Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 22 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Mostra BR: última chamada


Cássio Gomes Neves
Do Diário do Grande ABC

01/11/2005 | 08:31


Última semana da 29ª Mostra BR de Cinema, que prossegue até a próxima quinta-feira. É o momento em que se sobressaem duas espécies de cinéfilos, além dos espectadores ocasionais: aqueles que já assistiram a tudo quanto foi possível nos dias anteriores e aqueles que, por forças superiores, correm para pegar as últimas sessões de alguns dos filmes elencados para o evento. Calma, não empurrem; há atrações para todos e a véspera de feriado é um belo pretexto para aproveitar as sessões noturnas.

No setor dos filmes que estréiam na programação esta semana, há Where the Truth Lies (Onde Repousa a Verdade), o novo do diretor armênio radicado no Canadá, e darling da Mostra, Atom Egoyan (de Exótica e O Doce Amanhã). Kevin Bacon e Colin Firth interpretam uma dupla de comediantes que vivia aos sorrisos nos anos 50, quando contracenavam em humorístico de TV de vasto sucesso. Um assassinato os separa. Anos depois, uma jornalista (Alison Lohman) decide biografar os dois e se enreda em mistérios pessoais até então guardados a sete chaves.

Também na laia de estreantes está Em Direção ao Sul, do francês Laurent Cantet, que magnetizou uma parcela significativa de espectadores com seu A Agenda (2001). Haiti, anos 70, momento de maior vigor tirânico da ditadura instaurada pela família Duvalier, do Papa Doc ao Baby Doc, entre 1957 e 1986. Duas norte-americanas rumam para o país centro-americano e passam a disputar o amor de um rapaz nativo de 18 anos. Em Direção ao Sul condensa três romances do escritor Dany Leferrière, haitiano exilado pelo despotismo.

Na categoria das últimas chances, o tempo é o inimigo número um de quem ainda pretende se atualizar no que rola na Mostra. Terão sessões derradeiras produções com temas curiosos, caso do documentário Por Dentro da Garganta Profunda, da dupla Fenton Bailey e Randy Barbato, que investiga e analisa os meandros que fizeram do filme pornô Garganta Profunda (1972) um sucesso de bilheteria inimaginável, com rendimentos de US$ 600 milhões (24 mil vezes o valor de seu custo). Igualmente documental e igualmente curioso é Meu Encontro com Drew Barrymore, no qual o diretor Brian Herzlinger (assessorado por Jon Gunn e Brett Win) narra sua adoração pela atriz norte-americana desde que assistiu pela primeira vez a ET – O Extraterrestre (1982), filme de Steven Spielberg no qual a atriz trabalhou aos seis anos, e seu conseqüente encontro com ela, 20 e poucos anos depois.

A Vida no Paraíso também se enquadra na seção assista agora ou cale-se até a (possível) estréia comercial. Obra do sueco Kay Pollak, indicada ao Oscar para filmes estrangeiros neste ano, trata da resignação de um maestro que prescinde de cultivar amores e amigos por força das exigências de seu ofício. Por falar em Oscar, Danis Tanovic (vencedor da estatueta por Terra de Ninguém) reaparece com O Inferno, segundo filme de uma trilogia baseada em Dante Alighieri e rodada a partir de roteiros escritos pelo cineasta polonês Krzysztof Kieslowski, morto em 1996. Outras últimas chamadas do dia: Marcas da Violência, de David Cronenberg; 2046, de Wong Kar-Wai; Uma Mulher contra Hitler, de Marc Rothemund; e O Mercador de Veneza, de Michael Radford.

