravelli Carvalho, 69 anos, participou pela terceira vez do evento. “Acho importante comemorar a luta diária das mulheres por seus direitos.”



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

S.Caetano pede ajuda federal para abrir Caps

Unidade, que será instalada no lugar de UPA,
depende de equipamentos para ser inaugurada

Daniel Macário
Do Diário do Grande ABC

14/03/2016 | 07:00


O prefeito de São Caetano, Paulo Pinheiro (PMDB), pedirá aporte do governo federal para que o Caps 2 (Centro de Atenção Psicossocial) da cidade possa entrar em funcionamento. A Prefeitura conseguiu aprovação do Ministério da Saúde para cancelar o projeto de instalação de uma UPA (Unidade de Pronto Atendimento) no bairro Mauá, que vem desde 2011, para implantar o serviço destinado à Saúde Mental, no entanto, a inauguração depende da compra de equipamentos.

“Vamos tentar conversar com o ministro da Saúde (Marcelo Castro) para ver se o governo federal custeia a compra dos aparatos, além de verificar a possibilidade da União arcar com algum percentual do custo mensal da unidade”, relata. O prefeito não soube precisar o valor total para manter o espaço em funcionamento.

Atualmente, o município possui ambulatório de Saúde Mental instalado em prédio alugado. Com a inauguração do Caps, no bairro Mauá, o funcionamento passaria para o prédio próprio, assim como a demanda do Caps AD (Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas). A expectativa é que o número de pessoas atendidas seja ampliado dos atuais 3.000 para 6.000 pacientes por mês.

Segundo Pinheiro, a comitiva de São Caetano que irá a sede do governo federal deverá contar com a presença dos secretários Jesus Adalberto Gutierrez (Saúde) e Severo Neto de Oliveira (Esportes e Turismo). “Vamos aproveitar a viagem para tentar resolver impasses com o Ministério das Cidades para liberação de recursos destinados à reforma do Viaduto Independência e também com o Ministério do Esporte para as intervenções do Centro de Excelência de Ginástica Artística e Rítmica.”

EVENTO

Na manhã de ontem, aproximadamente 2.000 pessoas participaram da 3ª Caminhada da Mulher. O evento, criado em 2014, integra o calendário da cidade para celebrar o mês dedicado às mulheres.

Para o prefeito de São Caetano, a ação, mais uma vez, conseguiu atingir seu objetivo. “Com esta caminhada, além de proporcionarmos uma atividade prazerosa, que eleva o bem estar, também ensejamos a reflexão sobre a participação da mulher na sociedade. Buscamos a igualdade entre os gêneros.”

Ao lado de amigas, a aposentada Terezinha Ravelli Carvalho, 69 anos, participou pela terceira vez do evento. “Acho importante comemorar a luta diária das mulheres por seus direitos.”

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;