Fechar
Publicidade

Domingo, 8 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Automóveis

automoveis@dgabc.com.br | 4435-8337

Manutenção mais barata

André Henriques/DGABC  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Cesvi fez pesquisa com 45 carros para identificar quais têm mão de obra mais em conta


Oscar Brandtneris
Especial para o Diário

14/08/2015 | 07:00


Segundo dados fornecidos pelo Denatran (Departamento Nacional de Trânsito), são 58 milhões de carros circulando pelo Brasil. E em meio a essa infinidade de modelos, qual será o mais em conta na hora de realizar a manutenção preventiva e preditiva?

Para sanar essa dúvida, o Cesvi Brasil (Centro de Experimentação e Segurança Viária) realizou um estudo intitulado IMV (Índice de Manutenção Veicular) focando nos 45 carros mais vendidos no País, classificando-os de acordo com os custos de manutenção mecânica até que atinjam 100 mil quilômetros. Levam-se em conta componentes de rodagem e segurança.

Em cada carro foi analisado, individualmente, o manual do condutor – a fim de verificar a quantidade de trocas de cada peça e de quanto em quanto tempo. Além disso, foi feito balanço de preços das peças vendidas nas concessionárias e também a mão de obra.

Bom, vamos então aos resultados! No parâmetro geral de carros populares, Chevrolet Celta e Volkswagen Gol (com motores 1.0) ganharam pontuação 20 em uma escala que varia de 10 até 60 – quanto menor o número, mais barata a manutenção.

No top 15, o Fiat Uno com motor 1.4 e o Etios Sedan 1.5 (da Toyota) também estão na escala 20, que foi o menor número alcançado pelos carros.

Outro sedã com boa avaliação foi o Versa, da Nissan – que trabalha com motorização de 1,6 litro –, com classificação de número 21. Dentre os 15 primeiros do ranking dos mais rentáveis, a Fiat é a montadora que mais aparece. São seis modelos no total: Grand Siena, Fiorino, Strada, Palio (com motores 1.0 e 1.4), além do Uno – já citado anteriormente.

“É sempre importante também fazer uma pesquisa entre concessionárias da mesma montadora, pois, segundo nossas pesquisas, o preço pode variar bastante e fazer diferença para o bolso”, afirma Alessandro Rubio, coordenador técnico do Cesvi.

Ainda segundo Rubio, o IMV é de extrema importância tanto para os consumidores finais quanto para os que prestam os serviços. “No caso do consumidor, ele terá um subsídio essencial para escolher o modelo que mais se adequa com sua condição financeira e, claro, gosto.”

O órgão também possui pesquisas como: colisões traseira e dianteira, índices de furto, danos em enchente, segurança e visibilidade para o condutor. A ideia é unir todas as pesquisas para conseguir classificar, de maneira ainda mais precisa e detalhada, os melhores carros.

CURIOSIDADE
De acordo com o levantamento, o Volkswagen Golf (2.0 TSI) abocanhou o pior resultado do ranking – classificação 52! Seus concorrentes diretos Ford Focus Hatch 2.0 e Chevrolet Sport6 1.8 conseguiram, respectivamente, 33 e 37. Vale registrar que o Cesvi não divulga os valores em questão.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Manutenção mais barata

Cesvi fez pesquisa com 45 carros para identificar quais têm mão de obra mais em conta

Oscar Brandtneris
Especial para o Diário

14/08/2015 | 07:00


Segundo dados fornecidos pelo Denatran (Departamento Nacional de Trânsito), são 58 milhões de carros circulando pelo Brasil. E em meio a essa infinidade de modelos, qual será o mais em conta na hora de realizar a manutenção preventiva e preditiva?

Para sanar essa dúvida, o Cesvi Brasil (Centro de Experimentação e Segurança Viária) realizou um estudo intitulado IMV (Índice de Manutenção Veicular) focando nos 45 carros mais vendidos no País, classificando-os de acordo com os custos de manutenção mecânica até que atinjam 100 mil quilômetros. Levam-se em conta componentes de rodagem e segurança.

Em cada carro foi analisado, individualmente, o manual do condutor – a fim de verificar a quantidade de trocas de cada peça e de quanto em quanto tempo. Além disso, foi feito balanço de preços das peças vendidas nas concessionárias e também a mão de obra.

Bom, vamos então aos resultados! No parâmetro geral de carros populares, Chevrolet Celta e Volkswagen Gol (com motores 1.0) ganharam pontuação 20 em uma escala que varia de 10 até 60 – quanto menor o número, mais barata a manutenção.

No top 15, o Fiat Uno com motor 1.4 e o Etios Sedan 1.5 (da Toyota) também estão na escala 20, que foi o menor número alcançado pelos carros.

Outro sedã com boa avaliação foi o Versa, da Nissan – que trabalha com motorização de 1,6 litro –, com classificação de número 21. Dentre os 15 primeiros do ranking dos mais rentáveis, a Fiat é a montadora que mais aparece. São seis modelos no total: Grand Siena, Fiorino, Strada, Palio (com motores 1.0 e 1.4), além do Uno – já citado anteriormente.

“É sempre importante também fazer uma pesquisa entre concessionárias da mesma montadora, pois, segundo nossas pesquisas, o preço pode variar bastante e fazer diferença para o bolso”, afirma Alessandro Rubio, coordenador técnico do Cesvi.

Ainda segundo Rubio, o IMV é de extrema importância tanto para os consumidores finais quanto para os que prestam os serviços. “No caso do consumidor, ele terá um subsídio essencial para escolher o modelo que mais se adequa com sua condição financeira e, claro, gosto.”

O órgão também possui pesquisas como: colisões traseira e dianteira, índices de furto, danos em enchente, segurança e visibilidade para o condutor. A ideia é unir todas as pesquisas para conseguir classificar, de maneira ainda mais precisa e detalhada, os melhores carros.

CURIOSIDADE
De acordo com o levantamento, o Volkswagen Golf (2.0 TSI) abocanhou o pior resultado do ranking – classificação 52! Seus concorrentes diretos Ford Focus Hatch 2.0 e Chevrolet Sport6 1.8 conseguiram, respectivamente, 33 e 37. Vale registrar que o Cesvi não divulga os valores em questão.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;