Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 26 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Professores e funcionários da Unicamp ameaçam greve


Do Diário do Grande ABC

17/04/2000 | 16:13


Professores e funcionários da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) fazem assembléia nesta terça-feira para votar o indicativo de greve por tempo indeterminado. Os líderes das duas categorias defendem a greve caso nao seja atendida a reivindicaçao de aumento salarial de 25% a partir desse mês e mais 7% no segundo semestre. O reajuste de 7%, proposto na última sexta-feira pelo Conselho dos Reitores das Universidades Estaduais de Sao Paulo (Cruesp), foi rejeitado pelos professores e funcionários.

"A proposta dos reitores é insuficiente", afirmou nesta segunda o presidente da Associaçao dos Docentes da Unicamp (Adunicamp), José Vitório Zago. Segundo ele, professores e funcionários da Unicamp, Universidade de Sao Paulo (USP) e Universidade Estadual Paulista (Unesp) nao aceitam um reajuste inferior a 25%. "Seriam números que colocariam os salários nos mesmos patamares de maio de 95", disse.

Na quarta-feira (19), comissoes representando professores e funcionários das três universidades voltam a se reunir, em Sao Paulo, com os reitores. "Se nao houver modificaçao na contraproposta, é quase certo que haverá greve", disse Zago. Segundo ele, na assembléia desta terçaa Adunicamp e o Sindicato dos Trabalhadores da Unicamp defenderao a proposta de paralisaçao, caso o impasse permaneça.

A decisao dos professores e funcionários da Unicamp será levada para apreciaçao do Fórum das Seis, que reúne sindicatos de trabalhadores e docentes das três universidades estaduais. A Unicamp tem 8.400 funcionários e 1.900 professores. "Caso haja greve, o movimento vai afetar as três unidades, porque nossa campanha é unificada", disse Zago.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Professores e funcionários da Unicamp ameaçam greve

Do Diário do Grande ABC

17/04/2000 | 16:13


Professores e funcionários da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) fazem assembléia nesta terça-feira para votar o indicativo de greve por tempo indeterminado. Os líderes das duas categorias defendem a greve caso nao seja atendida a reivindicaçao de aumento salarial de 25% a partir desse mês e mais 7% no segundo semestre. O reajuste de 7%, proposto na última sexta-feira pelo Conselho dos Reitores das Universidades Estaduais de Sao Paulo (Cruesp), foi rejeitado pelos professores e funcionários.

"A proposta dos reitores é insuficiente", afirmou nesta segunda o presidente da Associaçao dos Docentes da Unicamp (Adunicamp), José Vitório Zago. Segundo ele, professores e funcionários da Unicamp, Universidade de Sao Paulo (USP) e Universidade Estadual Paulista (Unesp) nao aceitam um reajuste inferior a 25%. "Seriam números que colocariam os salários nos mesmos patamares de maio de 95", disse.

Na quarta-feira (19), comissoes representando professores e funcionários das três universidades voltam a se reunir, em Sao Paulo, com os reitores. "Se nao houver modificaçao na contraproposta, é quase certo que haverá greve", disse Zago. Segundo ele, na assembléia desta terçaa Adunicamp e o Sindicato dos Trabalhadores da Unicamp defenderao a proposta de paralisaçao, caso o impasse permaneça.

A decisao dos professores e funcionários da Unicamp será levada para apreciaçao do Fórum das Seis, que reúne sindicatos de trabalhadores e docentes das três universidades estaduais. A Unicamp tem 8.400 funcionários e 1.900 professores. "Caso haja greve, o movimento vai afetar as três unidades, porque nossa campanha é unificada", disse Zago.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;