Destaques do dia

Unibanco Arteplex
(r. Frei Caneca, 569. Tel.: 3472-2365)

Sala 1

22h40 – Sra. Henderson Apresenta, de Stephen Frears

Sala 2

15h35 – Cafundó, de Paulo Betti

0h – Where the Truth Lies, de Atom Egoyan

Sala Uol

(r. Fradique Coutinho, 361. Tel.: 5096-0585)

17h40 – A Vida no Paraíso, de Kay Pollak

20h20 – Marcas da Violência, de David Cronenberg

Sala Cinemateca

(largo Senador Raul Cardoso, 207. Tel.: 5084-2177)

15h – Amor de Perdição, de Manoel de Oliveira

19h50 – Garantia Perigosa, de Victor Sjöström

22h – The Girl from the Marsh Croft, de Victor Sjöström

Espaço Unibanco

(r. Augusta, 1.475. Tel.: 288-6780)

19h40 – Nine Lives, de Rodrigo Garcia

22h – O Inferno, de Danis Tanovic

0h – Por Dentro da Garganta Profunda, de Fenton Bailey e Randy Barbato

Metrô Santa Cruz

(r. Domingos de Morais, 2.564. Tel.: 3471-8066)

19h – A Lula e a Baleia, de Noah Baumbach

21h – O Princípio da Incerteza, de Manoel de Oliveira

Cineclube Vitrine

(r. Augusta, 2.530. Tel.: 3085-7684)

Sala 1

18h10 – Humilhação, de Masahiro Kobayashi

Sala 2

12h30 – O Dia do Desespero, de Manoel de Oliveira

16h10 – Em Direção ao sul, de Laurent Cantet

20h40 – Meu Encontro com Drew Barrymore, de Jon Gunn, Brian Herzlinger e Brett Win

Morumbi Shopping

(av. Roque Petroni Jr., 1.089. Tel.: 5189-4656)

19h40 – Viagem ao Princípio do Mundo,

de Manoel de Oliveira

21h40 – 2046, de Wong Kar-Wai

Reserva Cultural

(av. Paulista, 900. Tel.: 3287-3529)

18h – Uma Mulher contra Hitler, de Marc Rothemund

20h20 – Palindromes, de Todd Solondz

22h20 – Nuvens Carregadas, de Tsai Ming-Liang

Vão Livre do Masp

(av. Paulista, 1.578. Tel.: 3251-5644)

19h30 – O Mercador de Veneza, de Michael Radford



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Mostra BR: última chamada

Cássio Gomes Neves
Do Diário do Grande ABC

01/11/2005 | 08:31


Última semana da 29ª Mostra BR de Cinema, que prossegue até a próxima quinta-feira. É o momento em que se sobressaem duas espécies de cinéfilos, além dos espectadores ocasionais: aqueles que já assistiram a tudo quanto foi possível nos dias anteriores e aqueles que, por forças superiores, correm para pegar as últimas sessões de alguns dos filmes elencados para o evento. Calma, não empurrem; há atrações para todos e a véspera de feriado é um belo pretexto para aproveitar as sessões noturnas.

No setor dos filmes que estréiam na programação esta semana, há Where the Truth Lies (Onde Repousa a Verdade), o novo do diretor armênio radicado no Canadá, e darling da Mostra, Atom Egoyan (de Exótica e O Doce Amanhã). Kevin Bacon e Colin Firth interpretam uma dupla de comediantes que vivia aos sorrisos nos anos 50, quando contracenavam em humorístico de TV de vasto sucesso. Um assassinato os separa. Anos depois, uma jornalista (Alison Lohman) decide biografar os dois e se enreda em mistérios pessoais até então guardados a sete chaves.

Também na laia de estreantes está Em Direção ao Sul, do francês Laurent Cantet, que magnetizou uma parcela significativa de espectadores com seu A Agenda (2001). Haiti, anos 70, momento de maior vigor tirânico da ditadura instaurada pela família Duvalier, do Papa Doc ao Baby Doc, entre 1957 e 1986. Duas norte-americanas rumam para o país centro-americano e passam a disputar o amor de um rapaz nativo de 18 anos. Em Direção ao Sul condensa três romances do escritor Dany Leferrière, haitiano exilado pelo despotismo.

