Fechar
Publicidade

Domingo, 29 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Dourado mantém Merenda, mas tira comissionado petista

Airton Germano, que chefiou Secretaria Jurídica,
é única baixa feita pelo atual presidente da Câmara


Leandro Baldini
Do Diário do Grande ABC

10/01/2015 | 07:42


O novo presidente da Câmara de Diadema, José Dourado (PSDB), oficializou ontem a permanência do ex-vereador João Pedro Merenda (PPS) como secretário de Administração e Finanças e confirmou a demissão do advogado Airton Germano (PT), que comandou a Pasta de Assuntos Jurídicos durante o biênio 2013-2014, em gestão liderada por Manoel Eduardo Marinho, o Maninho (PT).

A medida encerra a primeira etapa dos trabalhos do tucano na Casa, que previa a nomeação dos oito cargos comissionados existentes no Legislativo – funções de confiança que não necessitam de concurso. As vagas foram abertas em 31 de dezembro, após o término do mandato de Maninho e, desde então, Dourado ainda estudava a reposição dos postos.

Para o lugar de Airton Germano foi confirmado o retorno do também advogado Roberto Viola, que já exerceu a mesma função no Legislativo, entre 2006 e 2013, e que até o fim do ano trabalhava no setor Finanças da Prefeitura de Diadema, gerida por Francisco José Rocha (PSDB), sogro do prefeito Lauro Michels (PV).

Antes, Dourado havia confirmado as permanências de Paula Bossolo e Antonio Janetta, assessores técnicos e ligados à presidência. A chefia do setor de Comunicação segue sob responsabilidade de Wilson de Sá. Outras três vagas, também diretamente ligadas ao gabinete do tucano, foram mantidas.

Em relação às mudanças, o chefe do Legislativo argumentou que seguiu ampla discussão com grupo governista e que a intenção era pela permanência de todos. “Essas pessoas provaram competência e possuem muito respeito diante do Legislativo. A saída de Airton ocorreu somente por força política”, comentou o tucano.

De acordo com Dourado, o retorno de Viola à Casa obedeceu também debate no bloco governista. “Trata-se de um advogado com larga experiência. Quando trabalhou na Câmara contribuiu bastante. Estamos trabalhando com essa possibilidade e tenho certeza que foi acertada”, justificou.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;