Fechar
Publicidade

Domingo, 26 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Impasse tira Diadema da Segundona do Paulista


Anderson Fattori
do Diário do Grande ABC

05/02/2011 | 07:05


Jogadores contratados, mascote e uniformes prontos, mas o Clube Atlético Diadema terá de adiar sua estreia na Segunda Divisão do Campeonato Paulista. O motivo? A cidade não possui campo com capacidade para 5.000 torcedores, uma das exigências do regulamento. A desistência foi comunicada à Federação Paulista no Conselho Arbitral, na quarta-feira.

Os planos do clube em debutar no Campeonato Paulista começaram quando a Prefeitura garantiu construir arquibancadas tubulares do campo Inamar. "Eles nos prometeram, mas não cumpriram. Sem estádio não podemos entrar na competição. Como o local é municipal só a Prefeitura pode fazer a ampliação", lamentou o presidente do Diadema, Paulo Lofreta.

A administração alega que o custo para montar arquibancadas tubulares é muito alto e o ideal seria construir uma definitiva, o que deve ser feito até 2012. "Essa é a nova promessa, mas não confio em mais nada que a Prefeitura diz", continuou Lofreta.

Com a decisão, o desafio do Diadema é decidir o que fazer com o elenco. Os jogadores viriam de parceria firmada com o Juventus, que disputa a Série A-3. "O problema é que a Federação (Paulista) não permite que clubes que não disputam o profissional estejam na base. Estamos negociando para poder jogar pelo menos o sub-20", explicou o dirigente. Apesar de consumada a decisão, o Diadema teria até dia 18 para apresentar laudo do estádio. "Isso não vai acontecer. A Prefeitura não fez nada até agora e não fará em poucos dias", finalizou Lofreta.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Impasse tira Diadema da Segundona do Paulista

Anderson Fattori
do Diário do Grande ABC

05/02/2011 | 07:05


Jogadores contratados, mascote e uniformes prontos, mas o Clube Atlético Diadema terá de adiar sua estreia na Segunda Divisão do Campeonato Paulista. O motivo? A cidade não possui campo com capacidade para 5.000 torcedores, uma das exigências do regulamento. A desistência foi comunicada à Federação Paulista no Conselho Arbitral, na quarta-feira.

Os planos do clube em debutar no Campeonato Paulista começaram quando a Prefeitura garantiu construir arquibancadas tubulares do campo Inamar. "Eles nos prometeram, mas não cumpriram. Sem estádio não podemos entrar na competição. Como o local é municipal só a Prefeitura pode fazer a ampliação", lamentou o presidente do Diadema, Paulo Lofreta.

A administração alega que o custo para montar arquibancadas tubulares é muito alto e o ideal seria construir uma definitiva, o que deve ser feito até 2012. "Essa é a nova promessa, mas não confio em mais nada que a Prefeitura diz", continuou Lofreta.

Com a decisão, o desafio do Diadema é decidir o que fazer com o elenco. Os jogadores viriam de parceria firmada com o Juventus, que disputa a Série A-3. "O problema é que a Federação (Paulista) não permite que clubes que não disputam o profissional estejam na base. Estamos negociando para poder jogar pelo menos o sub-20", explicou o dirigente. Apesar de consumada a decisão, o Diadema teria até dia 18 para apresentar laudo do estádio. "Isso não vai acontecer. A Prefeitura não fez nada até agora e não fará em poucos dias", finalizou Lofreta.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;