Na categoria das últimas chances, o tempo é o inimigo número um de quem ainda pretende se atualizar no que rola na Mostra. Terão sessões derradeiras produções com temas curiosos, caso do documentário Por Dentro da Garganta Profunda, da dupla Fenton Bailey e Randy Barbato, que investiga e analisa os meandros que fizeram do filme pornô Garganta Profunda (1972) um sucesso de bilheteria inimaginável, com rendimentos de US$ 600 milhões (24 mil vezes o valor de seu custo). Igualmente documental e igualmente curioso é Meu Encontro com Drew Barrymore, no qual o diretor Brian Herzlinger (assessorado por Jon Gunn e Brett Win) narra sua adoração pela atriz norte-americana desde que assistiu pela primeira vez a ET – O Extraterrestre (1982), filme de Steven Spielberg no qual a atriz trabalhou aos seis anos, e seu conseqüente encontro com ela, 20 e poucos anos depois.

A Vida no Paraíso também se enquadra na seção assista agora ou cale-se até a (possível) estréia comercial. Obra do sueco Kay Pollak, indicada ao Oscar para filmes estrangeiros neste ano, trata da resignação de um maestro que prescinde de cultivar amores e amigos por força das exigências de seu ofício. Por falar em Oscar, Danis Tanovic (vencedor da estatueta por Terra de Ninguém) reaparece com O Inferno, segundo filme de uma trilogia baseada em Dante Alighieri e rodada a partir de roteiros escritos pelo cineasta polonês Krzysztof Kieslowski, morto em 1996. Outras últimas chamadas do dia: Marcas da Violência, de David Cronenberg; 2046, de Wong Kar-Wai; Uma Mulher contra Hitler, de Marc Rothemund; e O Mercador de Veneza, de Michael Radford.

Destaques do dia

Unibanco Arteplex
(r. Frei Caneca, 569. Tel.: 3472-2365)

Sala 1

22h40 – Sra. Henderson Apresenta, de Stephen Frears

Sala 2

15h35 – Cafundó, de Paulo Betti

0h – Where the Truth Lies, de Atom Egoyan

Sala Uol

(r. Fradique Coutinho, 361. Tel.: 5096-0585)

17h40 – A Vida no Paraíso, de Kay Pollak

20h20 – Marcas da Violência, de David Cronenberg

Sala Cinemateca

(largo Senador Raul Cardoso, 207. Tel.: 5084-2177)

15h – Amor de Perdição, de Manoel de Oliveira

19h50 – Garantia Perigosa, de Victor Sjöström

22h – The Girl from the Marsh Croft, de Victor Sjöström

Espaço Unibanco

(r. Augusta, 1.475. Tel.: 288-6780)

19h40 – Nine Lives, de Rodrigo Garcia

22h – O Inferno, de Danis Tanovic

0h – Por Dentro da Garganta Profunda, de Fenton Bailey e Randy Barbato

Metrô Santa Cruz

(r. Domingos de Morais, 2.564. Tel.: 3471-8066)

19h – A Lula e a Baleia, de Noah Baumbach

21h – O Princípio da Incerteza, de Manoel de Oliveira

Cineclube Vitrine

(r. Augusta, 2.530. Tel.: 3085-7684)

Sala 1

18h10 – Humilhação, de Masahiro Kobayashi

Sala 2

12h30 – O Dia do Desespero, de Manoel de Oliveira

16h10 – Em Direção ao sul, de Laurent Cantet

20h40 – Meu Encontro com Drew Barrymore, de Jon Gunn, Brian Herzlinger e Brett Win

Morumbi Shopping

(av. Roque Petroni Jr., 1.089. Tel.: 5189-4656)

19h40 – Viagem ao Princípio do Mundo,

de Manoel de Oliveira

21h40 – 2046, de Wong Kar-Wai

Reserva Cultural

(av. Paulista, 900. Tel.: 3287-3529)

18h – Uma Mulher contra Hitler, de Marc Rothemund

20h20 – Palindromes, de Todd Solondz

22h20 – Nuvens Carregadas, de Tsai Ming-Liang

Vão Livre do Masp

(av. Paulista, 1.578. Tel.: 3251-5644)

19h30 – O Mercador de Veneza, de Michael Radford

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;