Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 2 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

EUA dizem que ataque aéreo na Síria tinha alto comandante do EI como alvo



09/03/2016 | 00:29


Os Estados Unidos realizaram um ataque aéreo na Síria na semana passada para matar um alto comandante militar do Estado Islâmico, mas autoridades não puderam confirmar se conseguiram eliminar o alvo, Abu Umar al-Shishani.

A morte de al-Shishani seria uma vitória notável para os EUA na Síria, onde ele tem sido um embaraço para os americanos, que foram responsáveis, em parte, por seu treinamento.

As autoridades norte-americanas disseram que ele foi o alvo de um ataque aéreo na sexta-feira nas proximidades da cidade de al-Shaddadi. Ele é conhecido pelo apelido "Omar, o checheno".

Al-Shishani se juntou ao Estado Islâmico após ser afastado de uma unidade de inteligência de elite do exército da Geórgia apoiada pelos EUA. Fonte: Dow Jones Newswieres.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

EUA dizem que ataque aéreo na Síria tinha alto comandante do EI como alvo


09/03/2016 | 00:29


Os Estados Unidos realizaram um ataque aéreo na Síria na semana passada para matar um alto comandante militar do Estado Islâmico, mas autoridades não puderam confirmar se conseguiram eliminar o alvo, Abu Umar al-Shishani.

A morte de al-Shishani seria uma vitória notável para os EUA na Síria, onde ele tem sido um embaraço para os americanos, que foram responsáveis, em parte, por seu treinamento.

As autoridades norte-americanas disseram que ele foi o alvo de um ataque aéreo na sexta-feira nas proximidades da cidade de al-Shaddadi. Ele é conhecido pelo apelido "Omar, o checheno".

Al-Shishani se juntou ao Estado Islâmico após ser afastado de uma unidade de inteligência de elite do exército da Geórgia apoiada pelos EUA. Fonte: Dow Jones Newswieres.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;