Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 5 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Azulão é eficiente e segue vivo na A-2

Marcelo Santoro/AD São Caetano/Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Com gol do artilheiro Diogo Acosta, São Caetano vence Catanduvense por 1 a 0 e continua sonhando com o acesso


Vinícius Ramalho
Especial para o Diário

19/04/2015 | 07:00


Em mais uma decisão em busca do acesso para a elite do futebol estadual, o São Caetano foi eficiente e venceu. Com gol do artilheiro da Série A-2, Diogo Acosta, o Azulão bateu o Catanduvense por 1 a 0, no Estádio Silvio Salles, e chegou à quinta colocação, com 32 pontos.

No primeiro tempo, o São Caetano aproveitou o desespero do vice-lanterna e mandou na partida. Com o goleiro Saulo como espectador, criou boas oportunidades.

Primeiro com Diogo Acosta, que recebeu lançamento na entrada da área e chutou em cima do goleiro Geison, aos dez minutos.

Logo no minuto seguinte, em lance parecido, o artilheiro da Série A-2 sofreu pênalti. Ele mesmo bateu, no canto direito do goleiro do Bruxo, que nem saiu na foto, para chegar ao 12º tento na competição e abrir o placar.

Melhor no jogo, o Azulão não aproveitou a oportunidade de aumentar a vantagem antes do intervalo.

Na etapa final, o Catanduvense veio para cima e o jogo ganhou em emoção. Saulo foi obrigado a fazer boas defesas e, no contra-ataque, o São Caetano tentava matar o jogo. Logo aos quatro minutos, o goleiro são-caetanense evitou o empate em chute de Fabinho.

Preguiçoso e querendo fazer o tempo passar, o time de Luís Carlos Martins quase sofreu o gol aos 21, quando o volante Juninho aproveitou rebote e chutou forte para boa defesa de Saulo.

O susto acordou o time do Grande ABC, que teve duas boas chances de liquidar o jogo. Aos 24, Diogo Acosta partiu em velocidade pela esquerda, mas chutou para fora. Depois, aos 31, Robson, que acabara de substituir Xuxa, contou com vacilo da zaga do Catanduvense, mas mandou à esquerda do gol defendido por Geison.

Na saída de campo, Robson falou sobre a vitória e projetou os últimos dois confrontos do time na Série A-2. “Mandamos no primeiro tempo e sabíamos que eles viriam para o tudo ou nada, mas conseguimos administrar o resultado. Agora é descansar para encarar a Ferroviária em casa e buscar o acesso contra o Paulista, fora de casa”, analisou.

O São Caetano volta a campo somente no dia 27, quando recebe a já promovida Ferroviária, no Anacleto Campanella.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Azulão é eficiente e segue vivo na A-2

Com gol do artilheiro Diogo Acosta, São Caetano vence Catanduvense por 1 a 0 e continua sonhando com o acesso

Vinícius Ramalho
Especial para o Diário

19/04/2015 | 07:00


Em mais uma decisão em busca do acesso para a elite do futebol estadual, o São Caetano foi eficiente e venceu. Com gol do artilheiro da Série A-2, Diogo Acosta, o Azulão bateu o Catanduvense por 1 a 0, no Estádio Silvio Salles, e chegou à quinta colocação, com 32 pontos.

No primeiro tempo, o São Caetano aproveitou o desespero do vice-lanterna e mandou na partida. Com o goleiro Saulo como espectador, criou boas oportunidades.

Primeiro com Diogo Acosta, que recebeu lançamento na entrada da área e chutou em cima do goleiro Geison, aos dez minutos.

Logo no minuto seguinte, em lance parecido, o artilheiro da Série A-2 sofreu pênalti. Ele mesmo bateu, no canto direito do goleiro do Bruxo, que nem saiu na foto, para chegar ao 12º tento na competição e abrir o placar.

Melhor no jogo, o Azulão não aproveitou a oportunidade de aumentar a vantagem antes do intervalo.

Na etapa final, o Catanduvense veio para cima e o jogo ganhou em emoção. Saulo foi obrigado a fazer boas defesas e, no contra-ataque, o São Caetano tentava matar o jogo. Logo aos quatro minutos, o goleiro são-caetanense evitou o empate em chute de Fabinho.

Preguiçoso e querendo fazer o tempo passar, o time de Luís Carlos Martins quase sofreu o gol aos 21, quando o volante Juninho aproveitou rebote e chutou forte para boa defesa de Saulo.

O susto acordou o time do Grande ABC, que teve duas boas chances de liquidar o jogo. Aos 24, Diogo Acosta partiu em velocidade pela esquerda, mas chutou para fora. Depois, aos 31, Robson, que acabara de substituir Xuxa, contou com vacilo da zaga do Catanduvense, mas mandou à esquerda do gol defendido por Geison.

Na saída de campo, Robson falou sobre a vitória e projetou os últimos dois confrontos do time na Série A-2. “Mandamos no primeiro tempo e sabíamos que eles viriam para o tudo ou nada, mas conseguimos administrar o resultado. Agora é descansar para encarar a Ferroviária em casa e buscar o acesso contra o Paulista, fora de casa”, analisou.

O São Caetano volta a campo somente no dia 27, quando recebe a já promovida Ferroviária, no Anacleto Campanella.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;